Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

sexta-feira, 31 de maio de 2013

O estranho negócio relâmpago

O último jogo do campeonato foi a 19 de Maio de 2013 e somente seis dias depois o FC Porto anunciava a venda de James e Moutinho por 70 milhões de euros.

Como todos sabemos a nossa classe jornalística não perde uma oportunidade para enaltecer e elogiar a capacidade negocial fantástica de Pinto da Costa. O mesmo Pinto da Costa gosta imenso de mandar uma larachas para o ar sobre clausulas de rescisão quando existe uma possibilidade de algum clube "atacar" um jogador do FC Porto. Ora, este negócio relâmpago deixou-me um pouco intrigado, pois não existiram os normais fait-divers de Pinto da Costa e da comunicação social. Se ambos os jogadores fossem transferidos pela clausula de rescisão, eu aceitaria a velocidade da negociação, agora como o Moutinho foi vendido abaixo da clausula, estranhei a rapidez. Mas parece que fui só eu a estranhar tal coisa, pois os mesmos que enaltecem a dificuldade que é negociar com o Pinto, foram os mesmo que fizeram silêncio a este estranho negócio relâmpago.

Acontece que a minha estranheza afinal tinha razão de ser, ao que parece era urgente um encaixe financeiro de forma a que não rebentasse nenhuma bomba nas mãos de Pinto da Costa, assim como era necessário capital para pagar aos administradores uma pequena fortuna.

Como não me foi dito concretamente que bomba seria eu decidi dizer aquilo que penso ser... O FC Porto não tem liquidez e era necessário efectuar alguns pagamentos a terceiros em atraso de forma a evitar a vergonha de passarem a constar da lista negra da UEFA referente ao fair-play financeiro. Acreditem que aquilo está pela hora da morte...

Quando sai uma noticia num jornal a dizer que o FC Porto roubou um jogador ao Benfica, acreditem que fico absolutamente contente... É por estes roubos que o FC Porto, ano após ano, vai ficando cada vez mais endividado, em dificuldades para honrar os compromissos com terceiros e com os jogadores. Sim, há ordenados em atraso no FC Porto. O FC Porto quando rouba um jogador ao Benfica significa que pagou pelo jogador o dobro do que o Benfica ofereceu, sem falar nas comissões declaradas e aquelas que passam por baixo da mesa. Com esta politica o FC Porto irá implodir, mais ano menos ano. Se o Benfica conseguisse vencer um bi-campeonato rebentava com aquilo tudo.

1 comentário:

  1. E até aposto que no negócio Moutinho/James está incorporada parte da dívida do atlético aos corruptos pelo Falcão...

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado