Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Factos e curiosidades do tri...



Portugal 20 de Maio de 2016

Dizer que fomos campeões com o recorde de pontos alcançados desde que a vitória vale 3 pontos, 88, e os campeonatos passaram a ter 34 jornadas é limitativo do que se passou na edição do campeonato que deu o tri ao Benfica. Esta equipa do Benfica, conseguiu para além do impensável – à 8ª jornada – tricampeonato, também esse recorde de pontos, de golos marcados, 88 (86,3%), e melhor goal-average com 66 golos de diferença (88-22 que dá média de 2,59-0,65 por jogo), embora neste caso sem recorde. Batemos o recorde de pontos numa volta, perdendo 3 na 2ª volta, que equivale a 0,06 pontos por jogo!
O recorde do goal-average pertence a Jorge Jesus na época passada com 70 golos de diferença (86-16 que dá a média de 2,53-0,47). Nesta época 2014/2015 o FCP teve a melhor defesa com 13 golos, mas apenas conseguiu fazer 82 pontos com 74 golos marcados. O SCP de Marco Silva fez 76 pontos, menos 10 do que o actual SCP de Jesus. E menos 9 do que o Benfica de Jesus (83,3%). O Benfica foi campeão com 4 empates e 3 derrotas, perdendo pontos em 7 jogos contra os 5 jogos onde foram perdidos pontos esta época. Jonas marcou 20 golos (1 de penalty) em 27 jogos, e Lima marcou 19 golos (3 de penalty) em 34 jogos. Ganhou a bola de prata Jackson do FCP cm 21 golos (1 de penalty) em 30 jogos.
Na época de 2013/2014 fomos campeões com 74 pontos em 30 jogos (82,2%) e um goal-average de 40 golos, com 58-18 (média de 1,93-0,6 por jogo). Perdemos pontos em 7 jogos. Tivemos o melhor ataque e a melhor defesa, ficando o SCP de Leonardo Jardim em 2º lugar com menos 7 pontos e um goal-average de 54-20. Os melhores marcadores do Benfica foram Lima com 14 golos (3 de penalty) em 28 jogos, Rodrigo com 11 golos em 26 jogos (nenhum de penalty) e Cardozo com 7 golos em 15 jogos, 2 de penalty. Ganhou a bola de prata Jackson do FCP cm 20 golos (3 de penalty) em 30 jogos.
Na época 2012/2013 perdemos o campeonato por 1 ponto, 77 (85,6%) contra 78 do FCP, com um goal-average de 57 (77-20, média de 2,57-0,67) contra 56 do FCP (70-14). O SCP ficou em 7º lugar com 42 pontos e um goal-average nulo (!) de 36-36... Ganhou a bola de prata Jackson do FCP cm 26 golos (4 de penalty) em 30 jogos, seguindo-se Lima com 20 (3 de penalty) em 29 jogos e Cardozo com 17 golos (8 de penalty) em 25 jogos.
Há certas conclusões que se podem tirar, mas antes recupero a presente temporada. Ao contrário do que o SCP falou, o clube com menos cartões amarelos mostrados foi... o SCP com 73. O Benfica teve 75 cartões amarelos e 2 duplos amarelos. Um deles a pedido. Já o SCP teve 4 expulsões directas, uma delas a um jogador substituído, e outras duas na sequência de penaltys assinalados contra, como seja João Pereira contra o Paços de Ferreira e Patrício contra o Tondela. Em ambas expulsões, o SCP perdeu pontos que nos ajudaram a ser campeões. Ou seja, a disciplina também ajuda a ser campeão e talvez por isso (um à parte) na época 2012/2013 tenhamos perdido para o FCP que teve 0 (zero) expulsões, directas ou por duplo amarelo, enquanto nós tivemos 3 expulsões directas...
Quanto à presente época, mais dados: o Benfica jogou 58mn em inferioridade numérica e 2mn (!) em superioridade numérica, o SCP dos “vouchers” jogou 90mn em inferioridade numérica e 240mn em superioridade numérica, e o FCP jogou 25-0, ou seja, desde há muitos anos, não beneficiou de nenhuma expulsão de adversário, e as que teve contra aconteceram ou nas compensações (duas) ou quando estavam a ganhar 3-0 (uma)! Perante estas evidências não percebi como o Mr. Burns deixou passar isto contra o SCP...
De referir também que nos jogos em casa o Benfica teve uma média de 50 322 espectadores por jogo e nos jogos fora levamos 16 814 (48 520 e 15 114 na época passada). O SCP teve 39 989 e 14 721 respectivamente (33 351 e 13 111 na época passada). O FCP em época de desastres, ficou com 32 324 e 12 100.
Quanto a penaltys a contabilidade ficou em 7-1 a favor e contra o Benfica (2-1 na 2ª volta, possivelmente fruto da pressão do SCP), 10-5 para o SCP (4-2 na 2ª volta) e 5-1 para o FCP (4-0 na 2ª volta). Por curiosidade na época passada ficamos com 6-3, o SCP com 7-3 e o FCP com 7-2. Para completar os anos do tri, na época 2013/14 ficamos com 9-4, o SCP com 10-4 e o FCP com 13-4! Em 3 épocas, Benfica 22-8, SCP 27-12, FCP 25-7. Alô Mr. Burns...
O Benfica foi campeão com mérito, competência, inspiração individual e colectiva, com o apoio de uma massa adepta que também sabe jogar e com alguma sorte nas incidências da época.
Já que o Sr.º Vieira deu os parabéns ao SCP orientado com o treinador que ele mandou para o Qatar, é de registar que nos 3 anos do anti-benfiquista primário Bruno de Carvalho, o SCP fez sempre mais pontos do que no ano anterior, tendo Jesus feito mais 10 pontos que Marco Silva e mais 19 (!) do que Leonardo Jardim. Os adeptos do Benfica mal formados, ingratos e nalguns casos burros, diziam que Jesus ganhava o que ganhava no Benfica porque tinha plantéis de luxo! Ora na 1ª época de SCP ele fez várias coisas melhor que no Benfica: fez 86 pontos coisa que nunca alcançou no Benfica, ganhou em casa do FCP, coisa que no Benfica só conseguiu na 6ª e última época, ganhou em Braga coisa que no Benfica só na 4ª época conseguiu, teve superioridade numérica em Braga, coisa que em 6 anos nunca teve no Benfica, beneficiou de 1 penalty tirado ao FCP em sua casa, coisa que nunca tinha acontecido em 6 anos de Benfica. Ora perante isto: ou o SCP tem melhor plantel do que o Benfica teve nos anos de Jesus, ou Jesus teve com o SCP melhores arbitragens do que no Benfica, ou a estratégia de comunicação/pressão do SCP é mais eficaz do que a do Benfica, que não existe, ou se existe é apenas para promover o Sr.º Vieira.
Perante estes dados não é difícil perceber porque razão o Benfica nunca teve um tetra campeonato...

Sem comentários:

Enviar um comentário

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado