Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Medíocre...



Portugal 29 de Julho de 2015

A pré-temporada da equipa principal vai-se desenrolando, com a participação no prestigiado torneio de Campeões, onde era muita a curiosidade de ver a equipa evoluir sobre as ordens de um treinador “dos nossos” (Vieira na sua apresentação).
Os resultados não são os que os fervorosos adeptos da teoria, “o sucesso pertence à estrutura”, estariam à espera. Mas a mim não me surpreendem de todo. Não defendi Jesus por acaso, não sou idiota para guerrear com muita gente da blogoesfera por questões irrelevantes. Jesus foi um “achado” que conseguiu ter sucesso por um vasto conjunto de razões, das quais mais de 90% residiam no seu conhecimento do futebol português e no seu carácter.
E quando se muda, por questões surrealistas (como foi o convite de ir treinar para o Qatar depois de ter conquistado o bicampeonato), pode-se encontrar um treinador com boa imagem, sócio do clube, mas que não tem esses conhecimentos de futebol ou esse carácter sólido, resistente e corajoso. E os resultados desportivos só por um acaso serão os mesmos.
Por outro lado, há muita gente que não percebendo de futebol, apenas debitando lugares comuns em catadupa, pensam que uma equipa é formada apenas por um conjunto de jogadores. E quando esse conjunto de jogadores tem resultados desportivos, a mudança para outro treinador que possa corrigir os erros do anterior, resultará numa equipa melhor e mais forte.
Um erro de avaliação tremendo, próprio de quem não “estuda” e como tal, não sabe, e pior que isso, não é grato. Porque o que vem a seguir pode de facto corrigir os erros anteriores. O que não se garante é que consiga fazer o que o anterior fez. E porquê? Porque uma equipa não é apenas um conjunto de jogadores. A liderança que o treinador exerce, os conhecimentos que o treinador tem e passa aos jogadores, a experiência que os jogadores lhe reconhecem torna mais fácil a moldagem ao que o treinador quer.
Comparar os 60 anos de Jesus com os 45 de Vitória é um indicador de que as coisas não vão correr bem. A liderança não será como já foi. E os teóricos dos lugares comuns, os que criticavam Jesus pelos seus erros e raríssimas vezes lhe reconheciam méritos pelos sucessos da equipa, irão “sofrer” muito este ano. Eles e nós, que humildemente aceitávamos os resultados, dávamos mérito a quem o tinha, e não cuspíamos no prato desse sucesso.
O carácter psicologicamente frágil do treinador Rui Vitória, pressionado pela dimensão do clube e nível de exigência, foi posto a nu após a 2ª derrota (tangencial) frente aos Red Bull. Não precisava de o fazer, mas a firmeza rompeu-se e teve de justificar um conjunto de 3 maus resultados com uma comparação ilegítima com o que se passou na época passada. Ilegítima porque nesse ano a equipa foi “esfrangalhada” pelas opções de venda de Vieira, enquanto este ano a estrutura base manteve-se. Não se podem comparar os resultados de uma equipa onde jogavam César, Benito, Bernardo Silva, João Teixeira, Luís Felipe ou Victor Andrade, quase sempre como titulares, com a actual equipa onde jogam a titulares os que de facto foram campeões no ano anterior!
Mas Vitória, acossado pelas responsabilidades tremendas que significa treinar o Benfica, já se “descaiu”. Ao 3º jogo? Mau sinal.
Outro sinal de fragilidade é quando altera o sentido das conclusões sem razão aparente, excepto a sua incapacidade de liderar. Como por exemplo quando disse que não ficou triste pela derrota com o Red Bull mas sim pelos falhanços das várias situações de golo criadas. Enquanto contra o América já disse que desta vez a sorte sorriu-nos. Se quiser ser um líder, teria dito qualquer coisa como “as grandes penalidades fizeram justiça à nossa superioridade durante os 90 mn”. O “sinal” que se passava cá para fora, era completamente diferente. Assim temos de nos preparar para ouvir a habitual e estafada “ladainha” do “falhamos muitos golos”, quando as coisas correrem mal, e “tivemos alguma sorte” quando as coisas correrem bem.
O que é que o discurso tem que ver com o sucesso d eum treinador? Bem, bastava dar o exemplo de Mourinho para explicar, mas posso acrescentar que é através do discurso que as mensagens se passam, e é importante que tenham conteúdo, dentro de uma certa estratégia de valorizar os nossos jogadores/equipa, e contestar ou levantar a dúvida sobre as equipas rivais. Gente com muitos “floreados” verbais não enganam ninguém. Gente com “punhos de renda” idem.
Gostaria de estar errado, mas antevejo uma época igual a qualquer uma das anteriores à chegada de Jesus. A “estrutura” do Benfica valia nessa altura, 1 Campeonato, 1 Taça de Portugal e 1 Taça da Liga em 8 épocas consecutivas. Nos próximos 8 anos é uma questão de cada um extrapolar como entender, mas não vai fugir muito destes resultados. Porque já aponto aos próximos 8 anos? Porque Vieira não vai sair, coberto pelo sucesso de algumas modalidades, pela BTV e Fundação Benfica, e porque não vai aparecer nenhum candidato à “Benfica”. Apenas uns “totós” cheios de ilusões e apego ao passado, sem conhecerem a realidade do futebol e da teia que Vieira montou neste Benfica, com ajuda e especial colaboração de Joaquim Oliveira e Jorge Mendes (com BES e PT na equipa “inicial”, mas que já saíram).

12 comentários:

  1. Por razões profissionais só hoje pude voltar aos blogues. Verifico que tive 13 comentários no post anterior. Naturalmente, e dado que passou mais de 1 mês não vou responder. Não contribui para valorizar o tema. Até porque os dias passam e as coisas vão-se sabendo com naturalidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. rosario negrao29/07/15, 15:38

      mais um blog do "BOTA ABAIXO"....se isso vem dum benfiquista antes quero os "inimigos"... opiniao livre SIM !!!! mas sempre respeitando o Benfica .... criticar e dizer mal de tudo e de todos NAO!!!!

      Eliminar
  2. Excelente. Penso exactamente o mesmo. Penso que a generalidade dos benfiquistas, os adeptos da "estrutura" e do "calma, ainda é só a pré-época", se assemelham ao suicida da anedota. Atira-se do 30º andar e vai dizendo: "Até aqui, tudo bem. Até aqui, tudo bem." E depois bate no chão...
    Só espero que estejamos os dois enganados.

    ResponderEliminar
  3. AntiPorkos29/07/15, 15:39

    Comecei a ler o texto, fiquei escandalizado com a quantidade de disparates e mentiras, tantos que é difícil encontrar em textos inimigos, estranhei estar a ler um texto de alguém que não é benfiquista num blogue que se diz do Benfica.
    Quando cheguei ao fim fiquei esclarecido quando reparei que o autor é um canalha já conhecido por se passar por benfiquista mas é um dos maiores inimigos do Benfica.

    ResponderEliminar
  4. Ola!!!A minha opiniao é que Jesus tambem nao estava altura do Benfica,para ganhar o campeonato e só por 3 pontos de diferença,tivemos que deixar a europa bastante cedo...mas á mil coisas mais!!!Agora estou contigo,Rui Vitoria no Benfica???Nao!!!Ainda por cima sem reforços de qualidade,e uma equipa descompensada!!! (Carcela é reforço!!)Mas se vamos já ao detalle,que Modelo de jogo é esse,donde se presiona o pontapé de baliza adversario e depois corremos 70 metros e defendemos com 10 homens a frente da nossa area???jogo ofensivo interior,con o facil que é defender isso,se nao tens Iniesta,Messi ou Ney....Epá sao tantas coisas,o discurso sem motivaçao de este homen(isso sim fala bem,mas o futebol é outra coisa!!)jogo de preparaçao e o Nico ontem 90 minutos dentro....é desesperante mesmo!!!Oxala um dia,eu possa treinar o Benfica e ter esta equipa!!!
    p.s...Desculpa a ortografía,estou fora a muitos anos,e entre o teclado e a mistura de idiomas....Desculpa!!

    Abraço
    Claudio


    ResponderEliminar
  5. Este texto irá ser guardado para mais tarde ser revelado para vergonha do mentiroso e aldrabão e conhecido anti benfiquista que anda pela vida a viver à custa dos outros e dos pagamentos que lhe fazem por debaixo da mesa! És conhecido, pá!

    ResponderEliminar
  6. Concordo com algumas visões e análises que fazes.
    Não concordo com atribuires o ónus da "culpa" pela não renovação do JJ ao presidente LFV e à direcção. É injusto e, a avaliar pelo que foi dito publicamente pelo JJ, é falso! O JJ disse na TV que foi a decisão de não renovar contrato com o Benfica partiu DELE porque "neste último ano não se sentiu desejado". Estaria a mentir? Não sei...Estaria a dizer aquilo para alimentar o seu ego? Não sei... mas que o disse, disse!
    Concordo na análise que fazes do trabalho do JJ e eu até vou mais longe: no campeonato corrupto, viciado, da chico-espertice, armadilhado que temos, só a ENORMÍSSIMA qualidade do nosso ex-treinador nos permitiu discutir e ganhar alguns dos troféus ao longo destes 6 últimos anos. Porquê? Porque o "vencedor crónico" é sempre o mesmo e é protegido, em Portugal não se lutam com armas iguais. Ao Benfica é-lhe exigido que jogue o dobro do futebol dos outros clubes para poder ter hipóteses de discutir os troféus. Não é ganhá-los, é discuti-los!!!
    Posto isto, é óbvio que treinadores com a qualidade do JJ não há por aí ao pontapé e, com a sua saída, nós sabíamos que iriamos ter esse desafio pela frente: encontrar outro treinador que, com a sua competência, pusesse a equipa a jogar o tal futebol que nos permitisse ir superando todas as adversidades e obstáculos que nos iam ser colocados. Enquanto que aos outros (o vencedor crónico dos últimos 30 anos) um qualquer pau de vassoura se habilita a ganhar, no Benfica, para se vencer, nestas condições, tem de se ter um treinador muito acima da média. E JJ era (e é) um treinador assim.
    Acho que o trabalho de RV só pode ser analisado com jogos a doer. Estar a dar "sentenças" com jogos a feijões é extremamente injusto e até te posso dar 2 exemplos: na época 2010-11 (2.ª época de JJ) fizemos uma pré-época extraordinária, com goleadas atrás de goleadas, vivíamos deslumbrados e quando chegámos aos primeiros jogos oficiais (supertaça e 3 primeiras jornadas) "caímos na real"; a época passada fizemos uma pré-época horrível, os anúncios do caos eram diarios, as expectativas eram quase nulas e chegámos à época "a sério" e, sem termos feito uma super época como a de há dois anos, fizemos uma época extremamente positiva. Portanto, estes jogos de pré-época contam alguma coisa mas, sinceramente, acho que contam pouco. É nos jogos a doer que devemos fazer as nossas análises.
    Eu também sou daqueles que me estou a cagar para o discurso do treinador, se dá erros a escrever, se não sabe pronunciar os nomes estrangeiros dos jogadores, isso é conversa da treta e serve de tanto como um pente a um careca. Um treinador tem é de saber de bola! JJ sabia a potes, RV iremos ver, a seu tempo! É a minha humilde opinião.
    Abraço e saudações Gloriosas.

    ResponderEliminar
  7. o teu mal e de muitos benfiquistas é que se é preso por ter cão e por não ter, enfim sofredores por antecipação, enfim não vejo onde o outros são superiores ao Benfica. o jesus com pinos não faz uma equipa e depois o outro la de cima tem que fazer outra equipa este ano a nossa esta quase feita só sairam 2.

    ResponderEliminar
  8. Também não estou nada confiançudo para esta época e também nunca fui muito na história da estrutura: o sucesso sempre me pareceu mais mérito dos milhões gastos em jogadores e no EXCELENTE treinador que tínhamos.
    Acho que estas duas mudanças (treinador e política de contratações) são demasiado importantes para terem sido feitas ao mesmo tempo...

    ResponderEliminar
  9. Para ti o Barcelona e o Chelsea este ano tambem nao tem hipoteses porque perderam nos jogos de preparacao e o Mourinho que apanhou 4 com uma equipa quase amadora passou a ser o pior treinador de todos os tempos. O SCP de certeza que sera o proximo campeao de fut11, futsal, hp, basket, volei e ainda o andebol, pq contrataram o melhor treinador do mundo e arredores, ptt estrutura, organizacao isso nao conta, basta ter o jj.
    Ser educado, ponderado nao eh sinal de fraqueza, o Ferguson ganhou tudo e nao.era.nenhum gabarolas e mito menos saloio.
    Saudacoes
    Aguia Vermelha

    ResponderEliminar
  10. A sério?????
    É isso tudo?
    Vou guardar o artigo para memória futura.

    ResponderEliminar
  11. Grande texto.Parabéns!!!!
    Já agora gostava que um dia fizesses um post das vendas/compras do Glorioso nestes ultimos 6 anos com os respectivos valores envolvidos.
    Como eu , há muitos benfiquistas que se interrogam onde está o dinheiro.
    É que me parece que os valores envolvidos nas transferências não serão os valores reais, e que esses valore não deram entrada no nosso clube.(alguns nem na CMVM).
    Bem hajas.
    Abraço
    Cosme Damião

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado