Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

domingo, 18 de dezembro de 2016

Sobre o derbi...

Eu sei que já passou uma semana mas foi-me impossível escrever sobre o dérbi mas tenho de escrever qualquer coisa...

Quero dizer que antes demais, nestes jogos, o mais importante é sempre vencer, sempre!!! Naquele jogo a vitoria teve dois impactos, o pontual e o emocional. Com a derrota na Madeira a pressão sobre o Benfica cresceu como cresce sempre que a equipa um empate, enquanto que os nossos adversários andam uma época inteira sem pressão de nada. A vitória no dérbi deu-nos vantagem pontual importante mas também foi importante em termos emocionais porque o nosso adversários passou de uma possível liderança para terceiro lugar.

A primeira parte foi muito equilibrada. não há muito mais a dizer. Ambas as equipas tentaram pressionar de forma a condicionar a construção de jogo.

Na segunda parte tenho de reconhecer que houve mais Sporting do que Benfica mas para isso também teve influência o resultado. Com dois a zero no marcador nada obrigava a ter de ser  Benfica a ter mais bola, a atacar mais. O RV optou por entregar a bola ao Sporting e num contra-ataque tentar fazer mais um golo. O que aconteceu é aquilo que acontece sempre ao Benfica quando tenta fazer isto, simplesmente não consegue ter bola o tempo suficiente para sair em contra-ataque. Houve momentos de autêntico sufoco na nossa área. O golo do Sporting adivinhava-se e quando chegou pensei que a equipa se fosse ressentir e que seria uma questão de tempo até ao empate. As substituições de RV demoraram a ter o efeito pretendido mas a verdade é que o Sporting com o passar do tempo foi perdendo fulgor e a cereja no topo do bolo foi a saída do Bas Dost quando o que o Sporting precisava era de meter bolas na área. A partir desse momento o Sporting simplesmente pouco ou nada fez.

O RV continua a insistir em Pizzi neste jogos mas continuo com a minha opinião, se contra equipas de valor inferior Pizzi é suficiente, contra equipas de outro gabarito é preciso um jogador com outras características. Ele não tem de ter medo de colocar Danilo ou Samaris a oito, eu, neste momento, colocaria Danilo, e assim libertaria Pizzi para a ala direita. Reparem que o meio campo do Sporting é constituído por uma médio defensivo e por um oito à imagem de Danilo, alguém agressivo sem bola mas que também sabe ter a bola nos pés. O Danilo, ou o Samaris, sãos os únicos jogadores com as características mais próximas de um Renato Sanches ou Enzo. Nem André Horta, nem Pizzi têm a intensidade e a agressividade defensiva que Danilo, Samaris, Renato ou Enzo têm. 

Continuo a achar que o Benfica, mesmo aceitando a estratégia após o segundo golo, tem de ter capacidade de ter mais bola, tem de ter a capacidade de baixar o ritmo de jogo, de quebrar o ritmo do adversário. O Benfica tem jogadores que podem fazer isso, tem é de ser treinado, tem de ser trabalhado.

Podemos ter todos opiniões diferente mas o mais importante é, e será sempre, VENCER!!!


CARREGA BENFICA

#rumoao36


Sem comentários:

Enviar um comentário

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado