Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Em surdina....



Portugal 3 de Outubro de 2014

O CM lançou hoje a próxima novela em torno do treinador do Benfica, como aliás anda há anos a fazer através de artigos de opinião ou notícias “maquilhadas” e sempre orientadas contra o treinador. Não contra a Direcção e Vieira pois como se sabe, a Cofina tem boas relações com eles e até promoveu Pedro (em) Guerra (com todos), um “talibã” vieirista que já se deu ao desplante de ligar para a BTV com nome camuflado, apenas para tecer loas à gestão do muito ilustre, nas palavras dele, Filipe Vieira. Que já agora, também é quem lhe paga o salário na BTV.
De acordo com a “notícia” do CM, subscrita por António Pereira, que só por mero acaso é adepto do SCP, Jesus está a ser contestado em surdina pela forma como tem abordado a participação do Benfica na Champions. Segundo “testemunhos” que o jornalista do SCP conseguiu obter, em surdina, criticam o facto de manter o modelo de jogo do campeonato nacional na Champions League, sugerem que os jogadores têm uma atitude passiva nos jogos por causa do discurso do treinador, e outros ainda questionam as exibições de Júlio César, Jardel e Cristante embora refiram que eles não são os maiores culpados.
Como alguns sabem e muitos mais continuam a não querer saber, esta malta da comunicação social move-se bem entre as hostes benfiquistas, sabendo quem devem e que não devem contactar, sempre que alguma coisa corre mal. No que diz respeito ao futebol, a perspectiva é sempre empolar o que está mal, para criar a confusão generalizada e impedir que se pense racionalmente na procura das melhores soluções.
No Benfica há quem goste deste estado de coisas. Em particular a Direcção, pois enquanto a comunicação social “bate” no treinador e nos jogadores, não bate nas opções de gestão e de estratégia dessa mesma Direcção. Parece até haver um pacto com a comunicação social: “quanto à equipa de futebol, sirvam-se. Quanto à Direcção alto e pára o baile”.
Voltando ao jogo da Alemanha, é bom recordar que em mais de 50 anos, apenas por 2 vezes ganhamos lá, ambas com Jesus a treinador e Cardozo a marcar golos (Estugarda e Leverkusen). Contra o Bayer também jogaram Garay, Luisão, Urreta, André Gomes, Gaitan, Melgarejo, Matic, Ola Jonh e Artur Moraes. Suplentes utilizados, Enzo Peres, Lima e Sálvio.
Claro que na perspectiva dos que criticam Jesus em surdina, antes do jogo este seria um 11 de “invenções”. Urreta em vez de Sálvio? André Gomes (2 anos mais “puto”) em vez de Enzo Peres? Ah, ganhamos e como tal, Jesus não inventou. Pelo contrário, descobriu os talentos de Urreta e André Gomes. Se não ganhasse, já tinha inventado. O benfiquista da “surdina” é apenas um mau adepto, pouco sabedor das coisas do futebol mas com mania que sabe.
Também é bom lembrar que essa equipa que ganhou lá, tinha saído da Champions e como tal, levava muitos jogos em cima das pernas. Ao contrário da que agora perdeu 3-1, que fez apenas o 9º jogo oficial com metade da equipa sem ter feito a pré-temporada (Luisão, Jardel, Cristante, Samaris e Júlio César), ou terem jogado pouco tempo nesses jogos (Derlei)!
Mas os da surdina, os mesmos que alimentam a critica que nos consome, há anos, acham que nada disto é relevante. E que o ordenado de Jesus é suficiente para transformar Jardel em Garay, Cristante ou Samaris em Matic ou até Fejsa, Talisca em Cardozo. Mas não é! E o stock do “manel” esgotou...
Mas o mais surpreendente dos críticos da surdina, é contestarem Jesus por usar a mesma táctica nas competições nacionais, e nas europeias! Depois de 5 anos à frente do futebol do Benfica, só agora repararam! Mas foi com essa forma de “armar” as equipas que perdemos 4-1 em Liverpool, 2-0 no Shalke04, 3-0 com o Happoel, 2-1 em Moscovo contra o Spartak e na época passada empate 1-1 em casa e derrota 1-0 fora contra o Olimpiakos. Infelizmente nessa altura ninguém reparou, excepto eu e mais uma meia dúzia de adeptos atentos!
Mas não foi por aí que perdemos e que demos uma má imagem do Benfica. Como já tínhamos dado na tal pré-temporada que os avençados da BTV e alguns comentadores “lambe botas” defendem como tendo sido positiva. Perdemos e vamos perder mais vezes, na Champions pelo elevado grau de dificuldade da prova, neste ou noutro grupo, uns mais outros menos, porque na alta competição não há lugar para amadorismos na preparação das equipas, nem lugar para quem acha que num ano pode levar uma equipa, e noutro levar outra que é 50% diferente e mais barata.
Isto é que se devia discutir, não em surdina, mas alto e bom som, para que se pudesse avaliar qual o modelo desportivo e futebolístico do Benfica e porque para além de se vender quase todos os jogadores que são interessantes para o mercado do futebol, ainda se “dão” praticamente dados, sem explicação plausível, jogadores de categoria mundial como Garay, e jogadores importantes na manobra atacante do Benfica, como Cardozo, para apostarmos em César da 2ª divisão brasileira, e Talisca (4 milhões) que não é um jogador posicional como Cardozo (para além de ser jovem e estar em fase de aprendizagem do rigor táctico do futebol europeu).

2 comentários:

  1. tempos dificeis são e bom ser eles ! companheiro ! ........falta o melhor de tudo

    ResponderEliminar
  2. Um dos maiores talibans do Benfica, aziado por lhe terem retirado o tacho com o VA, a chamar talibans aos que defendem o Benfica? Foda-se que há limites para o descaramento!

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado