Siga-nos no Facebook

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Antevisão Champions League - Benfica vs Leipzig


Leipzig é um duríssimo adversário e claramente o pior que nos podia ter calhado do pote 4, por outro lado é um excelente teste ao Benfica europeu de Bruno Lage.

As equipas alemãs são tradicionalmente difíceis para as equipas portuguesas, muito pelo estilo disciplinado habitual, mas também por pertencerem a um campeonato a todos os nível mais competitivo. No caso do Leipzig nunca os defrontamos para competições oficiais, existindo apenas o registo de um amigável no qual perdemos por 2-0.
É interessante verificar que tal como nós, o Leipzig é uma equipa com projecto sólido e ambicioso, apostando forte na juventude, tendo como objectivo nos próximos anos de ganhar a competitiva Bundesliga.

Os benfiquistas de gema que exigem o Benfica a dar 5 em todos os jogos, acharão que por se chamar Leipzig e nunca ter ganho uma liga dos campeões na década de 60, teremos que ganhar facilmente, mas como a história não entra em campo teremos que ser muito competentes para levar esta equipa de vencida.

RB Leipzig RB Leipzig


Valor de mercado total
310,70 M €521,10 M €
ø-Valor de mercado
11,51 M €14,48 M €
ø-Idade
25,122,7
Internacionais Seleção A
1316
Seleção juniores
919
Estrangeiros
1723

O plantel deles está avaliado pelo transfermakt em cerca de 520M€ ao passo que o nosso está avaliado comparativamente nuns modestos 310M€.
Na época actual gastaram cerca de 55M€ em contratações, vendendo apenas Bruma.

Ademola Lookman
Extremo izquierdo
21Inglaterra
Nigeria
Everton FC
InglaterraPremier League
Christopher Nkunku
Mediocentro
21Francia
RD del Congo
París Saint-Germain FC
FranciaLigue 1
Hannes Wolf
Medio centro ofensivo
20Austria
Red Bull Salzburg
AustriaBundesliga
Luan Cândido
Lateral izquierdo
18Brasil
SE Palmeiras B
BrasilBrasil

Hoje teremos basicamente em confronto duas equipas com projectos similares no que diz respeito à aposta na juventude, mas incutidas em realidades e competições completamente diferentes.
Ambas as equipas também estão muito bem orientadas por técnicos jovens e com ideias muito interessantes. No caso do Leipzig é orientado pelo treinador da moda na Alemanha Julian Nagelsmann de apenas 32 anos de idade.

Nagelsmann é um técnico apaixonado por bom futebol e pelo sistema 3-5-2, sistema esse que tem sido um pouco problemático para Lage. Se é verdade que ganhámos ao Sporting por 5, também é verdade que tivemos muitas dificuldades sempre que defrontamos equipas com este sistema na época passada.
Contra o Sporting conseguimos contrariar o sistema, muito porque tivemos RDT a fazer mais de 3º médio do que de ponta de lança, pelo que é aqui que reside a minha dúvida para mais logo.
Fará RDT esse papel ou Lage optará por colocar Jota?
Será que nos pode surpreender com um meio campo com Fejsa, Samaris e Taarabt a fazer de terceiro médio? 
Penso que todas estas possibilidades serão válidas, embora Bruno Lage nos tenha habituado a poucas alterações de jogo para jogo, preferindo focar-se mais no seu próprio jogo do que no do adversário, com todas as vantagens e desvantagens inerentes a este facto.



No fim de semana passado o nosso adversário empatou com o todo poderoso Bayern e seguem líderes da Bundesliga sem que conheçam o sabor da derrota em competições oficiais.

Este foi o 11 eleito nesse jogo:

Onze inicial: 5-3-2
Suplentes



















Este sistema 3-5-2 é muito interessante e quando bem consolidado é muito difícil de contrariar, muito pela superioridade numérica evidente no meio campo, mas também pela flexibilidade que dá à equipa durante o jogo. No processo ofensivo é um 3-5-2 no processo defensivo é na prática um 5-3-2. Contra equipas poderosas como o Bayern e onde se passa muito tempo sem bola é natural que seja durante a maior parte do jogo mais um 5-3-2 que o sistema de defesa a 3.
    
De todo plantel destaco a média de idades fixada num incríveis 22,7.
Se é verdade que são uma equipa que vale pelo seu todo, também é verdade que tem alguns jogadores que se destacam em termos individuais. Destaco o trio da frente de ataque com Timo Werner, Poulsen e o autriaco Sabitzer, como os jogadores mais decisivos e desequilibradores da equipa até ao momento. Jogadores que aprecio pessoalmente e auguro um grande futuro, Ampadu emprestado pelo Chelsea e Nkunku contratado ao PSG.

Em termos colectivos, são uma equipa alegre e com processos bem consolidados. Como pontos fortes destaco o jogo combinativo que gostam de impor e a facilidade com que criam oportunidades de golo. Como pontos a explorar diria que tentarmos provocar o erro com uma pressão efectiva será inteligente da nossa parte, visto que fruto do futebol positivo incutido pelo treinador arriscam demasiado em zonas proibitivas. A falta de experiência neste tipo de andanças também é um factor a nosso favor.

Qual o vosso prognóstico e 11 para mais logo?