Siga-nos no Facebook

quarta-feira, 1 de maio de 2019

Fechar a Luz é a maior estupidez alguma vez pensada...



Recurso de castigo anterior salva Benfica de jogos à porta fechada na Luz

Conselho de Disciplina apontou infração pela terceira vez mas a segunda ainda está em tribunal

A sanção aplicada esta terça-feira ao Benfica por arremesso de objetos para o relvado na partida com o Feirense não pode implicar jogos à porta fechada no Estádio da Luz, uma vez que, apesar de ser o terceiro caso semelhante da época, o segundo deles ainda está em tribunal.

O regulamento prevê que um clube cujos adeptos pratiquem este ato por três vezes na mesma época seja punido com um a três jogos à porta fechada. Ora, na partida com o Feirense, foi efetivamente a terceira vez que os adeptos encarnados atiraram objetos - neste caso tochas - para o terreno de jogo, levando à interrupção do mesmo.

No entanto, as águias tinham recorrido do segundo castigo para o TAD. Assim, oficialmente só tinham sido punidas uma vez até agora, sendo esta a segunda coima que recebem. Assim, não existe dupla reincidência.
 

Record

-------------------------------------

Fica a ideia de que o Benfica é o mal de todo futebol português espelhado no comportamento dos seus adeptos. 
Não tenho qualquer informação de que o Benfica esteja a fazer algo a não ser recorrer de todas as decisões punitivas, mas também acho que isso será apenas um adiar de algo que pode nos pode prejudicar e muito.

Urge reunir com clubes e entidades que regulam o nosso futebol para que esta lei seja alterada. Defendo que em vez dos clubes serem penalizados com multas e jogos à porta fechada pelo comportamento dos seus adeptos, os mesmos clubes em consonância com a policia, tenham o dever de dotar-se de todos os meios de vigilância de modo a que quem prevarica seja punido exemplar e severamente em termos individuais.
Só assim se limpa quem não faz bem ao futebol, só assim se pensa duas vezes antes de arremessar um petardo. De outra forma e se são os clubes a pagar por actos individuais, nunca a punição corrigirá quem pratica o acto.

Não falo por ser o Benfica, porque a pimenta muda de cú quando menos se espera.

Actualmente no futebol português, temos um sem numero de castigos ao Benfica mas não só, também pavilhões à porta fechada dos nossos rivais e vários outros castigos que estarão prontos a sair.

Esta lei não beneficia ninguém.
Não beneficia clubes, nem adeptos, nem entidades que regulam, nem patrocinadores, nem empresas envolventes e muito menos o estado que não saca impostos.

Além disso são leis vulneráveis a prevaricadores que podem suscitar várias questões que a seu tempo irão surgir na ordem premente do dia. Tais como, sabendo um adepto fanático do clube X, que o clube rival Y está reincidente, facilmente se infiltra como adepto a prevaricar e consequentemente a castigar o clube rival. Acham difícil? Estamos em Portugal...

O nosso futebolzinho é alavancado essencialmente por um gigante Benfica mas também por outros dois clubes grandes.

Entre 2003-2018 a nossa média de espectadores coloca-se nos 11 000. 
Vejam como só nos podemos comparar com países de segunda divisão europeia. 
Mesmo a segunda divisão inglesa, consegue colocar quase o dobro de espectadores a ver jogos... Depois admiramo-nos todos, que na segunda divisão inglesa se pague melhores salários e se façam transferências inimagináveis para grande parte dos clubes portugueses.

Acham que a NOS e a Altice e restantes patrocinadores paga para jogos de estádio vazio? 

--------------

Vejam com que ligas nos podemos realmente comparar...

--------------

Abaixo, temos em grande destaque o prevaricador máximo de futebol português, com média de assistência ao nível dos grandes campeonatos europeus, no entanto em Portugal acha-se lógico, interditar estádios e público ao único top 15 português do futebol europeu e que é a alavanca máxima do futebol nacional.

--------------

Abaixo vem representado a importância percentual das assistências na Luz em toda a liga portuguesa. Se o calculo fosse feito incluindo todos os estádios fora que os adeptos do Benfica enchem, a percentagem seria assustadora.

--------------

Por último a representação percentual dos três grandes portugueses em casa na liga portuguesa. Imaginem o mesmo dado incluindo jogos fora dos três grandes. Seria igualmente assustador.



Em termos gerais, pertencemos à segunda divisão do futebol europeu e tudo fazemos para lá continuar. 
Viva o futebol português!

7 comentários:

  1. Excelente visão do futebol em Portugal é pena que os diregentes só olhem para o seu umbigo e não tratem da industria que melhor serve e enche os bolsos rivalidade dentro do campo fora olhem para os adeptos e corram com os bandidos que procuram descarregare as frustrações da semana viva o fute bol do garrafão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo meu caro.
      A visão tem que ser muito mais ampla e a pensar no bem comum. Isso não existe porque temos uma cultura de desporto com foco apenas em ganhar. Não interessa como, mas se deu para ganhar a estratégia é boa!
      Serem os clubes a legislar sobre multas e castigos, na minha óptica é outra coisa que urge ser alterada. Serem escutados para uma reforma profunda estou de acordo, serem os próprios a aprovar não.

      Enquanto estado, clubes e entidades reguladoras do futebol não estiverem todas de acordo de que é necessário fazer uma reforma profunda no desporto para um bem comum, este estado de coisas nunca irá alterar.

      Eliminar
  2. tal como com o problema da legalização das claques estamos à espera que as coisas passem.
    a postura é a mesma sempre a reagir e nunca a prevenir.

    temos que ser nós a liderar não podemos ficar à espera dos outros, até porque quem sofre as consequências somos nós.

    ou procuramos arranjar apoios para mudar os regulamentos, o que eu até acho que é capaz de ser difícil, ou começamos uma campanha para que existam meios para poder identificar os adeptos prevaricadores serem estes os responsáveis pelos seus actos e terem penas exemplares.
    e até nem acho que esta ultima seja difícil já que a opinião publica na generalidade é a favor e duvido que existam vozes contra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A problema de lagalização das claques é outro problema que nos vai afetar mais dia menos dia, com mais interdições da luz.
      De duas uma. Ou dentro do Benfica, todos estão com 100% de certezas de que vão ganhar esta causa em tribunal, ou estão a ser incrivelmente inconscientes e irresponsáveis.

      Algo tem que ser feito.

      Eliminar
    2. no caso da legalização das claques existem vários juristas que dizem que a lei é susceptível de ser considerada inconstitucional.

      só que como todos já sabemos o que não faltam é juristas que possam dizer o contrario, alias quando é destas coisas aparecem sempre pareceres de catedráticos para todos os gostos é só pagar.
      e sinceramente ninguém sabe o que o constitucional vai dizer sobre o assunto.

      o pior é que acho que como isto vai demorar muito até se resolver e esta tudo na esperança de quando as coisas se decidirem as sanções já tenham prescrito.

      Eliminar
  3. Como já o referi noutro post. Acho que mudar esse tipo de regulamento é a maneira errada de proceder. Não acho que retirar a responsabilidade do clube seja a melhor opção. Seja como for, o futebol em Portugal é de terceiro mundo e continuará a ser enquanto o Pinto da Costa estiver no Porto. Talvez quando ele sair se consiga fazer algo de interessante por cá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui,

      Também não acho que se deva retirar a responsabilidade do clube, agora não acho que um clube deva ser responsabilizado por actos individuais.
      É completamente impossível controlar 50 mil espectadores com vontade própria em cada jogo.

      Como pode um clube ser responsabilizado pelo comportamento de um simpatizante? Pode até ser um atrasado que nunca viu sequer um jogo ao vivo e naquele dia por vicissitudes da vida, apetece-lhe ir ao relvado apertar o pescoço ao árbitro. Será lógico punir o clube?

      Eu tu e mais 4 ou 5, na fase crucial da época, organizamo-nos e vamos ao Dragão no jogo contra o Aves, chamar preto a um qualquer jogador. Será lógico o FC Porto pagar por isso?

      No máximo admito que a única forma "justa" de punir o clube, será se o adepto for sócio estando assim sobre a "tutela" de associado do clube. E aí o clube poderia pagar a multa e castigos adjacentes, mas também punir o seu associado com multas ou expulsão. Tudo o resto é um caminho muito perigoso.

      Para mim, punir individualmente cada um dos prevaricadores é a única forma de que não o voltem a fazer... é que nem sequer pagam as multas correspondentes aos seus actos.
      Enquanto isso, temos o Benfica a pagar milhares de euros em multas semana após semana.

      Eliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado