Siga-nos no Facebook

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Contas do Benfica

O Universo Benfiquista apesar de não ter nenhum especialista em finanças não podia deixar passar em branco o comunicado das contas do Benfica á CMVM.



O Benfica destaca os seguintes pontos:

O resultado líquido do período ascende a 29,4 milhões de euros, o que corresponde a uma melhoria de 42,8% face ao período homólogo, ao sexto exercício consecutivo em que a Benfica SAD apresenta
lucro e ao seu segundo melhor resultado de sempre;
De realçar que os últimos quatro exercícios correspondem aos quatro melhores resultados líquidos da Benfica SAD, designadamente, 44,5 milhões de euros (2016/17), 29,4 milhões de euros (2018/19), 20,6 milhões de euros (2017/18) e 20,4 milhões de euros (2015/16); 
Comentário - O Benfica vai no 6º ano consecutivo de lucros financeiros, sendo que o 7º está garantido pela venda de JF... Desportivamente foi 5x campeão nesse espaço temporal.  

O resultado operacional ascende a 35,3 milhões de euros, o que representa uma melhoria de 8,8% face ao período homólogo, mantendo-se como um indicador de desempenho operacional positivo;
Os rendimentos operacionais (excluindo transações de direitos de atletas) atingem os 165,7 milhões de euros, o que corresponde ao valor mais elevado de sempre alcançado pela Benfica SAD e representa um crescimento de 36,3% face ao período homólogo;
Esta evolução nos rendimentos operacionais é principalmente justificada pela entrada em vigor do novo critério de distribuição de prémios nas competições europeias da UEFA, para o ciclo 2018/21, o que implicou um aumento generalizado dos valores a distribuir, para além da melhoria do desempenho desportivo da Benfica SAD nessas competições;
Comentário - O resultado operacional mantém-se positivo, partindo dos rendimentos sem transacções mais elevados de sempre! O Benfica faz notar como é fundamental participar na LC, prova na qual vai na 10ª época participação consecutiva.

Os rendimentos com transações de direitos de atletas ultrapassam os 70 milhões de euros, justificado pelos ganhos obtidos com os jogadores Raúl Jiménez, Luka Jovic e Anderson Conceição (Talisca), os quais se encontravam cedidos na época 2018/19, tendo sido exercidas as opções de compra;
Comentário - O célebre "com taliscas não vamos lá" e "é só negociatas" continua a dar lucro!

Os rendimentos totais superam os 263,3 milhões de euros, o que representa um crescimento de 27,7% face ao período homólogo e corresponde ao valor mais elevado de sempre alcançado pela Benfica SAD, ultrapassando inclusivamente o montante de 253,5 milhões de euros obtido em 2016/17;
Comentário - 250M de rendimentos... uma brutalidade para Portugal... curto para lutar com Sheiks!

O ativo ascende a um valor de 500,8 milhões de euros à data de 30 de junho de 2019, voltando a ultrapassar a fasquia dos 500 milhões de euros, verificando-se um crescimento de 3,2% face ao final do exercício anterior, principalmente justificado pelo aumento das rubricas de clientes e outros devedores e de caixa e equivalentes de caixa;
O passivo da Benfica SAD diminuiu 13,7 milhões de euros no decorrer do exercício 2018/19, mantendo a sua tendência de redução progressiva;
A redução do passivo é justificada pela variação das rubricas de empréstimos obtidos e de fornecedores e outros credores;
De realçar que, desde 30 de junho de 2016, o passivo diminuiu 70,9 milhões de euros, existindo a expectativa de se manter esta tendência de redução;
Comentário - "O passivo... o passivo..."! Julgo que com a continuada redução do passivo da SAD este vai ser uma termo em perigo de se extinguir do vocabulário da CS, dos anti e dos "exigentes".

Os capitais próprios atingiram os 116,2 milhões de euros à data de 30 de junho de 2019, o que significa que foi alcançado um importante marco para a Benfica SAD: o valor dos capitais próprios ultrapassa o seu capital social, que corresponde a 115 milhões de euros;
A evolução dos capitais próprios neste exercício equivale a uma melhoria de 29,4 milhões, o que corresponde ao sexto exercício consecutivo em que a situação líquida apresenta uma variação positiva. De realçar que, no decurso dos últimos seis anos, o valor acumulado da recuperação do capital próprio da Benfica SAD já ultrapassa os 140 milhões de euros;
Comentário - O que realmente interessa nas contas do passivo e ativo... a diferença! Capitais próprios cada vez mais positivos... superando pela 1ª vez o capital social da SAD.

Estes resultados demonstram que a estratégia que tem vindo a ser seguida pela Benfica SAD, que alia os resultados desportivos ao desempenho económico, é a correta e está na base do crescimento sustentado a que se tem assistido nos últimos exercícios.
Comentário - Apesar de tudo isto há quem julgue que o caminho certo é o dos rivais... investir o que se tem e o que se não tem para um pretendido sucesso desportivo... Se correr mal? Quem vier atrás que apague as luzes.

----------------------------------------------------------------------------

Preparamos para os nossos leitores uma análise aos últimos 6 anos financeiros do Benfica.


O Benfica tem acumulado resultados líquidos positivos... conforme refiro imensas vezes vamos em 6 consecutivos e o 7º está garantido desde o 1º dia... com isto podemos cada vez mais vender apenas pelo valor das clausulas ou muito próximo disso. 


Aqui vemos a evolução do bicho papão até há uns anos atrás... o passivo encontra-se numa encontra-se numa trajectória de redução sustentada, sem Vmocs (lol)... e o ativo segue a trajectória oposta, lembrando aqui que artistas como RD, Ferro, FL, Jota etc... contam a 0 no ativo! Estas trajectórias resultam numa recuperação acentuada dos capitais próprios... ultrapassando em 2019 o capital social da SAD... e não foi preciso incorporar parcialmente o estádio na SAD, aliás até passou finalmente para o clube! ficando o SL Benfica clube mais rico e com mais património.


"ah e tal mas precisamos de vender"... o Benfica tem resultados positivos sem contabilizar as operações com jogadores há 4 anos consecutivos! Não, não precisamos de vender. Vendemos porque temos propostas irrecusáveis no mundo real! E porque vender witsel abriu espaço para enzo, vender enzo abriu espaço para AG, para RS, para Gedson, FL etc... Uns saem outros aproveitam as oportunidades...


"Só contratam entulho e isso dá prejuízo ao Benfica"... Já trabalhamos este tema anteriormente e aqui fica a visão da floresta!


E termino com o investimento que o Benfica é acusado de não fazer... Afinal gasta-se com os salários... TODA a equipa tem os contratos renovados (falta Grimaldo do 11 titular) por mais um monte de anos! Mas se os queremos... temos de lhes pagar! E se aumentam ao A.. têm de ser coerentes e aumentar B. Note-se ainda as subidas no ano do inédito e histórico tetra e no ano da reconquista... premiar os jogadores pelos títulos!


O meu comentário está feito.
E o vosso? Agora com números podemos fazer avaliações mais concretas e menos de dizer coisas por dizer... do género "para onde foi o dinheiro"!
Que outros valores gostariam de ver analisados? Que duvidas ficam?