Siga-nos no Facebook

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Jorge Jesus no Benfica


Mais uma vez a inércia apoderou-se da comunicação do Benfica.
Durante os tempos de Rui Vitória, critiquei vezes sem conta a inação da nossa comunicação, inação essa que parece ter voltado.

Já na altura de Rui Vitória os ataques eram similares e o objectivo era um e bem vincado... desgastar o treinador... ora com a nossa comunicação a deixar cavalgar a onda, é fácil perceber que se um ou dois maus resultados aparecerem, tudo o que nos tentam incutir agora sem sentido, para alguns, passar a ser solução.

Sei que muitos não concordam com desmentidos constantes da comunicação do clube, mas sem que tenhamos que desmentir oficialmente, existem formas oficiosas de abafar este tipo de onda. O que é certo é que nada se diz sobre o facto e é assim que tudo começa.

Ora...
Bruno Lage é o campeão em titulo.
Como treinador do Benfica, se ganhar ao Tondela consegue a vitória numero 25 em 27 jogos, constituindo um novo recorde.
Como treinador do Benfica, ganhando ao Tondela consegue a terceira melhor marca de sempre em jogos fora, de toda nossa gloriosa história.

Mas os amigos de Jorge Jesus, Rui Santos, Rodolfo, toda redação Cofinas e painel dragarto CMTV, insiste em colocar Jorge Jesus no senda Benfica.
Conseguem mesmo, insistir nisto como notícia de destaque a ser debatida como ordem do dia, mesmo sabendo que há muito pouco tempo LFV disse que com ele JJ jamais viria para o Benfica.

Os mesmos amigos de JJ, cada vez que se coloca em causa uma pontinha que seja do trabalho do menino saem logo em sua defesa...

"Bruno Lage lançou farpas ao Jorge Jesus, dizendo que com Rui Vitória começou a aposta efectiva nos jovens do Seixal."

"DSO lançou farpas a JJ, dizendo que em tempos existiam treinadores que colocavam barreiras à ascensão dos jovens do Seixal "

Farpas? Por alma de quem é que constatar um facto é lançar farpas a quem quer que seja?

"Ah, mas o Bernardo não tinha hipótese de jogar na altura."

Este tipo de afirmação só pode ser para quem coma gelados com a testa. 
Quando um treinador acredita no talento de um jogador, no mínimo deixa-o no plantel e sempre que pode dá-lhe minutos. O que todos constatamos em relação ao Bernardo foi que nunca foi aposta e as poucas vezes que treinou com o plantel principal ocupou a posição de defesa esquerdo. 

Muitos fingem esquecer, mas eu relembro. (áudio)


O Bernardo Silva sentia tanto que era oposta, que escreveu o que todos vimos.

Não está em causa a competência que sempre reconheci a Jorge Jesus, está em causa que nunca foi um treinador que olhe para a formação como um caminho para o sucesso.
Foi assim no Benfica, foi assim no Sporting e é assim no Flamengo ou por onde passar.
Não faço juízos de valor quanto à sua opção estratégica, opção essa que tem obviamente vantagens e desvantagens... apenas constato o facto.

Se a ideia do projecto do Benfica, passa pela formação é óbvio que Jorge Jesus não é o treinador para esse tipo de projecto.

"Jorge Jesus para devolver a competitividade e sonho europeu do Benfica."

Como é que é?


Jorge Jesus no Benfica, com os tais planteis tão competitivos que não permitiam ascensão de jovens do Seixal, passou na fase de grupos da Champions UMA única vez em 5 possíveis. Rui Vitória mesmo fazendo a participação mais vergonhosa de sempre do Benfica na competição, em menos tempo e apostando na formação, passou duas vezes da fase de grupos.

JJ com os viscondes, foi lá duas vezes e não passou da fase de grupos em nenhuma delas.

Com todos estes factos, vem esta escumalha habitual insistir em JJ no Benfica, com o objectivo de nos devolver a ambição europeia.