Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

terça-feira, 16 de julho de 2013

Balanço de três jogos

Bem, antes de mais quero começar por dizer, ou melhor, lembrar a alguns adeptos que estes jogos mais não foram do que treinos para melhorar a condição física e ritmo de jogo jogando. Como tal é perfeitamente natural alguns passes errados, falta de velocidade e aquela sensação de que os jogadores querem ir ou fazer mas as pernas ainda não deixam.

No global tenho a dizer que a equipa jogou um pouco diferente do habitual, com o segundo avançado bem mais recuado e a organizar jogo, excepção feita neste último jogo que voltámos à forma do ano passado. Portanto, nos primeiros dois jogos jogamos mais num 4x2x3x1 e hoje jogamos no habitual 4x4x2. Já disse que o ideal será o 4x2x3x1 mas já estou a ver que aos poucos a coisa irá ficar-se pelo 4x4x2. Isto tudo para dizer que no ataque e nos processos ofensivos estou absolutamente descansado, a qualidade no ataque é tal que acredito que iremos marcar golos.

O problema até agora é aquele que sempre existiu, as transições defensivas. Muitos já começam a falar no Cortez e já começam a queimar o jogador. Pois eu não vou alinhar em tal coisa porque acho o jogador tecnicamente evoluído mas comete alguns erros posicionais que serão facilmente corrigidos. Aquela bola que levámos no poste por exemplo, bastaria o Cortez ter fechado um pouco mais ao meio e aquele passe não entrava.

O meu maior problema prende-se numa coisa que eu assisti o ano passado e aconteceu novamente nesta pré-época que é a movimentação na esquerda do ataque do Benfica. O que acontece é que Cortez sobe no terreno transformando-se num extremo e Gaitan vai para o meio o que faz com que na esquerda fique um buraco do tamanho do Mundo e é por aí que normalmente os adversários criam perigo. A juntar a isto temos uma subida do Djuricic quando vê Gaitan ao meio e Enzo ou Matic sobem para apoiar Gaitan, ficando somente Matic ou Enzo para cobrir o meio e a lateral esquerda, por isso é que vemos muitas vezes o Benfica sofrer contra-ataques em que a nossa defesa fica em inferioridade numérica. A forma como a equipa se posiciona ofensivamente expõe demasiadamente a equipa. Há formas de posicionar a equipa em termos ofensivos de forma a garantir as coberturas necessárias para que quando perdemos a bola podermos fazer uma transição ataque-defesa bem mais efectiva, organizada e eficiente.

Este último ponto é o que mais me preocupa mas há malta que continua a insistir que o problema é do Melga não ser lateral para o Benfica e de este Cortez ser um buraco a defender. A minha opinião é que estão todos a ver a árvore e não a floresta. As movimentações ofensivas do Benfica deixam expostos os flancos, mais o esquerdo porque Salvio normalmente não vai para dentro quando Máxi sobe como o Gaitan faz quando Cortez sobe. Portanto, tanto faz terem lá o Cortez, como o Coentrão ou o melhor lateral do Mundo porque o buraco estará sempre lá porque não é causado pelo jogador mas sim pela dinâmica ofensiva da equipa.

2 comentários:

  1. patriarca disse:


    Socorro!!!
    Socorro !!!
    Socorro!!!!
    Guarda-redes precisa-se URGENTEMENTE !!!

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado