Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

quinta-feira, 3 de março de 2016

Hipocrisia, Mentiras e Novas Tecnologias



Portugal 3 de Março de 2016

1.Hipocrisia
O presidente do SCP virou uma autêntica “picareta” falante. Fala todos os dias, através do seu tweeter, que a trampa azul esverdeada, perdão, a comunicação social lisboeta, destaca com grande fervor jornalístico. E clubístico como já se percebeu.
O homem fala de tudo e de todos, dando a sensação que é um “santo no altar”, que dele ninguém pode dizer o que quer que seja, pois ele não faz nada que possa ser sujeito a critica. Contudo quem tanto escreve e a quem tanto tempo de “antena” é dado, comete vários erros e demonstra aspectos do seu carácter que o colocam na categoria de pessoas que Pimenta Machado uma vez classificou: de fato limpo e cuecas sujas.
Bruno de Carvalho não aceitou de bom grado que o Benfica pedisse um processo sumaríssimo para Slimani por ter agredido Samaris sem bola, com cotovelada na nuca/cabeça, no jogo da Taça de Portugal. É o mesmo BdC que defende com grande ênfase o recurso aos meios tecnológicos para correcção de erros de arbitragem, sabendo que a competência de alterar as regras das provas é do International Board. Revela pois uma dupla hipocrisia nesta matéria: 1) porque sabe que nem o apoio da FPF ou do Benfica poderão alterar as regras da prova, 2) porque num caso em que vê “alvejados” os interesses do seu clube com o recurso aos meios que ele defende, acaba por reagir de forma pindérica apresentando queixa contra jogadores do Benfica em cerca de 10/12 lances que ocorreram no jogo do campeonato e no jogo da Taça.
Mas a sua hipocrisia não se fica por aqui e pode dizer-se que é um “estado de alma” deste dirigente e deste SCP. Afinal veio-se a saber que apresentaram queixa contra Messi, opps, Renato Sanches por supostamente ter agredido um adversário do Belenenses num movimento natural de braço, tendo o adversário pelas costas, tendo a bola dominado, e tendo o árbitro plena visão do lance. Ou seja, uma queixa que estava condenada ao insucesso, mas que ainda assim foi feita pelos mesmos que através de Sousa Cintra pediram uma sublevação nacional caso Slimani fosse castigado e não jogasse no derby.
Por aqui se vêem níveis de hipocrisia do SCP estão a atingir níveis de perigosidade idêntica aos riscos de demência.
2. Mentiras
Todos os anos o Benfica atribuiu as águias de platina, ouro e prata correspondentes a adeptos com 75, 50 e 25 anos de associado. A notícia este ano foi que Vieira, o actual presidente do Benfica, recebeu a sua águia de ouro, no que foi o mais deprimente episódio deste “novo” Benfica que tinha uma qualquer estratégia para o futuro, que em 14 épocas ganhou apenas 4 campeonatos e deve 280 milhões de euros em compromissos financeiros. E digo deprimente porque a águia de ouro atribuída a Vieira foi baseada numa das muitas falsidades que têm caracterizado este Benfica do BES e PT (primeiro), Olivedesportos e Jorge Mendes depois. Para se chegar à águia de ouro, primeiro tem de se ganhar a águia de prata. Ora em 1991 o Sr.º Vieira não recebeu qualquer águia de prata!
Efectivamente uma investigação feita aqui num blogue, concluiu que em 1991 os nomes os sócios que hoje estão antes e depois do número de Vieira, já lá estavam, mas o dele não estava! Sinal que após a eleição de Vilarinho (ou Damásio?) foi dado a Vieira um número falso que não corresponde à sua inscrição como sócio.
Como adepto fico triste por ver que os mesmos notáveis que atiraram “pedras” a Vale e Azevedo durante 3 anos, ele que herdou um clube falido e sem receitas televisivas por terem sido antecipadas por Manuel Damásio, agora perante a clareza da situação que conduz a esta vigarice, permanecem mudos e quedos. Ninguém faz nada. “Quo vadis” Benfica, pergunto outra vez...
3. Novas tecnologias
É um assunto que continua na agenda do dia, mas para os responsáveis do SCP, é um tema que só é invocado em situações de arbitragem dúbias que supostamente favorecem o Benfica. Óbviamente que nas situações dúbias ou até claríssimas, que prejudicam o Benfica, como os 3 penaltys tirados ao Benfica contra o SCP na Luz ou contra o Rio Ave também na Luz, aí o SCP não fala das novas tecnologias. E também não fala como quando agora em Guimarães, viu um seu jogador ser poupado ao 5º amarelo, William Carvalho, e viu um penalty ser perdoado ao SCP no último minuto do jogo.
Alguns dos leitores irão interrogar-se: mas o WC estava “à bica”? Pelos vistos estava, mas a trampa azul esverdeada apenas deu destaque aos 3 jogadores do Benfica (Renato, Eliseu e André Almeida), e do SCP, ao Slimani. Adrien Silva e WC, esses passaram entre os “pingos da chuva”. Um lesionado, outro porque ninguém sabia.
A hipocrisia e a mentira nunca serão anuláveis com as novas tecnologias...

5 comentários:

  1. o WC não estava à bica, já tinha era um amarelo e seria expulso!

    ResponderEliminar
  2. Suponho que vais apresentar provas do que afirmas no ponto 2. São acusações demasiado graves para serem feitas assim, sem nada provar.

    ResponderEliminar
  3. Não será que aquando dos 25 anos o LFV não tinha as quotas em dia e não recebeu a Águia de Prata mas mais tarde fez a regularização pagando todas as quotas em atraso (recuperando o número) e agora tem pleno direito a receber a Águia de Ouro?

    ResponderEliminar
  4. No seguimento do comentário do António Viegas:

    Até porque mesmo que não tenha recebido a Águia de Prata, isso não quer dizer que não fosse sócio de 25 anos de antiguidade.

    Tenho um exemplo bem próximo de mim de alguém nas mesmíssimas circuntâncias: Podia e não foi receber a Águia de Prata, por ter quotas em atraso e não ter querido regularizar o pagamento.

    abraço

    ResponderEliminar
  5. Porque no te callas Vale?

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado