Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Balanço do Euro

A realidade é muito simples... O grande objectivo foi conseguido!!! Conseguimos o apuramento para a fase seguinte e ainda por cima vamos evitar os "tubarões".

Em termos de resultados e de jogo jogado... Foi uma autêntica miséria!!!! Fosse nos tempos em que só passavam dois e estávamos fora com estrondo!! Com o devido respeito pelas outras selecções mas este grupo foi dos grupos mais fáceis que Portugal apanhou até hoje, posso estar enganado mas assim de cabeça parece-me que foi... A Islândia, Áustria e Hungria não são, de todo, selecções que assustem quem se diz candidata a vencer o Euro como Portugal é...

Sim, Portugal é candidato a vencer o Euro e não foram os jornalistas que o disseram, foi o próprio Fernando Santos!!!!

Em relação ao futebol praticado pela nossa selecção só há uma palavra... Medíocre!! Não temos uma super-equipa mas temos um conjunto de jogadores muito bons e que daria para fazer uma equipa muito interessante, isto se tivéssemos alguém no banco que soubesse o que anda a fazer... Acho que o Fernando Santos ainda não mudou o chip e pensa que ainda treina a Grécia. Sim, ficar surpreendido pelo facto de Áustria jogar num bloco baixo, estando à espera que assumisse o jogo só de alguém que pensa que ainda treina a Grécia onde fazia todos os jogos em bloco baixo e transições rápidas para o ataque. Isto é Portugal e basta o nome Ronaldo para que muitas equipas adoptem outra postura contra Portugal.

O sistema táctico foi um rotundo falhanço!!! O 4x4x2 está mesmo muito mal trabalhado!! Sem dinâmica, com os jogadores "presos" às posições onde só Ronaldo e Nani tinham espaço de manobra, sem jogo interior, cruzamentos atrás de cruzamentos, laterais sempre abertos e nenhum movimento interior... Nada... Quando estivemos um bocadinho melhores foi quando tivemos no meio campo alguém que se mexe, alguém que "coma metros" com bola, que meta a bola entre-linhas, que pressione e esse jogador foi sem dúvida Renato Sanches!! Mas atenção que se fosse o Adrien também não era mal pensado!!!

Portugal tem de voltar ao 4x3x3 com o trio de médios a ser composto por William, Renato e João Mário. Na frente Ronaldo, Nani e Quaresma. e por favor, tirem de lá o Vieirinha que aquilo não é nada!!!

Mas sabem uma coisa... É que ainda assim o Fernando Santos pode chegar à final porque temos o caminho mais "fácil" do que se fosse do outro lado... Teoricamente claro...


Ronaldo e as atitudes

Há pessoas que gostam de confundir a beira da estrada com a estrada da beira...
Quem critica o Ronaldo por algumas atitudes menos correctas que já teve não quer dizer que não goste dele.

Eu, embora goste mais do estilo de jogador como o Messi, pessoalmente gosto do Ronaldo, é um jogador fabuloso que trabalhou, e trabalha, muito para chegar onde chegou e continua com a ambição, o empenho e alegria de quando tinha 18 aninhos e começou a dar os primeiros passos. Eu estou-me a borrifar se ele veio do Pasteleira, do Nacional, do Sporting ou de Marte, é um enorme jogador e aprecio as suas qualidades futebolísticas, ponto!!!

Também me estou completamente a borrifar em relação aos comportamentos que tem no Real Madrid, como me estou completamente a borrifar com o que faz fora do campo, na sua vida pessoal, por mim até pode gastar o dinheiro todo em carros, gajas, ou gajos, com a família, amigos ou até acender a lareira com ele... É-me completamente indiferente!!!

Estou-me completamente a borrifar se ele, ao serviço do Real ou na sua vida privada, manda os jornalistas à merda, atira microfones e etc... Estou-me a borrifar porque isso é problema dele ou do Real Madrid...
Também me estou a borrifar se ele está chateado com a CMTV, A Bola, Record ou outro meio de comunicação social, isso é problema dele e só dele...

Ao que eu não me estou a borrifar é quando em representação do país, através da Selecção Nacional de Futebol, ele tem atitudes de falta de educação e de carácter que colocam em causa o bom nome do país. Foi o que se passou no caso do microfone. Um atleta com os estatuto Mundial que ele tem não pode ter aquele tipo de atitudes, ainda para mais sendo capitão de equipa, que deve ser sempre aquele que dá o exemplo... Por mim, seria afastado do Europeu porque não pode haver contemplações com comportamentos como aquele...

Portanto, os problemas que ele tem com a CMTV que os resolva após o Europeu. Depois do Europeu faça o que entender, atire micros, câmaras ou ate o repórter que eu estarei completamente a borrifar-me!!!
Entretanto, e á que a atitude dele vai passar em claro, no Europeu, que faça aquilo que tem feito até hoje, muito trabalho, muita vontade de vencer e golos.

quinta-feira, 16 de junho de 2016

A humildade acima de tudo…

Felizmente tenho tido pouca disponibilidade para escrever aqui no meu cantinho, um novo desafio profissional a juntar aos afazeres familiares fizeram com que a minha disponibilidade ficasse reduzida e como tal não escrevi nada sobre a nossa enorme conquista do TRInta e cinco. Irei fazê-lo como é óbvio e a partir de agora já consegui articular melhor a minha disponibilidade e irei escrever novamente com mais regularidade…

No entanto, não poderei falar da conquista do Tri sem antes me retractar sobre o que escrevi lá para os inícios do campeonato. Isto porque temos de ter sempre a humildade de reconhecer quando estamos errados ou quando fomos injustos porque, no meu entender, isso é sinal de inteligência, seriedade e honestidade.

O inicio do campeonato foi muito difícil para todos nós benfiquistas, que para além do gozo e ataques feitos por tudo o que era lagarto, a equipa não correspondia em campo. Vou ser muito sincero convosco… A dada altura achei mesmo que não venceríamos o titulo… Estar a tantos pontos do primeiro lugar e a jogarmos de forma sofrível, interiorizei que este ano ia para outros. No meio disto tudo fui injusto com Rui Vitória, dizendo inclusive que se a equipa continuasse a apresentar o futebol que apresentava, o caminho seria a sua demissão. Eu sempre disse aos meus amigos chegados que qualquer treinador no Benfica que não ganhe um campeonato mas que a equipa apresente um futebol de qualidade, para mim nunca seria despedido porque se jogarmos bem estaremos sempre mais próximos das conquistas. Era assim com RV e foi assim que fiz com JJ, mesmo no ano que perdemos tudo e em que fui dos poucos a defender a sua continuidade, que se veio a verificar acertada…

A realidade é que RV colocou a equipa a jogar bom futebol, a ganhar e a golear. Sinceramente, eu não acreditava! Eu não sou como alguns que têm sempre razão porque o que dizem, ou escrevem, são uma espécie de “nins”, nem  é carne, nem é peixe e assim, no final, podem sempre sair por cima. Eu assumo que errei no meu julgamento e endereço aqui o meu pedido de desculpas ao RV e sua equipa técnica.

Não era capaz de falar sobre a época do Benfica mais em concreto se não me viesse aqui retractar.
Dito isto, posso avançar e falar da nossa época e da conquista do Tri e de mais uma Taça da Liga, passando pela brilhante campanha na Champions. Mas não o irei fazer neste texto…


Até já…


terça-feira, 14 de junho de 2016

Negociatas...



Portugal 14 de Junho de 2016

Dos jornais:
Diogo Jota assinou por cinco temporadas pelo Atlético de Madrid. O talentoso jogador do Paços de Ferreira, de apenas 19 anos, chegou a estar próximo do Benfica, mas, no último dia do mercado de transferências de janeiro, a mudança para os colchoneros já tinha estado iminente” – BOLA 14 de Março
O jogador, que é representado pelo agente Jorge Mendes...” – Idem
O Paços de Ferreira vai receber 2,8 milhões de euros com a transferência de Diogo Jota para o Atlético Madrid, concretizada por valores a rondar os 7 milhões de euros” – BOLA 15 de Março
Noticia A BOLA esta terça-feira que o montante corresponde a 40 por cento do passe detidos pelos pacenses. A Gestifute, de Jorge Mendes, detinha igual percentagem e um grupo de empresários os restantes 20 por cento” – Idem.
Qualquer pessoa minimamente atenta terá de se interrogar: tendo o Diego Jota sido formado nas escolas do Paços de ferreira, com 19 anos e sem ter conhecido outro clube, como é que a Gestifute adquire 40% dos direitos económicos do jogador e outro grupo de empresários desconhecido, adquirem 20%?
Já o Benfica adotou uma postura mais ponderada neste mercado, contratando dois elementos mais com vista ao futuro - Grimaldo e Luka Jovic - e vendo regressar um elemento da casa, Raphael Guzzo, que estava emprestado ao Tondela. Os encarnados gastaram 3,7 milhões de euros para trazer o espanhol e o sérvio...” - RECORD 2 de Fevereiro.
Através de um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Benfica revelou ter desembolsado 3 milhões de euros para garantir os serviços de Ivan Saponjic, avançado que assinou contrato em janeiro depois de duas temporadas no Partizan. Isto significa que, juntando este valor à soma paga por Luka Jovic, a SAD investiu cerca de 10 milhões de euros nos reforços sérvios, vistos como dois valores a ter em conta no futuro” – RECORD 16 de Abril
Mentir pode ser feito de muitas maneiras. Como esta aqui. A Benfica SAD deixou publicar na comunicação social, custos muito inferiores aos que tinha gasto na contratação do jovem jogador Luka Jovic, porque importava passar a ideia que era pouco dinheiro para um potencial bom investimento. A comunicação oficial à CMVM veio trazer a verdade: foram 7 milhões o investimento em Luka Jovic e não 3,7 milhões em Luka Jovic e Grimaldo. Mentir é o que Vieira e a Direcção “que faz que é” são especialistas. Mentir para enganar os sócios e adeptos, de modo a que ninguém perceba a gestão ruinosa com intuitos “estranhos”, que está a ser levada a cabo.
«Sou representado pela Gestifute e o meu manager é o Jorge Mendes! Não percebo os jornais que entrevistam outras pessoas que não têm qualquer ligação comigo», desfez, de uma vez por todas, o equívoco. Cláudio Mossi (empresário que o trouxe para o FCP, sublinho eu) não assumiu o desenlace e ainda ontem prestava declarações como representante oficial de Radamel Falcao mas a verdade é que o homem certo é agora Jorge Mendes”. – BOLA 26 de Novembro 2011
Segundo a 'Marca', os dirigentes do clube de Madrid já estão a equacionar a quase certa saída de Aguero e viram-se agora para Falcao, ponta-de-lança do FC Porto, com uma cláusula de 30 milhões de euros. – RECORD, 13 de Julho de 2011
O avançado internacional colombiano Radamel Falcao prolongou por dois anos, até 30 de junho de 2015, o seu contrato com o FC Porto, passando a ter uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros. – JOGO 17 de Julho de 2011
O Atlético só pagou 5 milhões dos 45 que acordou com o FC Porto devendo por isso 20 aos dragões e outros 20 a Jorge Mendes empresário de Falcão, revela ainda o "Sport", confirmando uma notícia avançada por Record. – RECORD 11 de Maio 2012
Falcao renovou em Julho de 2011 o contrato que já o ligava ao FCP até 2013 (!). Nessa renovação, com aumento salarial para 2,5 milhões brutos por época, Mendes apareceu como detentor de 50% dos direitos económicos como se depreende da notícia: o Atlético devia 20 milhões a Mendes em relação a esse negócio. Como deviam também 20 milhões ao FCP e apenas tinham pago 5 milhões de Ruben Micael, fica claro que a renovação foi o expediente encontrado por FCP e Mendes, para surripiarem 50% dos direitos económicos ao FCP.
Espero que tenham percebido como Mendes aparece como detentor de direitos económicos de Diego Jota, mas não só. O próximo texto é sobre o Benfica...


sexta-feira, 3 de junho de 2016

O "planeamento" do tri...



Portugal 3 de Junho de 2016

Depois de conquistado o tricampeonato, a máquina da propaganda que promove Vieira e a sua Direcção não perdeu oportunidade para dar voz a muita gente que lá do alto das suas convicções, elaboram autênticos tratados científicos absolutamente infalíveis, que premeiam a “estrutura” de futebol do Benfica, o treinador, os jogadores, etc.
Quanto ao treinador e jogadores, mérito inegável, nada a dizer como é óbvio. Apenas acrescentaria o 12º jogador, a mística benfiquistas, os que faça chuva ou faça sol estão lá sempre a incentivar.
Vamos então ver, de forma despretensiosa, como foi “planeado” o tricampeonato.
Dizem os princípios do futebol amplamente respeitados em todo o mundo, que em equipa que ganha não se mexe, mas a “estrutura” decidiu mexer e forte, após ter conquistado o primeiro bicampeonato em quase 30 anos. Aquele que foi considerado o artífice do bi, o treinador Jorge Jesus, em vez de ter uma proposta para continuar, recebeu uma proposta para ir treinar em França, com uma passagem pelo Qatar (a seu tempo irei recuperar o que a comunicação social escreveu sobre o assunto na altura, e que a maior parte dos adeptos já esqueceu).
O processo de desgaste de JJ começou em Janeiro de 2015 quando o CM deu conta que o Benfica tinha Rui Vitória como alternativa caso falhassem as negociações de renovação com Jesus. Mas quais negociações, se não as havia? O interesse desta notícia está no facto que pretendia ser um aviso para muita gente ligada ao assunto “treinador do Benfica” deixando claro que a Direcção, que não desmentiu a notícia, não estava inclinada a facilitar na renovação.
Mais do que o treinador, outra referência com 8 anos de casa e uma entrega ao jogo reconhecida por todos, Maxi Pereira, foi enxotado borda fora, com a máquina da propaganda a falar de um salário elevado e incomportável para o teto salarial em vigor, mas depois em compensação, foram contratar o Taarabt pagando 2,6 milhões por prémio de assinatura (1 milhão para o seu empresário o Kia Jarobian, o mesmo do Ramires) e um salário bruto de 2,3 milhões por época. Toda a gente que acompanha o futebol inglês na BTV sabia que Taarabt não era jogador para o Benfica, pelos problemas de peso que já tinha no QPR e por falta de atitude competitiva que o levou a ser encostado pelo treinador da altura.
A dita “estrutura” optou então por um jogador que, na hipótese de ter assinado por 4 anos (confesso que não sei por quantos anos assinou), custa anualmente ao Benfica (incluindo a parte da assinatura) 2,95 milhões de euros! Pouparam no ordenado do Maxi que pedia pouco mais do que esses 2,95 milhões que custa Taarabt, e promoveram um jovem da Formação, que também tem salário, e que não poderia dar as mesmas garantias desportivas das que Maxi Pereira dava, embora pudesse ser seu suplente: Nélson Semedo.
Resultado: Maxi Pereira é um dos 3 jogadores do FCP na equipa ideal do campeonato português, pelos critérios da UEFA hoje publicados, e lendo as diversas notícias sobre as contas do Benfica referentes ao 3º trimestre constata-se que afinal, apesar do famoso teto salarial, as despesas com pessoal aumentaram!
É pouco dizer que as opções da “estrutura” são estranhas, considerando que fazem quase tudo ao contrário de quem pretende ser campeão ou diminuir às despesas.
A mudança de treinador implicou a contratação de um novo treinador. Sem por em causa a sua competência, na verdade Rui Vitória tinha apenas a Taça de Portugal conquistada ao Benfica de Jesus, mas conquistada com erros de arbitragem habituais de Jorge de Sousa, o mesmo que, coincidência, deu a Supertaça ao SCP de Jorge Jesus, tirando-a ao Benfica de Rui Vitória!
Fora isso, a “cassete” do “Rui Vitória aposta em jovens” traduziu-se na humilhante eliminação das competições europeias, em 2011 ou 2012, quando precisava empatar em casa com o Marítimo e perdeu. Perante estes dados, Rui Vitória era uma aposta para o campeonato? Óbviamente que não...
Quanto à Formação já referi anteriormente que se traduziu numa falácia. Foram promovidos através da “Revista Mística” 6 jogadores, onde não se incluía o Renato Sanches, jogador que revolucionou o futebol da equipa após 3 derrotas em 10 jogos. Fora isso, Lindeloff entrou porque se lesionou Luisão e Lisandro (antes disso fez zero jogos), Renato entrou porque Samaris estava com 4 cartões amarelos, Fejsa alternava lesões com lesões, idem com Gaitan, Sálvio ainda a recuperar e Gonçalo Guedes em baixo de forma. Foi preciso ir buscar alguém à equipa B que felizmente, para ele e para nós, brilhou de imediato!
Mas chamar a isto “planeamento” da “estrutura” não é desonesto?
Como diz Ricardo Araújo Pereira, podemos atravessar a auto-estrada a correr e não ser atropelados... agora não convém fazer outra vez porque pode dar mal... E não é isso que se tem feito nestes 15 anos de Vieira, feitos agora em Maio?