Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Qual o nome a dar para o futebol do Benfica?

Meus caros, não vou falar da meia dúzia que demos ao Moreirense, ou melhor, vou falar mas de forma diferente...

Para melhor descrever a meia dúzia e o actual momento do Benfica o melhor que temos a dizer ou a fazer é escolher um nome ou expressão que traduza o melhor futebol praticado em Portugal neste momento...

Esqueçam o rolo compressor que esse é do tempo do cérebro... Portanto, malta, vamos lá... deixem aí nos comentários que nome ou expressão iremos utilizar para descrever o futebol espectáculo que o Benfica pratica neste momento...

Força nisso!!!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Meia dúzia



Portugal 27 de Janeiro de 2016

Com uma exibição bem agradável e uma meia dúzia de golos, eliminamos o Moreirense, nosso concorrente directo e continuamos a poder batalhar pela 7ª Taça da Liga. Já o SCP ficou a fazer companhia ao FCP. O jogo ficou bem mais fácil do que se antevia, muito por culpa de se ter marcado cedo, através de uma grande penalidade, e muito por culpa de uma táctica certeira e da boa exibição de um pequeno núcleo de jogadores, que arrastou os demais. Concretamente Talisca e Gaitan, sem desmerecer os restantes.
A táctica utilizada apostou na utilização de apenas 1 ponta de lança, o que em tempos recentes teria sido visto como opção “defensiva”, com um médio volante no apoio, concretamente Talisca, que tal como Gaitan teve liberdade para pisar várias áreas do campo, conjugando com Gaitan e Gonçalo Guedes. A liberdade de movimentos está normalmente associada à criatividade, e disso deram expressão os nossos “artistas”.
Em conclusão pode-se dizer que marcar 1 penalty ao iniciar um jogo não é o mesmo que marcar quando está a terminar o jogo, embora estatisticamente seja igual. No futebol não se pode ver a estatística das avaliações de arbitragem de forma estática, mas sim com a dinâmica que essas decisões podem imprimir aos movimentos do jogo. Um penalty nos minutos iniciais e a ser convertido, obriga o adversário a procurar o empate, abrindo linhas que podem ser úteis para o nosso jogo.
Espero que agora percebam a importância que dei ao penalty não assinalado sobre Luisão, contra o SCP aos 8 mn, para o campeonato, quando o resultado estava 0-0. E se pensarmos que em Alvalade para a Taça, marcamos primeiro e ao cabo de 90 mn estávamos empatados, não é difícil defender que a ser marcado e convertido esse tal penalty, o resultado do jogo do campeonato seria seguramente mais favorável para o nosso lado. Admitindo até que dava empate, e caso nada se alterasse até ao momento presente, quem estaria na liderança do campeonato era o Benfica e não o SCP.
O campeonato faz-se destes detalhes de matemática desportiva, muito mais do que das teorias reinantes na comunicação social do sempre subjectivo “jogar bem, jogar mal” que mais não são do que manipulações com cor desportiva, dos factos que vemos nos jogos de futebol.
Por capricho dos sorteios e dos calendários, o próximo jogo para o campeonato é novamente contra o Moreirense. Tal como o Rio Ave e Braga que se defrontam em jogos consecutivos para campeonato e taça da liga. Também no futebol espanhol isso acontece. Há dias o Barcelona jogou duas vezes seguidas contra o Athletic de Bilbau (Liga e Taça do Rei). E no futebol inglês, onde recentemente Leicester e Tottenham se defrontaram 3 vezes em duas semanas, uma para o campeonato e duas para a Taça de Inglaterra.
Não havendo dois jogos iguais, como não houve nos casos atrás citados, não espero uma goleada, bem pelo contrário, contento-me com uma vitória suada mas que dê os 3 pontos. O tempo em que o facilitismo era dominante no grupo de trabalho, já passou. Não será por aí que o jogo vai ser mais difícil. Mas talvez se torne difícil porque RV irá utilizar dois pontas de lança, perdendo um homem de meio campo, e com isso a reorganização/disposição física dos jogadores no campo, será mais favorável à pressão alta quando a posse de bola for nossa, e a conceder espaços na retaguarda para os contra ataques dos jogadores da casa, quando alguém dos nossos perder uma bola. Vamos ver como será, mas na minha opinião, será bem mais difícil pela opção de quereremos jogar com pendor mais ofensivo.
Por último, parece que um certo guru da SIC, o sportinguista Rui Santos, criou aí alguma polémica ao manipular lances do último jogo com o Arouca, fazendo crer que existiu um penalty não assinalado contra nós por suposta falta de Lisandro (um encosto de ombro/cabeça em David Simão), e que o terceiro golo deveria ter sido invalidado por fora de jogo (só na cabeça dele) de Jonas. Foram estes dos dois lances que RS viu e comentou, Curiosamente não viu nem comentou um lance mais simples, um corte com o corpo e braço, de um defesa do Arouca, muito perto da linha de grande área, onde nada foi assinalado. Seria um livre directo tipo penalty, pois a barreira situada a 9 metros, praticamente iria obrigar o guarda-redes a deslocar-se para um lado, deixando o outro completamente livre.
Este animal que semanalmente intoxica a cabeça dos incautos adeptos (o SCP agradece), e que tem um programa que não vejo desde a época 2004/2005 pelas mesmas razões (manipulação de lances e de conclusões em prejuízo do Benfica), saiu da BOLA quando viu censurado um artigo de opinião desfavorável a Luis Filipe Vieira. Não sei se por compensação ou não, a SIC que à data tinha os contratos televisivos do Benfica recebeu-o e ofereceu-lhe um “prime time” ao domingo à noite. Posteriormente o Benfica de Vilarinho/Vieira rasgou os contratos de 8 anos com a SIC para assinar com a Olivedesportos o tal contrato dos 10 anos, que o DSO diz “foi nas condições possíveis”.
A desfaçatez e impunidade com que esse animal brinca com o Benfica, eventualmente, não acontece por acaso. Porque ele goza mesmo, sem que a Direcção faça o que quer que seja para que seja praticado rigor e isenção nesse programa. Mas tratando-se da Direcção que existe para aumentar a divida financeira do clube/SAD através de contratações em “paletes” e sob formas estranhas de negócios que geram comissões e lucros de milhões para intermediários, pagos em off-shores, nada disto pode surpreender.

domingo, 24 de janeiro de 2016

"Fizeram-me uma proposta para não jogar num Benfica - Porto"

"...um dia alguém do Benfica lhe ofereceu dinheiro para não atuar num clássico..."

A frase do titulo é de Mário Jardel... Ia escrever sobre o excelente jogo de ontem mas ao deparar-me com estas declarações não o posso fazer para já...

Isto é mais um atentado ao bom nome do Sport Lisboa e Benfica e que tem de ser esclarecido imediatamente. Ou seja, espero que a direcção do clube não torne a tratar este tipo de insinuações como "ruído" e fique  mudo e quieto.

Espero sinceramente que o Benfica emita um comunicado a informar se conhece ou não este facto e caso ache que não tenha existido nada do que afirma Jardel, então é instaurar imediatamente um processo contra aquele corrupto e drogado.

O Benfica não pode permitir que continuem a brincar com o seu bom nome e reputação. Esta gente tem de, uma vez por todas, perceber que não podem andar a brincar com o Benfica. Este drogado tem muito para contar dos seus tempos do Porto e Sporting mas alguém lhe diss€ qu€ €ra m€lhor falar do Benfica sobr€ uma tr€ta qualqu€r...

Aguardo uma posição de força do Benfica imediatamente!!!!



sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Quo Vadis Benfica?



Portugal 22 de Janeiro de 2016

Ao fim-de-semana futebolístico onde os nossos rivais “generosamente” nos ofereceram 5 pontos, colocando-nos apenas a 2 pontos do 1º lugar da grelha de partida onde está o “Ferrari” do SCP (com alguma batota nos catalisadores), seguiu-se uma nova jornada rica em novidades, no que diz respeito à Taça da Liga, tendo o FCP ficado pelo caminho e estando o SCP muito perto de acompanhar o FCP. O Benfica não tem garantido o acesso às meias-finais, mas apenas dependemos de nós, pelo que ainda podemos batalhar pela 7ª Taça da Liga.
Não é contudo disto que quero falar, nem dos exageros que se seguiram com pelo menos duas figuras públicas do Benfica, Bruno de Carvalho e o “habituée” António Figueiredo, a falarem coisas que são prejudiciais para uma cultura de trabalho ganhadora, para a mentalidade dos jogadores, treinadores e até adeptos: que “os rivais vão ter saídas difíceis” (e nós não?), que “se ganharmos ao FCP deixamo-los a 6 pontos” (e se perdermos?), que Rui Vitória está a fazer um bom trabalho e que “apareçam os que o criticaram no inicio”.
Isto não é positivo pois nada acrescenta ao grupo de trabalho, excepto pressão e distracção. Se tivermos o azar de falhar num jogo (como acontece muitas vezes no futebol bem jogado), lá volta a critica sobre Rui Vitória porque o transformaram em personagem central deste Benfica, quando essa centralidade tem um único nome: Vieira!
Mas como disse, não é disto que vou falar mas sim da contratação de um tal Aires Sousa ao Nacional da Madeira, para a equipa de juniores. Desde logo poderíamos interrogar-nos porque reforçamos a equipa de juniores com jogadores de fora, se fomos campeões em juvenis na época passada. Para financiar o Nacional da Madeira através de um jogador com pouca visibilidade mediática? Talvez! Mas o pior nem é isto, mas sim o que este rapaz escreveu na sua página do twitter, relativamente ao Benfica. Eis umas amostras:
26 de Novembro de 2014: nem à liga Europa vai haha fracos
28 de Novembro de 2014: lógica sportinguista: mais cale faltar a luz na Champions do que a Champions na Luz hahah Benfica (sinal proibido) Porto sempre (corações azuis).
18 de Dezembro de 2014: Rua fdp ahahah
21 de Março de 2015: Benfica perdeu lindo
Ora este rapaz assinou contrato profissional com o Benfica, por 3 épocas, no passado dia 18 de Janeiro.
Recentemente um jogador adepto do Real Madrid tornou-se conhecido por ter representado o Barcelona B apenas por umas horas, já que os responsáveis do Barça descobriram comentários ofensivos para o clube a para a Catalunha, escritos uns 2 ou 3 anos antes, na sua página do facebook. E despediram-no!
No Benfica de Vieira, do famoso “projecto” do “sabemos para onde vamos” e mais umas quantas aldrabices vendidas com a conivência da comunicação social, e de mais uns quantos nababos adeptos do Benfica, contratar jogadores que insultam e gozam com o clube, é “normal”! Não é por acaso que toda a gente goza com o Benfica pois sabem quem é o presidente, quais as suas origens, como chegou à situação económica que chegou e porque razão nunca está quando o Benfica precisa de ser defendido. Porque é ele próprio a estimular a falta de respeito pela instituição!
O caso deste jogador soma-se ao de outra contratação de Vieira, para uma função qualquer que ninguém percebe bem, um tal de Jorge Gomes, ex-funcionário do FCP. Este funcionário pago pelo Benfica há umas semanas atrás lançou uma campanha no facebook intitulada “Oliveira a presidente do FCP”. Não nos podemos admirar pois, já que as pessoas que trabalham no Benfica sabem que não há limites para atacar o Benfica. Nem morais, nem éticos, nem clubísticos...
É neste contexto que temos de perceber porque razão o Sr.º Vieira contratou um motorista pouco recomendável, o promoveu a director do Benfica (para ganhar um salário mais elevado, pago por nós, mas servindo Vieira) e foi com ele ameaçar fisicamente o candidato Bruno de Carvalho. Ora quando por mero acaso o motorista foi apanhado com 9 kg (!) de droga num carro do Benfica, Vieira não teve a coragem de assumir a sua contratação, bem pelo contrário, com o cinismo e hipocrisia que o caracteriza, mandou circular notícias que davam conta que o motorista era um ex-funcionário do Benfica, quando na realidade o despedimento apenas ocorreu mais tarde (JN de 7 de Novembro: (José Carriço) só deixou de ser funcionário do clube oito dias depois da sua detenção. Foi o próprio Benfica que fez chegar esta informação ao processo, pendente no Ministério Público de Sintra, apesar de ter reagido à notícia da detenção de José Carriço, avançada em primeira mão pelo JN, com mensagens ambíguas onde se aludia, repetidamente, a um "ex- funcionário" do clube).
É caso para perguntar: onde andam os notáveis que tão repetidamente criticaram Vale e Azevedo quando estava a gerir um clube deixado falido e sem receitas televisivas por Manuel Damásio e seus pares, como Abílio Figueiredo, Gaspar Ramos, António Figueiredo, Manuel Vilarinho (umas semanas)? Querem ver que todos recebem uma avença para estarem calados? Quo Vadis Benfica?

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

O presidente certo no lugar certo

Muitas foram, e são , as vezes que ouvimos muitos lagartos dizerem que agora é que tinham um verdadeiro presidente, que ninguém brincava com o Sporting, que agora tinham medo do Sporting e não sei quantas mais baboseiras...

Mas no entanto parece que há alguns, poucos ainda, Sportinguistas que começam também eles a ter medo do que o garotito mal criado pode vir a fazer ao Sporting. Da minha parte, estou satisfeitissimo porque tenho a certeza que Bruno de Carvalho irá acabar mal no Sporting, irá acabar como ele hoje disse sobre o árbitro do jogo, com um chuto no cú, se vai gostar ou não faço a mínima ideia.

Mas uma coisa tenho a certeza... As atitudes dele já começam a envergonhar muitos adeptos Sportinguistas mas ele anda tão desesperado que não consegue perceber que cada vez que abre a boca só deixa ficar mal o Sporting e os Sportinguistas.

Se havia dúvidas que aquela coisa do "somos diferentes" e da verdade desportiva não passam de hipocrisia pura e barata, este fom de semana dissipou as dúvidas até a alguns discípulos mais crentes...

«Podem ter a certeza que lhe disse o que nem o pior inimigo lhe diria […] Só não lhe dei um chuto no rabo porque, olhando para a figura dele, tive medo que ele gostasse», relatou Bruno de Carvalho.

Estas declarações não são graves... São gravíssimas e espero que o castigo seja mesmo muito, muito duro e pesado!!! Mas quem lá tem o amigo Proença, estou em crer que uma multazita e um joguito ou outro de suspensão é o que vai ter...

No entanto, já alguém meteu no devido lugar o Bruno de Carvalho e aqueles que não são mais do que o seu eco...


Grande Diamantino Miranda!!!!

http://hugogil.pt/diamantino-miranda-arrasa-com-bruno-de-carvalho-ele-mentiu-video/

Reparem só na cornadura do gajo dos croquetes de Alvalade...





sábado, 16 de janeiro de 2016

Grande determinação!!!

Grande determinação a que tivemos hoje. Entramos muito bem no jogo, pressionantes, rápidos, boa circulação, uma bola ao poste e uma excelente defesa do guarda-redes dos Estoril.

Depois... Boa desmarcação na direita, excelente cruzamento, escorregadela de Lisandro e excelente golo de Bonatini. Continuamos a procurar o golo mas nem sempre bem, faltava o último passe, estávamos a tentar definir as coisas individualmente em situações que pediam o passe para o colega e Jonas por pouco não faz golo...

Segunda parte e mais do mesmo... A carregar em cima do Estoril... Enorme pressão que dá frutos bem cedo com o golo do Mitrogolo que tinha entrado ao intervalo. A reviravolta foi feita por Pizzi que hoje não esteve tão bem como tem estado e depois foi sofrer naquele canto mas o Imperador mostrou quem manda naquela área da acção.

Penso que hoje exagerámos nos cruzamentos, principalmente aqueles  que 30 metros da baliza...

Para mim, o homem do jogo foi o Fejsa!!! Que monstro no meio campo!!!! Limpou tudo e ainda conseguiu transportar bola para o ataque algumas vezes.

Que venha o próximo que já só dependemos de nós!!!

CARREGA BENFICA

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

TONELadas de verdade desportiva...

Continuando a saga da verdade desportiva do clube do pateta, temos como o expoente máximo a famosa jogatana de andebol do ex-capitão da equipa que não vai ao Marquês vai para 13 anos.

O rapaz antes desse fantástico lance de emancipação da verdade desportiva tinha feito 7 jogos pelo Belenenses e depois daquela fantástica performance, mesmo no último lance de jogo cortando um lance perigoso do Sporting evitando um cabeceamento pressionado quase junto à linha de grande área com a mão, fez mais... UM(1) jogo pelo Belenenses para o campeonato...

Ninguém duvidou do seu profissionalismo, veio tudo em defesa do rapaz, incluindo o Belenenses, mas o rapaz encostou... No banco ou na bancada... Deve ser mais uma coincidência do futebol português...

É só analisar os factos e pensar um bocadinho...

A verdade desportiva da treta...

Um tal de pateta, que é presidente de um clube de futebol dito grande, anda, qual D. Quixote, a lutar pela verdade desportiva, ele e o meia-leca da SIC.

Por mim seria fantástico se tal fosse realmente verdade e por momentos, mais propriamente na altura em que foi eleito presidente do Sporting, pensei que poderíamos ter alguém que se demarcasse do actual estado do dirigismo em Portugal, alguém que pugnasse realmente pela verdade desportiva mas enganei-me... Fui até muito ingénuo diga-se...

A verdade desportiva que rege Bruno de Carvalho é igual aquela que rege os seus adeptos, ou seja, se forem beneficiados e em primeiro com alguma margem, a verdade desportiva está ao rubro, está no seu esplendor e não há qualquer tipo de colinhos ou demais tretas... Se vão em primeiro e a coisa está apertada, há que continuar a chafurdar na lama e a clamar a verdade desportiva do jogo de Braga, por exemplo...

O Bruno de Carvalho teve a hipótese de marcar a diferença e quando fosse beneficiado num ou noutro jogo, aí sim podia ter mandado uma pedra ao charco e dizer, "Fomos beneficiados  e não é isto que queremos para o futebol Português!!! Queremos que os árbitro errem menos e essa é a nossa luta!!!". Se assim fosse, teria o apoio de 90% dos adeptos em Portugal... Mas o que fez o pateta? Igual a qualquer outro... Quando foi beneficiado calou-se e enfiou a violada da verdade desportiva no saco mas assim que foi prejudicado, aqui d'el rei que não há verdade desportiva no futebol Português!!!

É assim Bruno de Carvalho e são assim os adeptos do Sporting... Dizem-se diferentes mas ainda não consegui compreender em quê e esta época está a provar que não é certamente por defenderem a verdade desportiva. Se assim fosse, não andavam a tentar justificar as agressões gratuitas de Slimani fazendo referência ás faltas que ele sofre e a lances COM BOLA dos adversários, tentando fazer uma colagem ao que Slimani anda a fazer desde o ano passado.

Quem realmente pugna pela verdade desportiva e se diz diferente o que tinha de fazer era assumir o mau comportamento de Slimani dizendo que o atleta já foi alertado e depois sim tinham legitimidade para alertarem também para alguns comportamentos de adversários menos condizentes com o fair-play e a verdade desportiva. Assim, são iguais a tantos outros...

No que me diz respeito, antes de andarem com as tretas do vídeo-árbitro, há que mudar mentalidades, a dos adeptos e a dos dirigentes. Depois, alterando alguns procedimentos no jogo, obrigar à introdução do fair-play, como por exemplo paragem do relógio aquando de assistências ou substituições.

Primeiro mudem o que está mal no jogo, depois venha o vídeo-árbitro mas antes de tudo isto é preciso que a mentalidade dos dirigentes e adeptos mudem mas creio que isso é quase impossível, quase...

O Sporting e os seus adeptos não defendem a verdade desportiva, defendem assim a sua verdade desportiva que mais não é do que serem eles os beneficiados...




quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

A camisola cor-de-rosa...



Portugal 14 de Janeiro de 2016

Na época 2006/2007 o equipamento alternativo do Benfica foi uma camisola cor-de-rosa, que apesar de algum sucesso comercial, foi bastante criticada por gente mal formada, pelo feminismo que “emprestava” à equipa. O cor-de-rosa foi citado nos artigos de opinião dos “profissionais” da comunicação social, passando a ser mais um factor de diversão para quem escreve e fala de futebol, pelo que não admirou que durante toda a época os adeptos do Benfica fossem incomodados por comentários dos rivais.
No passado domingo a Juventus usou o equipamento alternativo cor-de-rosa frente à Lázio. Outras equipas têm cor-de-rosa no equipamento alternativo e algumas como o Palermo, até no equipamento principal. Se cor-de-rosa é sinal de feminismo, não devia ser usado no Râguebi, mas é utilizado no equipamento principal do Toulose.
No Benfica, tudo ou quase tudo se pode transformar em debate ou polémica com intuitos pouco inocentes. Bem pelo contrário, existe nessa opção uma estratégia de criar cortinas de fumo sobre os assuntos mais importantes do futebol: o controlo do futebol que ajuda uns a ganhar mais facilmente do que outros, e outros a perder mais facilmente do que os que beneficiam das boas graças desses poderes.
Se nessa época foi a cor do equipamento, a seguir foi outra coisa qualquer, como por exemplo nos 6 anos de Jesus onde por regra era o treinador que provocava polémica durante o ano todo. Pelas opções tácticas, pela gestão física, pela falta de habilidade para falar português com correcção, pelas derrotas, pelas contratações falhadas, pelo salário elevado, etc. O “tipo” era insuportável e ainda por cima, caro....
Jesus passou para o SCP e acabaram-se as polémicas em torno dele, beneficiando disso o clube que agora representa, o que evidencia a existência da tal estratégia da cortina de fumo. Porque o longo braço das arbitragens colocou o SCP em primeiro lugar, ou porque tiveram boas decisões, ou porque as más decisões lhes foram favoráveis. Mas não interessando tornar esse tema polémico ou não interessando por a nu a fraude que tem sido este campeonato, importa destacar (tudo retirado da BOLA) que “Jesus emocionou-se quando cantou com os adeptos e as lágrimas bailaram-lhe nos olhos”, no dia anterior foi “Um passo de leão” já a pensarem no título sublinho eu, ou “Jesus mestre dos clássicos” em 4 de Janeiro após a vitória sobre o FCP. Longe estão os temos onde a BOLA titulava “Deus pode mais do que Jesus”, no jogo com o Setúbal em que tendo deixado no banco o criticadíssimo (também pela BOLA) Roberto, sofremos um penalty com expulsão de Júlio César, Roberto entrou e defendeu, ganhando a injecção de moral que precisava...
A promoção dos tais interesses não se fica por estes exemplos que beneficiam a mesma pessoa que antes, quando treinador do Benfica, era criticada por tudo e por nada. Se repararmos nos critérios de apreciação dos casos polémicos de arbitragem, encontramos diferenças abismais, que surpreendem pela parcialidade e falta de princípios. Assim, para o jornal A BOLA, no derby de 26/10 (derrota caseira por 3-0) os 4 lances polémicos não incluem o derrube de Gaitan aos 81 mn (penalty claro, que não dava jeito apontar como erro ao amigo Xistra), incluem o agarrão de Ruiz a Luisão aos 8 mn, com a legenda de “talvez seja um daqueles lances em que só o recurso às imagens de TV esclarecem” e o derrube a Mitroglou aos 83 mn com a legenda “bem mostrado o cartão amarelo por simulação. O jogador do SCP tem o lance controlado e é o avançado que procura o contacto”, quando a imagem mostra um defesa do SCP a obstruir a progressão do avançado e se o fez de forma legal protegendo a bola, não há falta nem simulação, se o fez de forma ilegal, desviando a trajectória do corpo para impedir a progressão do avançado, então há falta e penalty. Mas em qualquer dos casos, não há simulação, pois o nosso avançado apenas procurou ir atrás da bola.
Será que o jornal a BOLA quando estampou na 1ª página um ror de criticas ao árbitro do jogo CSKA-SCP também considerou que os lances em questão são dos tais que só o recurso às imagens de TV esclarecem? É que de facto esses foram lances que pelo posicionamento dos jogadores (1º golo do CSKA) ou dificuldade de leitura do lance, como os fora-de-jogo, eram lances de TV. O lance do Ruiz sobre Luisão não, porque aconteceu no local onde a bola está jogável e o árbitro tem de estar a ver...
Mas se mudarmos para o RECORD, o panorama muda pouco. Após eliminação do SCP em Braga, descobriram um lance onde Slimani foi tocado com a legenda “o lance foi muito rápido, mas a verdade é que em slow-motion vê-se que André Pinto toca com o joelho na perna de Slimani, em cima da linha de grande área”. Fantástico não é? Para arranjar um penalty a favor do SCP o slow-motion vale. Para assumir um penalty não assinalado contra o SCP (Ruiz sobre Luisão) que podia ter dado o 1-0, só recorrendo à TV...
Por causa destes favorecimentos e/ou cortinas de fumo, a comunicação social não tem dado ênfase ao balanço do final da 1ª volta, um balanço que nos traz indicadores estatísticos interessantes. Porque a equipa apresenta o melhor goal-average da prova e o melhor ataque, nos últimos 9 jogos apenas cedeu 1 empate, marcou 29 e sofreu 4 golos (45-11 em toda a 1ª volta), a qualidade de jogo tem vindo a subir tomando a forma que o actual treinador pensou, e que não tem de ser igual à de épocas anteriores. Tudo parece indicar que finalmente temos um padrão de jogo coeso e ganhador.
Ao invés deste tipo de análise, continua o romance cor-de-rosa entre a comunicação social e o Jesus do SCP, esperando eu que se mantenha uma certa tradição de Jesus fazer menos pontos na 2ª volta do que na 1ª (no Benfica foi assim em 4 épocas, mas a arbitragem não era favorável como se sabe). Se isso acontecer e se Rui Vitória continuar a ganhar na proporção que ganhou nas últimas 9 jornadas, pode ser que o título de campeão caia para as cores vermelhas ao contrário do que prevê o “guião” da comunicação social azul esverdeada...

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Comunicado do Sporting é palha para burro comer

O pateta pensa que está a escrever para os 90% dos lagartos que neste momento até a trampa que ele defeca eram capazes de comer. Aquele comunicado é um autêntico zero!!! É palha!!!

O que se tem falado não é na divida global do Sporting, que ainda assim tem juros que nenhuma empresa em Portugal conseguiu, mas sim sobre as famosas VMOC's. Diz o aldrabão que isto estava tudo já acordado desde o inicio. Então se estava, mais grave é o acordo feito na altura. Como é que uma entidade bancária, que vive dos juros dos empréstimos, faz um acordo onde o devedor só paga juros se distribuir dividendos, nunca a SAD do Sporting o fez e o BES sabia muito bem disso, e além disso mete no acordo que se o Sporting não conseguir pagar a divida na data prevista faz-se um novo adiamento de 10 anos com as mesma condições. A isto eu chamo de gestão danosa do banco e por isso é que o administrador do banco vai sentar o "cú no mocho". Então porque não se fez logo o acordo para 10 anos? Alguém acreditava que o Sporting iria conseguir liquidez suficiente para pagar 55 milhões assim de uma vez? O que aconteceu é que o sportinguismo do administrador do banco falou mais alto e sabendo também que o banco iria cair, como é óbvio.

O que o pateta se esqueceu de dizer no comunicado foi o valor que pagou de juros até agora sobre os 55 milhões das VMOC's que vencem agora e também das VMOC's de 80 milhões que vencem em 2016. Isto é que o artolas não soube dizer no comunicado mas nós sabemos quanto foi... Foi um redondo ZERO!!!!! E terão mais 10 anos com um redondo ZERO de juros!!! E daqui a 10 anos terão de pagar 130 milhões e se não tiverem dinheiro, como não vão ter, não há problema, adia-se por mais 10 e faz-se um comunicado a dizer que estava tudo previsto e que os outros é que não sabem negociar e é tudo dor de cotovelo. O que estão a fazer ao Sporting de forma encapotada é um perdão de divida de 130 milhões de euros. Se fossem para pagar seria normal um acordo em que o Sporting ficariam a pagar uma verba anual, e o respectivo juro, durante 10 anos.

O que o Sporting está a gozar é de tratamento privilegiado... Ainda em Outubro do ano passado foi negado por parte do BES um negócio idêntico a uma empresa que depois faliu e vieram centenas de pessoas para o desemprego.

Quando o BES, BCP e Sporting assinaram este acordo já sabiam que o Sporting não iria pagar um centavo de juros e que na data de vencimento das VMOC's não iriam ter 55 milhões para pagar, e isto confere claramente numa situação de favorecimento que mais ninguém teve ou tem, seja privado ou empresa.

O triste deve pensar que andam todos a comer gelados com a testa como muitos lagartos deslumbrados com o primeiro lugar...


Grande vitória!!!

É este Benfica que eu quero!!! Finalmente conseguimos fazer dois jogos seguidos com exibições condizentes com um Bi-Campeão Nacional. Ainda com alguns erros mas é notório o crescimento da equipa, a sua consistência e com sectores e jogadores mais próximos e com mais apoios.

O jogo era extremamente difícil, mais a condicionante do jogo ter sido interrompido no dia seguinte mas disto falarei noutro texto, num campo onde os grandes têm sempre enormes dificuldades e acreditem que o jogo não foi fácil, quem o tornou mais fácil foi o Benfica. As condições do campo previam que ainda iríamos ter mais dificuldades principalmente na circulação de bola. Quando sofremos o empate pensei que a equipa poderei ali desestabilizar mas não, continuou em cima do Nacional e fez mais três golos.

O Jonas continua a dar-me razão, pode perfeitamente jogar sozinho se a equipa for trabalhada para tal. Ele marca golos de cabeça, de pé direito, de pé esquerdo e tem um faro de golo apuradissimo. Apesar da equipa ter melhorado continuo a achar que o 4x2x3x1 seria a melhor opção porque temos jogadores para a posição 10 que estão a ser desaproveitados e que poderiam dar ainda mais "magia" à equipa.

O Talisca terá de sair porque é uma pena estar-se a fazer ao Talisca aquilo que se faz aos anos ao André Almeida, ou seja, a saltar de posição no campo. Ora é médio, ora é segundo avançado, assim nem vai jogar bem e com consistência numa posição nem noutra, é uma pena porque é um jovem com um potencial brutal.

Se continuarmos assim creio que o Sporting não vai aguentar a pressão. Jogaram primeiro, ao intervalo perdiam por 2-0 e se não fosse mais uma ajuda do tal "ruído", que não devemos ligar, segundo o nosso Presidente, e teriam encostado em casa. Agora imaginem jogarem depois de saberem que Benfica e Porto já jogaram e venceram os seus jogos...

CARREGA BENFICA!!!!