Siga-nos no Facebook

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Mais do mesmo...

Tanto faz ser em 4x4x2, 4x2x3x1 ou 4x3x3 que o Benfica não passa disto. Uma equipa perdida em campo, sem ideias, sem pressionar, nada... Não há apoios, não há jogo entre-linhas, não há diagonais, nada...

Jogamos com dois médios na zona frontal aos centrais mas continuamos a dar um espaço enorme nessa zona isso porque nenhum dos 2 fecha aquela zona porque estão sempre a jogar paralelos um ao outro.

O jogador que faz a posição 8 e 10 aparecem pouco em zonas de finalização, não criam roturas, não fazem diagonais ou movimentos em profundidade. Está tudo muito preso á sua posição. Dou o exemplo de um movimento fantástico e que o Benfica fez no jogo com o Guimarães... No golo do Samaris... Jonas baixa e Samaris aparece no espaço vazio criado pelo movimento do Jonas. Excelente movimento mas que nunca mais vi...

Se Rui Vitória não era aquilo que o pintaram, também não é tão mau como agora o pintam. O que acontece é que Rui Vitória não soube trabalhar na sombra do que deixou JJ. Eu sempre disse, e mantenho, que Rui Vitória nunca jogou em 4x4x2 e que o seu sistema preferido é o 4x2x3x1 ou 4x3x3. Em vez de aproveitar os últimos dois anos para ir trabalhando o 4x2x3x1 ou 4x3x3 na sombra do 4x4x2 deixado por JJ, preferiu deixar andar e agora estamos numa espécie de pré-época onde ele decide mudar o sistema da equipa em Novembro, isto depois de fazer uma pré-época a trabalhar no 4x4x2.

Esqueçam a qualidade dos jogadores porque eles não deixaram de saber jogar, não perderam qualidades, quando uma equipa não está bem colectivamente as individualidades ressentem-se, quando está bem eles ás vezes até parece que jogam mais.

Houve gente que foi atrás dos últimos resultados e pensou que tudo estava resolvido mas não estava e não está. Basta apanharmos uma equipa com mais qualidade individual e colectiva e ficam logo expostas todas as nossas debilidades.

Reparem que quando as coisas não correm bem ao intervalo ele tira um extremo e mete outro. Isto é um sinal de desnorte, de achar que é por lá estar outro tipo de jogador que as coisas mudam. Ele é incapaz de alterar o que quer que seja a partir do banco.

A prova maior de que o 4x4x2 era para manter esta época foi a vinda do Gabriel, o natural substituto de Jonas. Ou seja, Jimenez e Severovic seriam o pontas mais fixos, digamos, e o Gabriel e o Jonas os segundos avançados.

Se, como disse o presidente na sua entrevista, Rui Vitória é para manter, eu acredito então que o sistema de jogo do Benfica passará por ter 3 médios. Se for isto que Rui Vitória quer para o futuro, então na próxima época o presidente que consiga resolver dois dossiers, o de Talisca e o de Cristante. São dois jogadores que estão a fazer excelentes empréstimos e que terão de fazer parte dos planos para a próxima época. E ambos serão titularíssimos!!! Como seriam já este ano!

Mas nunca esquecer que mais importante que a táctica é o modelo de jogo. É a forma como a equipa esta equilibrada em campo, como reage à perda de bola, como está posicionada, os apoios que dá ao portador da bola, os espaços que cria entre linhas e a forma como o consegue, como joga na largura para depois entrar por dentro, as diagonais dos extremos, o jogo interior do extremos a contrapor com a largura e profundidade dada pelos laterais. Existe muito pouco disto no Benfica.




Sem comentários:

Enviar um comentário

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado