Siga-nos no Facebook

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Hacker Rui Pinto tem acesso à internet em casa?

 



A 15 de fevereiro o Jornal Económico, questionou o ministério público Húngaro sobre se Rui Pinto teria acesso a internet.

No entanto, a resposta dada por esta entidade não foi esclarecedora: “Neste momento, não há possibilidade de responder a essa questão”, disse fonte oficial do Ministério Público húngaro ao Jornal Económico. 

O jornal diz mesmo, que apesar de todo o material que Rui Pinto tinha em sua posse ter sido apreendido aquando da sua detenção, não existem garantias de que não tenha adquirido novo material informático.

Se dúvidas houvesse, eis a resposta!

Ontem 19 de fevereiro, saiu o livro football leaks traduzido para português e as revelações são incríveis...

Vejam como um jornalista e um hacker a trabalhar em conjunto, podem arruinar uma família.

  

E estas notícias bombásticas do jornal Record sobre o football leaks?





Jornalistas e Hackers juntos numa cruzada que dizem ser pela verdade e pelo interesse público.

Qual é o interesse público de todas estas notícias?

A ser verdade, que ilegalidades são cometidas?

Se não existem ilegalidades e não existe interesse público, estamos perante devassa da vida privada encapotada de interesse público em busca de audiências.

Qualquer cidadão de bem, não se pode rever neste tipo de jornalismo, perigoso, nojento e de pimenta no cu dos outros. 

No caso dos hackers basta entrarmos no site football leaks, para percebermos que esta malta busca tudo menos a verdade desportiva... arriscava dizer que 99% das publicações, não tem qualquer tipo de interesse público possível e questionável.

É fácil perceber, que o interesse publico é apenas um subterfúgio de defesa para hackers, na forma de whistleblower e uma base justificativa para jornalistas poderem divulgar e publicar este tipo de noticias.

Óbvio que ao vasculhar a vida privada de milhares de pessoas importantes aos olhos da opinião pública, a probabilidade de encontrar algo que possa ser questionável aumenta, agora, ninguém se esquece e todos sabemos, como funcionou a empresa Football Leaks na posse de informações que catalogaram relevantes... Benfica, Doyen e o banco nas Caimão como exemplos mor de atuação. 

O objectivo está claro e não passou pela busca da verdade, nem do interesse público, mas sim pela busca incessante de facturação em doações mascarando a extorsão... ou me dás $ ou divulgo!

Ninguém sabe, mas eu conto-vos uma história...
O hacker que sacou o vídeo intimo do Lewis Hamilton e Nicole Scherzinger, queria verdade desportiva na Fórmula 1 mas teve azar, não encontrou nada...


25 comentários:

  1. Atualmente com um smartphone de treta tens acesso a web, já não é necessario um pc ou portatil para isso, por isso não me admira nada que ele tenha acesso a web com a ajuda dos advogados.
    Eu fazo uma questão bastante simples a qualquer pessoa no mundo... gostaria de ver a sua correspondençia, contratos de trabalho, contratos com entidades (agua, luz, emprestimo bancario, contrato de arrendamento ou aluger), conteudo do seu pc exposto para que todos podessem consultar?
    Esses advogados, politicos, jornalistas gostariam de ter todo isso exposto em praça publica e ainda por cima deturpado para contar uma narrativa que desse jeito a certas pessoas? É claro que não. Qual é o jornalista que quer ver as suas "fontes" expostas, os advogados verem a correspondençia trocada com o seus clientes tornada publica.
    Se alguem tem uma suspeita que alguem não esta a operar dentro da lei não tem mais que apresentar queixa, fundamentar-la e deixar a PJ juntamente com os tribunais investigar, julgar e caso seja culpado condenar.
    Não vi esses individuos todos revoltados, nisso incluo jornalistas, advogados, politicos, justiceiros, quando o porto e a sua administração dava putas ao arbitros em troca de serviços no relvado. A classe politica tentou logo varrer para debaixo do tapete.
    Enfim... vale tudo para denegrir as pessoas por meia duzia de trocos.. não é jota marques.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro Carlos,
      A minha questão não se prende com a facilidade de obter acesso, mas sim, se está ou não inibido de o fazer...

      Eliminar
  2. Ricardo Silva20/02/19, 11:21

    Espero bem que sim, e que continue com o excelente trabalho que tem feito. Aliás em França já estão a usar em julgamento provas recolhidas pelo Rui Pinto (outros casos nao relacionados com o futebol). O próximo passo é darem-lhe asilo e a protecção que ele bem merece.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol...sendo assim é pegar na atual lei e mandar pro lixo. A lei de protecção de dados a pouco tempo aprovada e posta em vigor apartir de hoje vale BOLA. Basicamente estas a dar liberdade ao carteiro para abrir a tua corrspondençia por suspeita de algo. Estas a dar permissão um hacker aceder ao teu pc e a todos os outros porque suspeita de algo. Um hacker acede ao servidores de uma qualquer torre de controlo num aeroporto fode um pack de ficheiro e cai um avião vai com a desculpa que era para expor a companhia que controla o trafego aereo.
      Era a anarquia e qualquer um fazia o que lhe dava na telha porque queria expor fulano ou empresa.
      Mais uma vez... tem uma suspeita, faz queixa na PSP e depois deixa a justiça seguir o seu caminho.

      Eliminar
    2. Benfica Sempre20/02/19, 11:42

      Será que estão? Vamos esperar para ver!!
      No que diz respeito à justiça portuguesa, apenas posso dizer que seria a ironia suprema que se invalidassem como prova, escutas feitas legalmente com a autorização de um juiz, e pelo contrário se aceitassem provas recolhidas ilegalmente por um criminoso!!!

      Eliminar
    3. Correcto Benfica Sempre. Em PT houve a oportunidade de dar uma facada na corrupção mas os politicos mais uma vez protegeram quem lhes interessava e por acrescimo eles mesmos. Caso seja aceite alegadas provas obtidas por meios ilegais estam a dar permissão a qualquer um para basculhar a vida de cada um so porque não gosta dele/a.

      Eliminar
    4. Estes são os tais da pimenta no dos outros...
      Acham que só o Rui Pinto é que é hacker neste mundo e que se o Benfica ou outra entidades colectiva ou individual deste país quisesse entrar por exemplo, nos servidores do Porto ou Sporting seria impossível.

      Não tem a mínima noção, que é assim que os precedentes se abrem...

      Eliminar
    5. ........sabe tudo menos as vigarices que o seu clube, fcp, pratica, e que foram descobertas pela FIFA........."imbestiga" ruizinho "imbestiga" o teu clube, e verás a "verdade desportiva".....

      Eliminar
    6. Águia Preocupada20/02/19, 15:53

      Engraçado é ele não ter começado pelo seu clube... Considerado um dos mais corruptos da Europa que até compra campeonatos no supermercado...
      Querem ver que se regenerou e aquele antro de podridão que é Contumil virou convento?
      Verdade desportiva sim... Já me tinham dito!

      Eliminar
    7. Quem foi que disse que ele não começou pelo seu clube? Ele até começou pelos lagartos, que depois o compraram toda a informação sobre o clube, como a informação que lhe pediram sobre o Benfica, que depois foi vendida aos Fruteiros. Reunião no Altis, lembram-se?
      É isso que eles tentam desesperadamente negar e esconder, que compraram com dinheiro vivo e o jogador Lumor a informação do Benfica.


      "Sim pagou-se com Lumor que sai do Norte a título gratuito, passa férias no Algarve e aterra em Lisboa por cerca de 3M no total... O tal que não joga.
      Mas seguimos em frente. No meio de tudo isto é trocas e baldrocas o Rui Pinto tinha informação dos 3 grandes e das 2 “maiores” empresas de agenciamento do Mundo, GESTIFUTE e DOYEN...
      Mas a Gestifute “supostamente” pagou e saiu do filme vigário a imagem do seu dono que é um homem honesto (Jorge Mendes), dai hoje não estar em questão.

      Seguimos caminho e batemos de frente com o Benfica... foi quem não pagou, não entrou em esquemas e está a ser vítima de uma montagem megalómana que envolve mais de 10M€.
      Ou seja, eu um dia destes vou para Budapeste e contrato um hacker para investigar a PGR.

      PS.: tal como o dos 200 e tal mil que ele tirou das Cayman... ganhou em tribunal mas nunca recebeu o dinheiro de volta porque o que tinha lá escondido era muito mais e se falasse nele tinha que pagar impostos... entenderam? O tribunal de Oeiras sabe disso."

      Segundo fontes de jornais nortenhos, o FCP pagou 400 mil euros por esta informação assim como pagava uma avença mensal para que este hacker não divulgasse o que tem sobre FCP.
      Tais jornalistas, por acaso até da nossa cor (vermelha), só nada publicam pois não querem perder o emprego assim como lhes faltavam provas fidedignas e não querem dar uma de Tânia Laranjo, ou afins.


      A verdade. A PJ e o MP só têm de investigar perante tantos indícios. Se quiserem. A não ser que os procuradores amigos do Terraços não queiram.

      Eliminar
    8. O Pinto da Costa voltou de Vigo e continua a passear-se e a arrotar do alto porque quando a Policia Judiciária o apanhou com a mão na massa não tinha autorização do juiz para gravar as conversas. Só para lembrar como funciona um estado de direito.

      Eliminar
  3. Benfica Sempre20/02/19, 11:27

    É expectável que certo tipo de imprensa se alimente deste tipo de notícias sórdidas/maldicentes.
    Para estes os hackers são uma verdadeira mina de ouro.
    Já não é, porém, aceitável que o jornalismo dito sério, não seja capaz de fazer a destrinça do que é uma notícia da mera fofoquice e intrusão na vida privada dos cidadão e instituições.
    E também não é aceitável que esse jornalismo não tenha critério suficiente para perceber a diferença intrínseca entre um mero criminoso e alguém que procura a justiça, embora tendo de infringir leis, por falta de alternativa.
    Querer colocar o Rui Pinto ao nível de, por exemplo, Edward Snowden, é perverter por completo o sentido de moralidade e sentimento de justiça, que justificam a existência whistleblowers, e que a tornam aceitável e até desejável aos olhos da opinião pública.
    Snowden no decurso da sua actividade profissional tomou conhecimento de situações que considerou criminosas e entendeu que a única forma de impedir a sua continuação, era através da sua divulgação pública. Recordo que estamos a falar de situações como o assassinato indiscriminado, por mera diversão.
    Apesar disso o próprio Snowden está impedido de voltar ao seu país, sob pena de passar o resto da vida encarcerado.
    Ora o recentemente elevado a santo Rui Pinto andou a remexer indiscriminadamente na vida privada de pessoas e instituições a ver que que conseguia encontrar.
    No decurso dessa sua actividade dedicou-se a extorsão e roubo e sabe-se lá mais o quê!
    Mas mesmo que não o tivesse feito, deixo a pergunta àqueles que agora o santificam:
    - Se a própria justiça está impedida de vasculhar a vida das pessoas, sem abrir um inquérito e sem autorização de um juiz e, ainda assim, com poderes limitados, porque é que acham aceitável que indivíduo qualquer possa vasculhar a vida privada de todos e qualquer um, sem qualquer controle, apenas porque possui a capacidade para o fazer?
    É que hoje pode agradar por ser a vida dos outros, mas amanhã pode ser a sua ou da sua família!
    Poderão dizer-me, ah e tal que eu sou honesto e não tenho nada que se me aponte!
    Pois eu garanto que se tivesse acesso à correspondência privada da Madre Teresa de Calcutá, e assim o desejasse, seria capaz de a distorcer, truncar, colocar fora do contexto, de modo a que no mínimo se dissesse “esta senhora era corrupta”.
    Em suma: temos uma classe jornalística de merda!

    ResponderEliminar
  4. Exato G.
    Basta que seja divulgado algo que não seja crime para tudo o resto ser injustificável… é a lógica do "prefiro um criminoso solto que um inocente preso"... é tão ridículo que dá pena de quem defende o gajo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nuno faz lembrar aqueles que quando acontece ao outros batem palmas, mas quando acontece a eles já não gostam que lhes fazam os mesmo. HIPOCRITAS

      Eliminar
    2. Óbvio meus caros.
      Esquecem-se que são marcos como estes, que criam jurisprudência e pontos de viragem para todos os seguintes. Cá estaremos para ver...

      Eliminar
  5. Acker qual Acker um gatuno e um ladrão que chamou aos portugueses uma máfia e ficou tudo na paz do senhor... Esse tentáculo do polvo azul corrupto é um bandido e um ladrão q tem de ser preso mais nada

    ResponderEliminar
  6. Página de porcos que nem sabem inglês, francês ou alemão. Para esta escumalha vermelha bastam os artigos do pasquim Rascord.
    Ide ler os artigos do Der Spiegel, L'Equipe, Mediapart, Reuters, etc. O Ronaldo por exemplo foi condenado por fraude fiscal por causa das revelações do Football Leaks. O Eurojust abriu uma colaboração europeia para investigar os casos de fraude fiscal e corrupção.
    É por gente como vocês que o país está na merda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porcos são vocês que continuam a usar putas para comprar e corromper dirigentes e jogadores.

      "Exma Senhora Procuradora Geral da República

      QUEIXA CRIME:
      As entidades visadas são, FPF, Conselho de Justiça da FPF e Secção de classificados.

      Visados: Dr. Fernando Gomes, Presidente da FPF, Fontela Gomes, Presidente do C. de Arbitragem.

      O presidente do CA está casado com a observadora Eliana Pinelo.
      Hà aqui incompatibibilidade de funções. Ou ele ou ela demitem-se, não podem é exercer os dois cargos inconciliáveis.

      Esteve envolvido numa transferência do filho ainda menor para o SCP e embora receba 10.000€ por mês, os gastos que realiza são incompatíveis com o nível de vida que faz bem assim como as despesas que suporta e que realiza.

      - Paulo Costa, vice-presidente do CA tem um conflito de interesses com o irmão árbitro Rui Costa, um árbitro C1 que é sempre favorecido.
      As bombas de gasolina no Marco de Canavezes de que é proprietário como foram adquiridas? Pelo regulamento de arbitragem, um árbitro não pode pertencer aos quadros federativos se tiver um observador ou se tiver relação de familiares directos… Como é possível este indivíduo conviver com a família?

      - O árbitro Alfredo Braga que tem um sobrinho observador também não pode, mas a verdade é que a impunidade continua. Isto são incompatabilidades com o Regualmente de arbitragem.

      - O referido vice presidente actuou ou actua nas classificações C1 e C2; ficou provado por acórdão proferido em 2017 pelo CJ que atuava nas notas dos árbitros da C1 (a classificação foi anulada quanto ao árbitro Jorge Pinheiro). Então e as notas de todos os outros?
      - Então ao interferir nas outras notas não influenciou as notas de Jorge Pinheiro? A lei de bases, os regulamentos, os estatuos da FPF e outras não proibem que quem nomeia não pode avaliar? Quantas normas foram violadas? Onde está a Igualdade e a transparência?

      Sugeria para não favorecerem A ou B, mas era reportado por todos os árbitros e assistentes.

      Sr. Bertino Miranda, vogal da secção profissional, decide as qualificações dos assistentes. Fá-lo pessoalmente com José Braga e Tiago Rocha, árbitros que tinham todo o interesse em recorrer para saber da disponibilidade de ambos actuarem como colaboradores na Academia de arbitragem.
      Após o fim do prazo de recurso não mais foram contactados evitando assim reclamações e alaridos públicos com eventual decisão contrária a sair do recurso que aqueles pretendiam interpor.
      Segundo ele, “se não se puder fazer, mais vale pagar, escândalos é que não”.

      Miguel Aguilar, Assessor da FPF, por não recorrer foi recompensado. Foi nomeado pelo conselho de arbitragem por fidelidade ao grupo.

      - Lúcílio Batista (falsificação de documentos), presidente, e dois vogais Pedro Portugal e Alnabon Fialho, da Secção de Classificações.

      Estes 3 são responsáveis pela alteração das notas introduzidas na plataforma informática. São eles quem altera as notas a seu belo prazer por forma a penalizar quem age correctamente e protegem os interesses de quem atua conforme as directizes de Ricardo Duarte falsificando no computador as notas que lhes são transmitidas.
      Isto pode ser observado através da alteração informática das notas que depois de inseridas são aduteradas. Bastará para tanto correlacionar as notas dos observadores dos jogos com as notas que foram alteradas na plataforma informática.

      - Vasco Santos (VAR), o pai era da PJ e é um dos elementos necessários para obter informações. Este é um dos elementos chave para colher informação quando são canalizadas queixas para o DCIAP ou TIC.
      Manteve a categoria C1 e foi para VAR. Não conseguia passar sequer nas provas físicas mas foi sempre classificado e avaliado por pessoas que adulteravam os valores. Todos os árbitros são testemunhas deste facto.

      Na época 2017/18 nas primeiras provas de aferição realizadas no Luso o sr. Vasco Santos passou sem cumprir os mínimos nas provas físicas. Porquê? Se não tinha cumprido as provas físicas que são um critério necessário proque razão o passaram?



      Eliminar
    2. Agora escreve lá isso em inglês, francês, alemão e checo, a ver se és homem! Ó porco das 14:20.

      Eliminar
  7. - FALSIFICAÇÂO DE DOCUMENTOS
    Em causa as classificações dos árbitros da época 2016/17, por falsificação das notas atribuidas pelos observadores de campo no sistema informático. Houve manipulação das notas nos computadores, já que os observadores deram notas que foram adulteradas. As notas foram modificadas e árbitros há que sabem perfeitamente isto. Bastará para tanto verificar todos aqueles que impugnaram as notas.

    Não dão acesso a documentos aos árbitros. Porque será? É que assim podem sempre modificar na plataforma informática as notas.
    Volvidos meses nenhum observador vai ver a nota que aparece na plataforma informática. Até porque o que aparece no critério de descida é apenas a não classificação. Mas árbitros há que tiveram mais de 5 negativas e foram classificados. Quem manipula então as notas nos computadores e falsifica as notas para ver quem passa?

    Prova testemunhal desta situação: o árbitro Jorge Pinheiro foi uma das vítimas. Outro árbitro sabedor desta situação poderá ser o AAC1 Jorge Ferreira e o árbitro Gonçalo todos eles recorrentes de injustiças perpetradas.

    - TRÁFICO DE INFLUÊNCIAS

    Árvaro Mesquita, o árbitro teve 8/9 notas negativas mas acabou as últimas jornadas com notas de muito bom. Fazia parte da equipa de Jorge Sousa.
    O Bertino Miranda que avalia os assistentes era colega de equipa de Jorge Sousa.

    É evidente que o meu amigo, amigo do meu amigo é.

    Sérgio Jesus que esteve envolvido no Apito Dourado. Teve 5 notas negativas mas sempre que recorre ganha. Porque será?

    Sobre as suspeitas:
    Incumprimentos vários da legalidade, da imparcialidade e incompatibilidades diversas.

    ABUSO DE PODER
    -fazem o que querem pois as decisões do CJ embora contrariem as imposições decorrentes dos recursos nunca são cumpridas; não nomeiam os árbitros que ganham os recursos de decisões que foram impugnadas e, sem qualquer fundamento, deixam estes árbitros votados ao isolamento total;

    Fazem classificações como se lembram e como querem sendo certo que as classificações não têm por regra o mérito nem as verdadeiras notas:

    - Não dão cavaco a ninguém.
    - Esta época desceram o árbitro Jorge Ferreira, sendo que na época anterior por situações idênticas não desceram ninguém.

    - Elaboram SEGUNDAS ATAS que servem para CORRIGIREM AS CLASSIFICAÇÔES DE ACORDO COM O QUE PRETENDEM.

    - Não fazem revisão de notas e apesar dos ínúmeros requerimentos muitas das vezes são pedidos deferimentos tácitos que também não merecem despacho.
    - Não respondem aos emails dos árbitros, não dão acesso a documentação.
    - Condicionam os árbitros; pressionam a arbitragem a defender as suas decisões.
    - aplicam os critérios que querem, para quem querem. A uns dão boas notas e a outros más notas, com lances iguais. Bastará ver as imagens do VAR, as classificaçãos que deram por referência a lances iguais.

    - Lucílio Batista disse que que não haviam classificações.
    Disse que o árbitro Jorge Ferreira tinha sido avaliado com insatisfatório e depois no CJ escreveu BOM (o depoimento de Jorge Ferreira pode confirmar isto).

    - As classificações que vieram a público foram feitas depois de 1 junho ou seja, primeiro desceram quem quiseram e depois manipularam os dados no sistema informático.

    As percentagens de notas negativas atribuidas em ata a cada um dos AAC1 que desceram não batem certo com as que eles efetivamente têm.

    Qual é o objectivo disto tudo?
    Eles enviaram convites a 2 AAC1 em que os convidavam a colaborar com a Academia de Arbitragem. Mal passaram os prazos de recurso, nunca mais ninguém falou com eles.
    Os atuais VAR surgem de esquemas semelhantes de forma a evitar recursos.
    A FPF disse no “6às9” que tudo se baseava na transparência e igualdade, mas quando eu dou notas a dedo que igualdade existirá?

    O CA é obrigado legalmente a emitir normas e fazer classificações e no ano passado não o fez. (parecer da APAF).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. - BRANQUEAMENTO DE CAPITAIS

      Os dinheiros canaizado para empresas amigas que precederam à construção da Cidade do Futebol e que permitiram um desvio colossal de verbas. Foram muito milhões. E o que se faz em prol das empresas da família?

      - FRAUDE FISCAL

      O dinheiro pago e recebido por privilégios concedidos a equipas de futebol, dirigentes e agentes de futebol que não é contabilizado, muitas das vezes pagos através de sacos azuis.
      Por exemplo, os clubes desviam montantes com floristas, assistentes, rececionistas, despesas com buffets e lançam essa verba em dias de jogo grande, para depois fazerem com esse dinheiro o pagamento aos árbitros.

      Até a água comprada serve para camuflar desvios de capital. Diz-se sempre que se gasta muito dinheiro em água mas o que se passa é que a água é para apagar o fogo insaciável de quem gere o mundo da arbitragem e tem de pagar a corrupção.

      Todos eles incorreram nos crimes enunciados.
      Aquando da realização de buscas à FPF e ao CA farei chegar nomes e documentos para que os possam inquirir.

      Sou anónimo por receio de represálias à minha família.

      Eliminar
    2. Alguém quer a verdade desportiva? nao claro que nao o que querem é massacrar o BENFICA com merdas sem pés nem cabeça, putaqueospario.

      Eliminar
  8. Porque será que este artista escolheu a Hungria para se refugiar? Será por ser o pais mais corrupto da união europeia?

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado