Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

segunda-feira, 11 de março de 2013

Tranquilo, muito tranquilo

Pouco há a dizer da vitória de ontem. Foi um jogo sempre morno e tranquilo por parte do Benfica. Acho que o Benfica desta fase entra no jogo a ver o que adversário dá e depois sim, aos poucos, começa a impor mais o seu futebol. O golo madrugador facilitou o jogo para o Benfica e com o avolumar do resultado o Benfica então decidiu ir gerindo o esforço.

O Gil ontem safou-se de sofrer uma goleada ainda maior e que ficaria para a história do campeonato Nacional. Se o Benfica faz um jogo em alta rotação ontem, o Gil sairia da Luz cilindrado. Acredito que chegaríamos aos 8 golos com alguma facilidade.

Já sei que para os nossos jornalistas a vitória ontem sobre o Gil pouco valeu porque o Gil apresentou-se muito mal em campo, no Dragão é que se apresentou muito forte e só um Porto forte e determinado permitiu uma goleada por 5-0. O mesmo acontece com o Paços de Ferreira, quando o Benfica venceu o Paços na Luz, foi o Paços que esteve abaixo daquilo que já mostrou mas quando o Porto os venceu no Dragão, aí só um Porto muito competente e capaz é que poderia vencer aquele Paços. O mesmo irá acontecer com o Estoril quando for à Luz. Caso o Benfica vença por 2 ou mais golos, lá virão os nossos pseudo-jornalistas dizer que o Estoril jogou muito abaixo do que tem feito esta época, ao contrário do que fez no Dragão que jogou como um verdadeiro candidato à Champions.

E assim vai o nosso jornalismo, um jornalismo moribundo, um jornalismo podre e entregue aos interesses que se instalaram nos vários meios de comunicação social.

FORÇA BENFICA

Sem comentários:

Enviar um comentário

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado