Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

terça-feira, 5 de abril de 2016

Taça, Balanço e Humildade



Portugal 5 de Abril de 2016

Taça de Portugal em Andebol
Que mais dizer sobre a conquista da Taça de Portugal em Andebol? Pouco... As palavras sobram para quem viveu as emoções de uma conquista histórica. De facto não há memória da equipa menos favorita das três ditas grandes, conquistar essa valiosa saladeira, como alguns derrotados lhe chamam. Não há memória de para além disso, o ter feito com golos nos últimos segundos do prolongamento.
Está de parabéns a Secção, mas especialmente o treinador Mariano Ortega que aceitou o desafio que lhe foi colocado de renovar completamente a equipa. Depois desta vitória in-extremis, quem é que ainda se lembra de Carlos Carneiro, Cláudio Pedroso, Areias, e tantos outros que nos últimos anos fizeram parte da equipa? Estamos gratos pelo seu profissionalismo mas a ruptura com o passado recente foi melhor para nós. Para já. A seguir vamos ver se conseguimos eliminar o “todo-poderoso” e heptacampeão, FCP e aí sim, a presença na final do campeonato seria a “cereja no topo do bolo” deste processo de renovação completa da equipa, e acima de tudo, renovação de mentalidades que predominavam nessa Secção algo bafienta.
No final tinha de vir o imbecil de serviço, o Mr. Burns (dizem que ganha 25 mil por mês) a picar o SCP no tweeter, sem qualquer necessidade. O SCP respondeu e ele remeteu-se ao silêncio dos covardes. Se o SCP acusou a dupla de arbitragem de ter praticado a modalidade no Benfica, o que é grave, isso sim merecia um desmentido. Mas o Mr.Burns é perito em criar incêndios e deixar as labaredas para os outros apagarem...
Balanço do futebol
Após a fantástica vitória sobre o Braga, a outra boa notícia foi a derrota do FCP em casa com o Tondela, deixando-nos mais próximos do objectivo “entrada directa na Champions League”.
Se o jogo com o Braga podia ter começado mal, com duas boas situações de golo dos adversários, a equipa depois “encarrilhou” e impôs a sua superioridade. Foram 5 golos, como podiam ter sido mais um ou dois, o que seria pesadíssimo para um Braga personalizado e com uma atitude positiva durante todo o jogo (não foi por acaso que marcou 2 golos ao SCP e depois perdeu com 1 penalty duvidoso no último minuto).
As partes menos boas são: 1) verificar a existência de alguns erros de posicionamento, de jogadores que não vou mencionar, que a sucederem-se com o Bayern poderão levar-nos a uma derrota pesada. Esperemos que não, 2) será que o actual FCP pode tirar pontos ao SCP dando-nos folga na luta pelo título?
Humildade
Como se sabe Bayern é das equipas mais fortes que têm marcado presença na Champions League. Tem um plantel valioso e naturalmente dispendioso. Não procurei saber, mas estaremos a falar de um orçamento superior a 125/150 milhões de euros por época, contra os nossos 40/45 milhões.
Apesar do passado recente e da valia do seu plantel, o treinador Guardiola fez uma antevisão ao jogo manifestando-se preocupado pela qualidade do que viu nos jogos que observou. Elogiou o Benfica salientando que não jogamos à defesa, e viu bem algo que a mim não me parece bem (passe o pleonasmo) em confrontos na Champions, e que são os cerca de 20 metros que existe entre a linha defensiva e o guarda-redes.
A humildade mostrada por Guardiola deve ser enaltecida. Se fosse cá um treinador do Benfica a dizer o mesmo sobre um adversário como o Setúbal ou Paços de Ferreira, é possível que a critica lhe caíssem em cima com a “falta de coragem”, “medo” e outros rótulos que marcaram muitos treinadores que por cá passaram.
E contudo ele foi inteligente ao fazê-lo porque é o líder da equipa e qualquer mensagem sua é assimilada pelos jogadores de forma mais positiva ou menos positiva. Ora ele sabe que existe algum excesso de confiança nos jogadores e adeptos, que é sempre negativa para o desenvolvimento do seu bom futebol e que pode criar condições para que a surpresa aconteça.
Por outro lado ao registar que viu a defesa do Benfica subida 20 metros, percebeu como jogamos e mostra que não está a “dormir”. A táctica de mais logo à noite irá contemplar, seguramente, um antídoto a essa nossa forma de jogar, e a ser assim, se eles alterarem o seu modelo de jogo para se adaptarem ao nosso modelo de jogo, o efeito surpresa do nosso lado poderá não acontecer.
Como já mencionei anteriormente. Para mim o Bayern sendo uma das 3 equipas mais difíceis em prova, a par de Real Madrid e Barcelona, é a que me parece dar-nos mais ilusões de passarmos. Contudo vejo que Guardiola esta demasiado atento e razoavelmente humilde perante o desafio que nós somos para eles, e com isto poderemos perder todos os trunfos que tínhamos para esta eliminatória.

Sem comentários:

Enviar um comentário

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado