Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Negócios à Benfica...



Portugal 13 de Julho de 2016

No penúltimo texto fiz uma ligeira abordagem sobre como se fazem grandes negociatas com direitos económicos de jogadores, utilizando para isso o Diogo Jota do Paços de Ferreira e citações retiradas da imprensa (como aliás tudo o que comparo). Hoje faço uma pequena reflexão sobre o que se passa no Benfica. Quem leu o texto anterior percebe a sequência do raciocínio. Quem não leu, deve ler antes de atirar “pedras”...
Retirei do prospecto obrigacionista publicado na CMVM o seguinte referente à época 2013/2014 e 2014/2015:
Alienação da totalidade dos direitos de económicos do atleta Rodrigo à sociedade Meriton Capital Limited, pelo montante de €30 milhões, que gerou um ganho de €12.642 milhares, após dedução: (i) de compromissos com terceiros; (ii) de gastos com serviços de intermediação; (iii) do efeito da atualização financeira tendo em consideração os planos de recebimento e pagamento estipulados e (iv) do valor líquido contabilístico do direito do atleta à data de alienação, no montante global de €17.358 milhares.
Alienação dos direitos de inscrição desportiva e da totalidade dos direitos económicos do atleta Kardec ao São Paulo FC, pelo montante de €4,5 milhões, que gerou um ganho de €1.004 milhares, após dedução: (i) de compromissos com terceiros; (ii) de gastos com serviços de intermediação e (iii) do valor líquido contabilístico do direito do atleta à data de alienação, no montante global de €3.496 milhares.
Aquisição dos direitos de inscrição desportiva e da totalidade dos direitos económicos do atleta Derley, num investimento total de €3.021 milhares, que engloba a aquisição dos referidos direitos, os encargos com serviços de intermediação e o efeito da atualização financeira tendo em consideração os planos de pagamento estipulados.
Alienação dos direitos de inscrição desportiva e da totalidade dos direitos económicos do atleta Markovic ao Liverpool, pelo montante de €25 milhões, que gerou um ganho de €6,8 milhões, após dedução: (i) de compromissos com terceiros; (ii) de gastos com serviços de intermediação e (iii) do valor líquido contabilístico do direito do atleta à data de alineação, no montante global de €18,2 milhões.
De salientar que as percentagens de direitos económicos referidas consideram a partilha de interesses económicos com entidades terceiras, resultante de alienações futuras. Adicionalmente, foram estabelecidos compromissos com terceiros, nomeadamente clubes, agentes desportivos ou os próprios atletas, no sentido de repartir o valor de futuros ganhos que venham a ser obtidos com a alienação dos direitos desportivos detidos pela Benfica SAD, mediante verificação de condições específicas definidas contratualmente.
Num texto de pequenas dimensões não dá para copiar muitos exemplos. Escolhi estes por me parecerem relevantes da forma como o Benfica está a ser gerido, ruinosamente mas com ganhos para muita gente que gravita em torno do futebol, e naturalmente o Sr.º Vieira como um dos “suspeitos” de ser “beneficiário” pois ninguém dá nada a terceiros se não ganhar qualquer coisa com isso. A não ser que seja indigente.
Como se vê o Benfica paga comissões na venda de jogadores (serviços de intermediação) mas surpreendentemente também na compra! Que se pague na venda, compreende-se pois o empresário promove o jogador e encontra clube comprador nas condições que o Benfica entende serem as adequadas. Mas pagar comissões na compra?
Outra característica desta gestão é a parte dos direitos económicos que assumidamente são divididos por vários (jogadores, empresários, outros), na antecipação de negócios futuros. O Benfica paga a aquisição dos jogadores e na antecâmara da sua venda, cede de forma economicamente gratuita, percentagem dos direitos económicos a terceiros, facilitando assim a circulação de elevadas somas de dinheiro, que correm de bolso em bolso, a maior parte das vezes através de off-shores. Como resultado disto pode concluir-se que muita gente ganhou dinheiro mas o Benfica perdeu com Markovic e Kardec que não renderam o suficiente para cobrir as despesas da sua contratação.
Adicionei o exemplo do Rodrigo para perceberem como o Benfica pode ser “mamado” de forma drástica, pois dos 30 milhões da venda dos direitos federativos, a SAD apenas lucrou 12,6 milhões!
Não é por acaso que apesar da máquina da propaganda em torno desta Direcção (apoiada pela comunicação social de Joaquim Oliveira e Jorge Mendes, mais o novo BES entre outros parasitas do Benfica), e apesar das vendas milionárias, o valor dos empréstimos obtidos (corrente e não corrente) em Dezembro de 2015 era de 308,8 milhões, ligeiramente inferior aos 309,8 milhões em Dezembro de 2014.

11 comentários:

  1. Caro Eagle: acho miserável este seu texto porque incompleto de forma intencional? Qual a percentagem do passe do jogador antes da sua venda era detida pelo SLB? a omissão deste facto, simples, leva-me a dizer que todos sabemos onde quer chegar E não é sua intensão informar os benfiquistas mas apenas contribuir para a sua desinformação... Passe bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dei o exemplo de 3 jogadores. O Rodrigo foi adquirido no pacote da venda de Di Maria para o Real Madrid. É lógico que pense que a percentagem de direitos económicos fosse 100% a favor do Benfica. QUanto a Markovic é público que o Benfica tinha 50%. Este jogador é exemplar das contas que se podem fazer: vendido por 25 milhões, pertenciam ao Benfica 12,5 milhões. Como o Benfica gastou 9 milhões em 50% do seu passe, óbviamente que o lucro de 6 milhões não tem a configuração que o comentário do leitor seguinte, sugere... Se o texto é miserável, ok, e depois deste pequeno esclarecimento, diga-me onde está o erro...

      Eu quero chegar aonde? Ao debate e ao esclarecimento.. e você não?

      Eliminar
  2. Este texto está incorrecto. Como toda a humildade Parece-me que ao faltam-lhe alguns conhecimentos financeiros.


    Basta para isso ver que o Benfica nunca diz que com a venda do Rodrigo por 30 Milhões lucrou 12,6M, mas sim que teve um ganho, ou seja uma mais valia de 12,6M.

    Lucro != Mais-valia


    Já agora há algum exemplo de um jogador onde o Benfica tenha cedido de forma gratuita percentagem de direitos economicos a terceiros ?? Sem nada em troca... É que não vi ai nenhum exemplo.

    O problema é o Benfica continuar a pagar cerca de 10% em comissões quando segundo a FIFA deveria pagar no máximo 3% o resto está tudo certo...Ninguém mete milhoes ao bolso como parece dar a entender o autor do artigo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se você admite que o Benfica paga 10% quando o que está regulamentado é 3% então você já tem alguma matéria para pensar qual o motivo para que Vieira aceite essas condições...

      Quanto ao seu raciocinio, não foi coisa que não tivesse pensado.. mas o exemplo de Markovic deita por terra essa argumentação. Comprados 50% dos direitos económicos por 9 milhões, foi vendido um ano depois por 25 milhões. 12,5 milhões foram para o Benfica. Como é que o Benfica lucrou então 6 milhões? Eu posso estar a cometer algum erro de avaliação mas você com o seu raciocínio não consegue explicar este caso do Markovic...

      Eliminar
    2. Quanto à cedência de percentagem de direitos económicos olhe, a primeira vez que me chamou a atenção que algo se pode fazer sem entradas de dinheiro foi com o jogador Sidnei. Mais uma contratação de Mendes que numa primeira fase tinha 20% dos direitos. Posteriormente, noutro ano contabilístico, o Benfica passou a ter 50% e os restantes eram de Mendes (deveria haver um negócio em perspectiva...). Em outro ano a seguir o Benfica voltou a ter 80%...

      Eliminar
  3. Julgo que existe aí falta de bases de conhecimentos de contabilidade para poder fazer uma análise crítica a esse ponto e com esse nível de comentário. Veria que teria uma forma diferente de analisar os dados, frases e relatórios a que se refere.
    Cps
    Alexandre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ler bem este texto e o anterior, percebe que eu falo concretamente de Jorge Mendes como o principal parceiro de Vieira. O tal que Vieira preferiu ir ao casamento em vez de assistir à Eusébio Cup no México, depois de fazer chegar às redacções dos jornais que não ia ao jogo por razões "pessoais mas também profissionais".

      Qual a relação entre Mendes e Vieira? Não tenho off-shores, ninguém controla os off-shores e por isso não sei, mas posso especular.. Ninguém dá nada a ninguém, ok?

      No resto não faço comentários, repesco frases do Prospecto... O que está errado nisso?

      Eliminar
  4. LOL. Há muito tempo que não lia tanta porcaria! Aliás, desde o último comunicado do Brunalgas. Dá para ver que percebes de negócios!

    - O Sonho de Damião -

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas olha que é porcaria "fina". Praticamente tudo retirado do Prospecto Obrigacionista... Tenho ali poucos juízos de valor, o resto são citações...

      Eliminar
  5. eagle: és uma vergonha! ve se tens coragem e respondes a quem te critica-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, já respondei.... Vergonha são pessoas burras como tu, que mesmo lendo não percebem nada... 308 milhões de divida bancária quando o Estádio custou de empréstimos 80 milhões, o Centro de estágio cerca de 10 milhões e o resto são negócios de jogadores, o famoso entreposto de compra e venda que gera muitas comissões sempre para os mesmos...

      Eliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado