Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Há coisas que não entendo no Benfica

Como é que é possível ter na BTV como comentador um individuo chamado Hugo Leal? Como é que é possível? Não havia mais ninguém? Ainda se ele tivesse pedido desculpas aos sócios e adeptos pelo seu comportamento porque era um jovem na altura e que não foi bem aconselhado e tal, ainda vá, agora assim sem mais... Não há mais nenhum ex-jogador que não tenha cuspido no Benfica disponível para comentador? Quem virá a seguir? O Paulo Sousa? Depois de ter visto em directo o Pacheco a dar uma entrevista à BTV em plena zona VIP do Estádio da Luz, acredito que não faltar´+a muito para que assuma algum papel de comentador na BTV, A sério que há coisas que não entendo...

Entretanto, fica aqui a novela da saída do Hugo Leal do Benfica:

"SETEMBRO 98

O vice-presidente do Benfica, José Manuel Capristano, anuncia a intenção do Benfica em renovar contrato com Hugo Leal. O jogador diz-se satisfeito e adianta: "Espero ser beneficiado com a renovação."

O Benfica apresenta uma proposta ao jogador, que ficou de estudá-la. José Manuel Capristano salienta a intenção do clube em não promover qualquer "boom" salarial. Hugo Leal afirma que não teve qualquer contacto com representantes de clubes estrangeiros.

NOVEMBRO 98

A notícia surge como uma "bomba" na Imprensa: o jogador já teria assumido um compromisso com o Atlético de Madrid, por cinco anos, entrando em vigor no ano 2000! Vale e Azevedo, imperturbável, diz ter conhecimento do interesse do clube espanhol. "Não é novidade para mim", revela, adiantando não acreditar no compromisso, pois Hugo Leal está vinculado até... 2004: "Não é um pré-acordo, mas um contrato, completamente legal."

Surgem notícias do interesse de outros clubes espanhóis. Segundo a Reuters, o Barcelona estaria disposto a pagar 2,4 milhões de contos pelo jovem benfiquista. Ao mesmo tempo, confirma a existência do pré-acordo com o Atlético de Madrid.

DEZEMBRO 98

Hugo Leal torna-se embaixador da escola de futebol do Benfica, numa cerimónia aproveitada pelos responsáveis do clube para homenagear o atleta, formado na Luz. O jogador diz-se sensibilizado: "Tudo isto serviu para demonstrar que o Benfica é o meu clube bem como o amor que eu sinto por tudo isto." Porém, os valores do contrato-promessa que parece segurá-lo até 2004 são muito baixos: na última época, a mensalidade não ultrapassará os 800 mil escudos...

Miguel Angel, director-geral do Atlético de Madrid, desloca-se a Lisboa para falar com Vale e Azevedo. O presidente do Benfica apresenta o segundo contrato, dando conta de que já fora registado na FPF e na Liga de Clubes. O Atlético de Madrid parece disposto a alterar a sua estratégia.

JANEIRO 99

Num aparatoso acidente na auto-estrada para Cascais, Hugo Leal sobrevive incólume, quase por milagre. Uma hora depois de ter sido eleito o melhor jogador em campo no E. Amadora-Benfica.

FEVEREIRO 99

Acentuam-se as divergências entre clube e jogador. Hugo Leal defende que o seu contrato termina na próxima temporada, o Benfica insiste que é em 2003. José Manuel Capristano avisa o jovem jogador: "Gosto muito do Hugo Leal, mas ele não é advogado e o meu presidente é."

"Já me ofereceram o triplo daquilo que pedi ao Benfica", revela o jogador, adiantando que continua a dar prioridade ao Benfica. O clube da Luz, entretanto, decidiu pedir à FIFA a confirmação da legalidade do vínculo contratual.

Vale e Azevedo mostra-se disponível para rever o contrato do jogador, mas dentro da política do clube de contratos por objectivos. E defende não existir qualquer imbróglio jurídico: "Existem dois contratos assinados pelo jogador e pelo pai, como representante, em notário. Por ter menos de 18 anos é que o pai interveio. Não há qualquer impedimento, está tudo legal."

Uma diferença de dois mil contos por mês emperra as negociações para a renovação do contrato. O jogador iria receber 25 mil no Atlético de Madrid, mas pediu 13 mil ao Benfica. O clube da Luz subiu a sua proposta para um limite de 11 mil...

MARÇO 99

O jogador solicitou à Comissão Arbitral Paritária um esclarecimento sobre a duração do seu contrato com o Benfica. Enquanto isso, continuam a negociações para renovação. Segundo o empresário, Jorge Mendes, a novela aproxima-se de um final feliz: "Poderemos ter um desenvolvimento positivo."

ABRIL 99

Jupp Heynckes, futuro treinador do Benfica, considera Hugo Leal um novo Lotthar Matthaeus.

MAIO 99

A Comissão Arbitral Paritária toma uma decisão sobre o caso, esclarecendo que o contrato de Hugo Leal com o Benfica termina no ano 2000"

Sem comentários:

Enviar um comentário

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado