Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Sporting passa no fair-play financeiro por pouco

 
"A contingência para a Sporting SAD é de 75% do valor da transferência do Marcos Rojo (Euros 20 milhões), adicionada do valor do “Funds minimum interest fee” relativo ao Jogador Zakaria Labyad, no montante de Euros 3.150 milhares, e uma indemnização a quantificar pelo TAS/CAS que depende de variáveis (entre as quais a inclusão da cedência temporária do jogador Nani e respectiva valorização), havendo sempre lugar à dedução de Euros 4,5 milhões já liquidados pela Sporting, SAD à Doyen.
 
A Sociedade obteve igualmente um parecer jurídico de uma entidade externa internacional, o qual conclui que o risco de perda para a Sociedade não é necessariamente provável, tendo em consideração os argumentos jurídicos apresentados pela Sociedade.
 
Atendendo aos factos e fundamentos legais invocados na acção interposta pela Sporting SAD, a mesma entende que deste processo não resultarão impactos negativos materialmente relevantes, susceptíveis de afetar as suas demonstrações financeiras em 30 de Junho de 2015."
(Relatório e Contas do Sporting Clube de Portugal 2014-2015)

O Sporting estava obrigado a apresentar neste exercício um lucro de 5 milhões de euros para evitar que a UEFA os castigasse com a exclusão das provas europeias na próxima época.

A Sporting SAD conseguiu um lucro de 19.333.000€, se descontarmos os 10.500.000€ que devem à Doyen (15.000.000€ por 75% - 4.500.000€ já pagos), mais os 3.150.000€ do Labyad, a SAD teria um lucro real de 5.350.000€, o que representa que ficaram somente 450.000€ acima do fair-play financeiro.

Isto tudo também significa que apesar de terem melhorado em muito os resultados relativamente a anos anteriores, o Sporting continua com enormes dificuldades e com o maior investimento feito este ano sem receitas da Champions e, para já, sem um patrocinador oficial, estou convicto que terão de vender alguém em Janeiro para continuarem com as contas minimamente equilibradas. Uma má campanha na Liga Europa, ou um campeonato em que fiquem para trás cedo, pode levar a uma enorme quebra nas receitas de bilheteira e prémios da UEFA o que poderá agravar ainda mais a situação actual. Se juntarmos a isso, e fazendo fé que o Sporting tem provisionado pelo menos os 10 milhões que pode ter de pagar à Doyen, uma indemnização de alguns milhões à Doyen, se perderem o caso, então as coisas ficam mesmo muito, muito apertadas. O Bruno de Carvalho está a jogar no risco, está a fazer equilibrismo na beira do precipício, vamos ver se cai ou se se consegue aguentar...

Sem comentários:

Enviar um comentário

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado