Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Para os burros

Este post é dedicado aos burros corruptos e submissos que andam desde sábado com orgasmos mentais e verbais em relação aos penaltis do Benfica. Eu sei que é tramado ver serem marcados penaltis a favor do Benfica quando estão habituados a que tal não aconteça. Se isto vos dói, ponham vaselina nisso que passa, senão aguentem que estas coisas são como o eclipse solar, só acontecem de tempos a tempos.

"futebol
(inglês foot-ball)
s. m.
1. [Desporto]  Desporto em que 22 jogadores, divididos em dois campos, se esforçam por introduzir uma bola na baliza do campo adversário, sem intervenção das mãos, durante uma partida dividida em dois meios tempos durante 45 minutos cada um."

"andebol
(inglês handball)

s. m.

[Desporto]  Desporto de equipa que se joga com uma bola redonda e apenas com as mãos."
Podem confirmar aqui: http://www.priberam.pt/
Penso que aqui estaremos todos de acordo, futebol sem mãos, andebol com mãos.

Mas como os burros são mesmo burros vamos lá ver ver com quanto guarda-redes se pode jogar:
"O jogo será disputado por duas equipas compostas por um máximo de 11 jogadores em cada uma, dos quais um será o guarda-redes. Nenhum jogo pode começar se uma das equipas dispuser de menos de sete jogadores;" Aqui: http://www.lpfp.pt/futebol/leisjogo/lei3.aspx
Portanto, só pode haver um guarda-redes.

"Tocar a bola com as mãos

Tocar a bola com as mãos implica um acto deliberado em que o jogador toma contacto com a bola com as mãos ou com os braços. O árbitro deve ter em consideração os seguintes critérios:
  • o movimento da mão na direcção da bola (e não a bola na direcção da mão);
  • a distância entre o adversário e a bola (bola inesperada);
  • a posição da mão não pressupõe necessariamente uma infracção;
  • o facto do contacto com a bola ser feito com um objecto que tem na mão (peça de vestuário, caneleira, etc.), não deixa de constituir infracção.
  • o contacto com a bola ser feito através de um objecto lançado com as mãos (bota, caneleira, etc.) também constitui infracção." Aqui: http://www.lpfp.pt/futebol/leisjogo/lei12.aspx
Acho muito estranho mesmo, ou talvez não, que aqueles adeptos corruptos e submissos não mencionem este lance aos 26 minutos com o jogo empatado a zero e que se fosse marcada a respectiva grande penalidade o Alex viria para a rua pois teria de ver o segundo amarelo. Portanto, aos 26 minutos o Benfica poderia estar a ganhar um a zero e o Guimarães a jogar com menos um jogador durante 64 minutos.




Esta imagem é do 3.º penalti, aquele que levanta mais dúvidas. A bola efectivamente bate na cabeça do jogador mas antes disso parece que bate também no braço, o movimento do braço é claramente em direcção á bola. Penso que esta imagem poderá ser esclarecedora da justiça da marcação do penalti.



Resumindo: Como dizia o Paulo Bento: "Futebol, pé. Andebol mão". O Benfica não tem culpa se o treinador do Guimarães mandou a equipa a jogar com mais um ou dois guarda-redes, coisa ilegal como podem confirmar acima. O único clube em que um jogador, sem ser o guarda-redes, mais concretamente o Rolando, pode jogar com a mãos é aquele clube em que o presidente recebe árbitros em casa.

Espero ter elucidado os burros corruptos e submissos. Mais que isto é impossível!!!!

1 comentário:

  1. Simões, retiraste esta 'posta' do Indefectível? Por causa da Lixívia?
    Não tenhas problemas, posta na mesma. Lixívias à muitas!!! A posta está muito bem esgalhada...

    Abraços

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado