Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Olhem para o que eu digo e não para o que faço....



Portugal 6 de Janeiro de 2015

Retirado do CM online em 04.01.2015 11:15 “Casal de burlões engana idosos. Um homem e uma mulher, "bem vestidos e bem falantes", levaram as vítimas a entregar-lhes 50 euros a pretexto de que o próprio filho precisava do dinheiro
O ano mudou e o Presidente da nação benfiquista deu uma entrevista ao jornal que dizem ser o “Pravda” português, onde abordou diversos temas da actualidade desportiva do clube e da SAD. Confesso que tenho alguma dificuldade em avaliar o desempenho do Sr.º Vieira neste tipo de entrevistas, pois o que leio das suas palavras não condiz com o que vejo pelos meus olhos. Depois fico na dúvida. Serei eu que sou um burro mal intencionado, ou será que é ele que é mentiroso?
Comecemos com a frase “vou entregar o clube muito melhor do que recebi” que reporta directamente ou para a gestão de Manuel Vilarinho (2000-2003), ou para a gestão de João Vale e Azevedo (1997-2000). Não sendo claro a quem se refere, uma vez que se de facto recebeu o clube de Manuel Vilarinho, não me parece que o conteúdo assassino da mensagem tenha como destinatário o presidente mais alcoólico do Benfica.
Analisando as contas da época 2000/2001, as primeiras do consulado de Vilarinho e que se reportavam ao último ano de mandato de João Vale e Azevedo, diz o relatório, 7ª parte, por baixo do quadro do Passivo, escreveram: “fruto do conjunto de correcções efectuadas, e referentes a exercícios anteriores, os capitais próprios reflectem um substancial agravamento passando de - 392 814 cts para – 5 940 253 cts”.
Basicamente o que isto queria dizer é que o estado de falência técnica da situação do Clube se agravou com a gestão de Vale e Azevedo, após serem feitas correcções pela gestão de Manuel Vilarinho. E essa “medida” de falência técnica passou de, em euros, grosso modo, de 1,5 milhões de euros em 2000 para 29,5 milhões de euros em 2001 e após correcções às contas anteriores.
Ora se consultarmos o relatório e contas do Clube referente à época 2013/2014 constatamos que os capitais próprios foram de – 96 milhões de euros! Mais de 3 vezes superior ao que deixou Vale e Azevedo, o tal que quase fechou o Clube (diziam os “notáveis”).
Se o Sr.º Vieira diz que deixará o clube em melhor situação do que aquela que recebeu, uauu, devem estar a aparecer umas surpresas na gestão do Clube, ou quem sabe, brevemente será anunciada a descoberta de uns poços de petróleo nas imediações do estádio ou do Centro de Estágios do Seixal.
Tenho de ironizar com isto, porque a farsa que vivemos no Clube/SAD é tão grande, que não dá para levar a sério. É que para o Clube poder ser entregue a quem vier a seguir em melhores condições económico-financeiras, seria necessário que o Estádio fosse do Clube e a SAD pagasse renda, como foi aprovado em Assembleia-geral. E já não é! Seria necessário que a BTV fosse do Clube, como quando foi criada, e já não é! Seria necessário que o Clube recebesse as receitas do Museu (como recebeu as despesas de construção), mas não recebe pois vão para a SAD! O Clube neste momento tem apenas “pele e ossos”, porque “a carne” foi transferida para a SAD através daquelas tão elogiadas operações financeiras em que o Sr.º Vieira e o Dr.º Soares Oliveira são especialistas. Com a anuência da tropa de “notáveis” que sempre estiveram na linha da frente contra Vale e Azevedo. Adiante.
Mas o Sr.º Vieira também referiu nessa entrevista que vamos apostar mais na Formação e até fixou um objectivo: ter 4/5 jogadores da Formação na equipa principal. Confesso que estive tentado a acreditar. E até pensei que ando a ser injusto com as apreciações que faço ao Sr.º Vieira. Contudo 2 depois da entrevista, as notícias davam conta do empréstimo de Hélder Costa e Lindlof ao Gil Vicente, e aí voltei a cair na realidade. A somar às dificuldades do Benfica em decidir pela renovação com o Gonçalo Guedes, decisão aparentemente tomada após o assédio de “colossos” europeus ao jovem jogador, e não porque tivessem percebido o potencial do jogador. E também, a somar à presença de um tal de Mukthar, da Formação do Hertha de Berlin que veio assinar contrato com o Benfica um dia após a referida entrevista.
Convenhamos que é dose. Primeiro, Vieira diz que vai apostar na Formação mas empresta ou cede os melhores jogadores da Formação, aqueles que naturalmente seriam candidatos a ser bem sucedidos na equipa principal. Segundo, Vieira diz que aposta na Formação mas contratou um jovem de 19 anos da Formação do Hertha de Berlin para vir concorrer com os jovens da Formação do Benfica. Terceiro, os próprios empréstimos dos jovens jogadores do Benfica evidencia um casuísmo incompatível com planeamento ou estratégia: quem tem em comum o Mónaco (Bernardo Silva), Valência (João Cancelo) ou Gil Vicente (Hélder Costa)?
Obviamente também não posso deixar de adicionar a esta “colecção”, a recente frase que “ser campeão europeu era a melhor homenagem (a Eusébio)”. No ano em que vendeu meia equipa que conseguiu alcançar a final da Liga Europa, em duas épocas sucessivas, esta referência de Vieira deixa-me sem palavras.
Quem acompanha a comunicação social, sabe que nas peças que falam das “façanhas” dos burlões, normalmente estes vestem bem e são de boas falas....

3 comentários:

  1. E qual é o passivo financeiro do clube (ou seja, quanto dinheiro deve o clube à banca), sabe-me indicar?

    E os lucros/prejuízos do clube nos últimos anos, já agora.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  2. De acordo com o que foi publicitado, o passivo financeiro ou bancário seria de ZERO e de acordo com os mesmos resultados, existem lucros em vários dos últimos anos. Como não sou um estudioso da matéria ou isso não me serve para analisar o trabalho das sucessivas Direcções de Vieira, não sei quantos anos d elucro tivemos recentemente.

    O qu elhe poderei dizer, caso queira saber, é quanto devemos a fornecedores agora e quanto deviamos a fornecedores em 2000. Não porque me interesse comparar com o último exercicio da Direcção de Vale e Azevedo, mas porque me interessa comparar com a situação em que o Clube era dono do estádio e a marca não se encontrava penhorada em vários negócios que serviram para conquistar 3 campeonatos em 13 épocas.

    ResponderEliminar
  3. Ainda não conhecia este blog glorioso, o meu comentário só tem uma finalidade: desejar-te muito sucesso (muitos visitantes), precisamos de todos os blogs possíveis do Benfica, tens aqui um assíduo seguidor, força!

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado