Siga-nos no Facebook

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Benfica x Belenenses SAD - Antevisão


Mais um jogo à sexta feira.  Começa a ser natural o Benfica jogar primeiro que os adversários e em horário péssimo para os adeptos.

Este foi o jogo que o ano passado o Benfica não venceu ao leme do Bruno Lage. Em casa temos de vencer todos os jogos do campeonato mas o Benfica de Bruno Lage em vitórias é mais forte fora que em casa. Seja como for, não espero nada menos que a vitória. Com mais ou menos dificuldade o Benfica tem de vencer estes jogos. E este jogo é de extrema importância porque antecede o jogo do título no Dragão, quee antecede o embate com o Braga em casa. 

Estou convicto que se o Benfica vencer os próximos três jogos do campeonato só uma catástrofe retirará o 38 do nosso museu.

A conferência de antevisão do nosso treinador como é habitual:


Os convocados:

Odysseas e Zlobin

Jardel, Ferro, Rúben Dias, André Almeida, Tomás Tavares, Grimaldo

Weigl, Pizzi, Gabriel, Taarabt e Cervi

Rafa, Jota, Vinicius, Seferovic e Chiquinho


Eu aposto na continuação:

Ody, Tomás, Rúben, Ferro, Grimaldo, Weigl, Gabriel, Cervi, Pizzi, Rafa e Vinicius.


Que equipa acham que vai ser apresentada?


No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista
No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Há leaks bons e leaks maus?

O Luanda Leaks está a servir de desculpa para retornar com o tema da optimização de Rui Pinto... o hacker criminoso que se julga ter roubado correspondência privada do Benfica! Não há outro tipo de caracterização nem de newspeak orwelliano!

Não gosto de estar sempre a falar do mesmo (ás vezes até á pre-estória da estoria)... mas ás vezes tem de ser porque há para aí dois ou três argumentos que têm de ser desmontados.

1. Um herói.
Temos palermas como MST que sugere que RP seja condecorado!


MST evoluiu de condenar escutas autorizadas por um juiz (Link)... Para saudar roubo de correspondência privada.


Ainda hoje nos podemos rir com a fuga do Moreira de um programa de tv.


Vem esta malta dar "lições" do que é ou não um estado de direito? Só uma cambada de populistas (Link) e dragartos consegue defender este criminoso!


Como querem criticar estes se elogiam o outro? Já todos estamos esquecidos que RP não é nenhum benfeitor? É ler novamente as palavras da juiza: "o arguido nunca poderia ser integrado na categoria de whistleblower, a qual envolve apenas, de acordo com a doutrina que dissertou sobre o tema e instrumentos internacionais até à data aprovados, ilícitos conhecidos no âmbito de uma relação laboral, comercial ou similar, fundamentando-se a divulgação dos factos ilícitos no interesse público e não em razões pessoais da pessoa que realiza a divulgação" (...) "um whistleblower é um denunciante de boa fé, que teve conhecimento dos factos que denuncia licitamente, no âmbito de uma relação como as acima assinaladas, entendendo que o interesse público na denúncia da corrupção está acima dos seus deveres de lealdade ou obrigações de sigilo a que esteja vinculado. Será o colaborador juridicamente desinteressado, que nada tem a ganhar mas que poderá ter muito a perder, uma vez que faz parte de uma estrutura institucional, no âmbito da qual poderá sofrer represálias, caso denuncie infrações penais de colegas, colaboradores ou superiores hierárquicos" (…) "resulta manifesto que a atuação do arguido Rui Pinto é muito diversa daquela que possibilitaria a sua qualificação como denunciante de boa fé".



2. Luanda leaks e outros casos.


Comparar com o Luanda leaks? 
Perceba-se os Luanda Leaks:

Alexandre Guerreiro
@ATGuerreiro
1 - Rui Pinto não escolheu a PLMJ por acaso. No final de Outubro de 2018, RP enceta esforços para entrar nos servidores da PLMJ porque entre SET e OUT18 os mandatários do SLB substabeleceram na nova "super equipa" de advogados formada para a instrução do e-toupeira.
2- João Medeiros, advogado e responsável da área penal da PLMJ, integrou essa "super equipa". Ao longo de todo o mês de OUT18 não se falou de outra coisa que não a antevisão da instrução do e-toupeira. RP entrou no servidor da PLMJ no final de OUT18.
3- Uma vez lá dentro vasculhou a correspondência de vários advogados, incluindo... João Medeiros. Mas não só. Monitorizou 24 outros advogados. Acedeu, durante dois meses, quase todos os dias e, por vezes, mais de uma vez ao dia, ao servidor da PLMJ.
4- Desta forma, esteve sempre actualizado a quaisquer actualizações relativamente ao e-toupeira na esperança de encontrar prova comprometedora e, igualmente importante, conseguiu tranquilamente procurar a informação que achava poder ser útil. Entre a informação capturada...
5- ... estão, por exemplo, mensagens electrónicas trocadas com o antigo director do SIED e a intervenção no processo judicial deste. Acedeu às cerca de 3.000 pastas guardadas no sistema da PLMJ. A partir de NOV18, RP sabia ter a PJ no seu encalço.
6- Não surpreende que, ciente do valor da informação que tinha, depois desta data tenha feito questão de partilhar o manancial de informação que tinha consigo para vários destinatários.


Comparações com Snowden, Chelsea Manning ou Assange? Antes de mais... Tudo criminosos! Qual é a vantagem que vêm nessa comparação? Recorde-se o tratamento dado a Assange:


depois, Snowden, por exemplo, denuncia o quê? Um esquema de vigilância da NSA a cidadãos americanos à margem da lei... EXATAMENTE o que RP fez!

Comparar com o Panamá Pappers? RP não trabalhava para nenhuma empresa! O John Doe que divulgou os documentos não entregou os documentos a concorrentes da Mossack Fonseca! O porto é algum consorcio de jornalistas? É reler a deliberação da ERC!
ERC: “esta actuação seria por si só suficiente para atestar a ausência de boa-fé dos seus protagonistas” (…) “independentemente das dúvidas associadas à existência e veracidade de toda ou parte da documentação divulgada por Francisco José Marques, certo é que da mesma foi feita, por via da sua interpretação e comunicação pública, uma utilização não raro selectiva e descontextualizada, e, portanto, desprovida de objectividade”. (página 24)
“O confronto entre as “versões” das mensagens em questão torna patente a leitura criteriosamente truncada e a interpretação descontextualizada que das mesmas foi feita por parte de Francisco José Marques e acriticamente aceite, reiterada e desenvolvida pelos demais intervenientes” (…) “são deliberadamente omitidas frases inteiras e segmentos de frases cujo teor admitiria – como admite – uma interpretação diferente e mesmo diametralmente oposta à artificiosamente criada por Francisco José Marques”. (…) “o programa “Universo Porto – da Bancada” constituiu um veículo privilegiado de devassa de comunicações (ou de supostas comunicações) privadas, cujo teor e sentido foi, ao menos em certos casos, deliberadamente distorcido, por forma a servir uma narrativa pré-concebida, traduzida num conjunto de afirmações, insinuações e acusações de enorme gravidade, e da qual se encontrava arredado qualquer propósito sério de informar (ou de salvaguarda de uma denominada “verdade desportiva”)”. (página 26)
“Inclusive, uma tal narrativa chegou em certas ocasiões a atingir contornos burlescos, servindo não já para denunciar alegados crimes mas apenas para tentar achincalhar as pessoas que surgem como intervenientes nas mensagens (ou supostas mensagens) “noticiadas”. Sendo essa claramente a hipótese relativa à correspondência que teria sido trocada entre o presidente da Queixosa e Armando Nhaga, a propósito da alegada contratação de serviços de bruxaria .” (página 27)
Pergunto eu... é isto um leak?

3. Só o futebol (leia-se Benfica) não é investigado.
O Benfica não foi investigado? 
Na 1ª pagina de pesquisas do google encontra-se referência a pelo menos 3 buscas da PJ...




Além disso todos sabemos que o porto teve em sua posse durante imenso tempo todas as comunicações electrotécnicas e outra documentação do Benfica ao longo de 10 anos! Espremido resultou em quê? Truncagens!
Decisão do tribunal: Link

O Benfica, entidade desportiva e não desportiva mais investigada de sempre em Portugal continua LIMPO

Mas todos nos recordamos de RP afirmar:


Onde estão essas investigações? Se há material que ainda não conheceu a luz do dia e não originou investigação (que se conheça) é esse...

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Modalidades: Balanço e Perspectiva (2/2)

Tal como prometido, apresento hoje o balanço e perspectivas da época nas restantes modalidades de pavilhão do Benfica.

FUTSAL

O Benfica partiu para 2019/20 após a conquista de um saboroso título na época transacta. Do plantel campeão saíram os espanhóis Marc Tolrà e Raúl Campos, que foram substituídos pelo brasileiro Fernando Drasler e pelo GR português André Sousa. É preciso dizer-se que o Benfica tinha no seu plantel 7 atletas não formados localmente (NFL), sendo que, nas competições nacionais, pode apenas utilizar 5 na ficha de jogo, pelo que, a meu ver fez sentido fazer essa redução no número de opções. No entanto, devo dizer que a contratação de Fernando Drasler não me parece, de todo, feliz, e a equipa sentiu muito a ausência de Marc Tolrà, peça fundamental na manobra defensiva na época transacta e que pura e simplesmente “secou” os pivots do Sporting.

A primeira metade da época trouxe dois resultados muito maus e um outro extremamente motivador para o que ainda falta jogar. Desde logo, a goleada sofrida na supertaça e a eliminação na ronda de elite da UEFA Futsal Champions League deitaram por terra dois objectivos que a equipa se propôs conquistar e adensaram as dúvidas sobre a qualidade de jogo da equipa e sobre as opções tomadas na construção do plantel. Não obstante, a equipa vem num crescendo de forma, que culminou com a vitória na Taça da Liga, em cuja final bateu o Sporting por 5-4.

Como tem sido hábito, o factor casa pode ser determinante no desfecho do campeonato, pelo que o jogo do próximo dia 9/2/2020, no João Rocha, terá importância acrescida. O Benfica lidera a liga e, caso vença essa partida, ficará em boa posição para assegurar essa vantagem numa eventual final do campeonato.

Nos saltos altos, época (mais uma) irrepreensível das nossas meninas, que somaram vitórias em todos os jogos disputados esta época e passeiam a sua classe em qualquer campo que visitem.

HÓQUEI EM PATINS

Toda a confusão em redor da renovação (ou não) de Pedro Nunes e, posteriormente, da sua saída, ainda no decorrer da época 2018/19, quase comprometiam o desfecho também desta temporada. A chegada do técnico argentino Alejandro Domínguez não teve o esperado efeito de “chicotada psicológica” e tirou algum capital de confiança sobre o rendimento que o novo treinador podia tirar de um plantel recheado de qualidade mas muito marcado por acontecimentos que, indiscutivelmente, abalaram o grupo de trabalho – refiro-me, ao título que nos foi sonegado em Alverca e, depois, tudo o que rodeou esse episódio, desde a ausência do clube na final four da Taça até à presença de jogadores na selecção nacional de hóquei.

No entanto, feito um ajuste no plantel há muito desejado (a entrada de Edu Lamas) e com a notória evolução de jogadores como Pedro Henriques – de regresso a um nível elevadíssimo – Vieirinha e a surpresa Gonçalo Pinto (regressado do empréstimo ao Valongo), a realidade é que o Benfica tem sido, esta temporada, a equipa que pratica o melhor e mais consistente hóquei em Portugal.

Apesar dos desaires no Porto e em Barcelos e do empate em Braga (este sim, um resultado “escusado”) a equipa lidera o campeonato e tem, agora, uma série de jogos teoricamente mais acessíveis que poderá permitir cavar alguma vantagem relativamente aos adversários, já que neste período haverá vários confrontos entre as equipas da frente da tabela.

Na liga europeia, o Benfica irá ultrapassar o seu grupo sem sobressaltos, embora no segundo lugar, atrás do todo poderoso Barcelona, e deverá encontrar o FC Porto nos quartos de final da prova. Será um duro teste mas, com a qualidade de jogo que a equipa vem apresentando e árbitros estrangeiros, acredito que poderemos regressar à final four onde, já se sabe, o céu é o limite.

No feminino, depois da polémica saída das irmãs Rita e Rute Lopes para o Sporting, o Benfica fez regressar a chilena Macarena Ramos, trouxe uma das melhores hoquistas mundiais, a espanhola Marta Piquero, e integrou a argentina Lety Corrales, que havia abandonado a modalidade há já alguns anos mas que continua a apresentar muita qualidade. Internamente, o Benfica tem batido todas as adversárias sem apelo nem agravo. Porém, na Liga Europeia fica a sensação que o que jogamos voltará a não ser suficiente para alcançar o desejado ceptro. Bem sei que é sempre difícil prescindir-se de treinadores ganhadores, mas para dar o passo em frente e ser mais forte e consistente na luta europeia, talvez o clube devesse repensar a continuidade de Paulo Almeida à frente da equipa.

VOLEIBOL

Caminhada triunfal. Já não há muitas palavras para descrever o percurso e a autêntica revolução operada pelo técnico brasileiro Marcel Matz no voleibol do Benfica. É simplesmente delicioso perceber o tanto que jogadores com muitos anos de casa tinham ainda dentro de si, verificar o uso da tecnologia ao serviço da qualidade do treino e do jogo, e o salto que toda a equipa deu ao nível da preparação física.

O Benfica venceu todos os jogos internos esta época e, depois de muitos anos a jogar a terceira competição europeia de clubes (a Challenge Cup), tentou a sua sorte na qualificação para principal prova europeia, a CEV Champions League. Ultrapassadas três eliminatórias frente a três equipas balcânicas, o Benfica ficou inserido no grupo D juntamente com o campeão francês (Tours), o campeão polaco (VERVA Warszawa) e os poderosos italianos do Perugia (equipa onde pontifica Wilfredo León, para muitos o melhor jogador do mundo). Mas o Benfica não se tem limitado a “participar” e ousou bater, na luz, a equipa polaca. E foi a Itália roubar um set. E a expectativa criada foi tamanha que os adeptos já não se satisfizeram com “apenas” um set ganho ao campeão francês, em casa. A equipa será, naturalmente, eliminada na fase de grupos, mas o que se conseguiu esta temporada era, há uns anos, impensável.

Não se espera outro desfecho desta época que não seja, portanto, a vitória no campeonato e taça, tal é a diferença de qualidade dos plantéis e de jogo entre o Benfica e todos os seus adversários em Portugal. Na CEV Champions League, é desfrutar. Jogamos hoje na casa do campeão polaco, às 18h00, com transmissão na BTV.

No feminino, o Benfica disputa a II Divisão e garantiu já o apuramento para a segunda fase, na qual se disputará o acesso à primeira divisão. A equipa foi reforçada, muito recentemente, com atletas brasileiras, que aparentemente deram um acrescento de qualidade e permitiram, ainda nesta primeira fase, uma vitória na casa do maior concorrente à subida (a Lusófona). O primeiro classificado da segunda fase sobe à primeira divisão, o segundo disputará um playoff contra o penúltimo classificado da primeira divisão.

E por aqui me fico. Por agora. Até breve! 

No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista
No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Modalidades: Balanço e Perspectiva (1/2)

Aceite o desafio lançado pelo Universo Benfiquista, apresenta-se este novo escriba a dar as suas opiniões neste espaço da tão prolífera blogosfera Benfiquista. Deixando os futebóis de lado, irei procurar dar o meu contributo para a divulgação e comentário do (muito) que se faz no nosso clube fora do desporto rei.

Assim, irei começar a minha intervenção neste espaço com um balanço e perspectiva da época das cinco modalidades de pavilhão masculinas, sem esquecer uma penada nas correspondentes femininas. A publicação será dividida em duas partes e será feita de A a Z.

ANDEBOL

Frustração e esperança. Estamos em janeiro e pouco resta à nossa equipa de andebol que não seja acalentar esperança num futuro diferente dos últimos 11 anos – 0 campeonatos conquistados. Se é certo que o início da temporada trouxe ânimo às hostes com a chegada de nomes grados da modalidade como Petar Djordjic ou René Toft Hansen, não menos verdade é que a realidade tem demonstrado cabalmente que permanecemos a uma distância significativa dos nossos adversários. Derrotas caseiras contra Porto e Sporting e derrotas no Pavilhão João Rocha e no Flávio Sá Leite ditam que o campeonato, embora matematicamente possível, seja já uma miragem numa fase precoce da época. A equipa ganhará ritmo e experiência na fase de grupos da Taça EHF (apuramento conseguido a custo e com muita sorte à mistura) e permanece na Taça de Portugal (defronta amanhã o ABC, em Braga), mas o que resta da época servirá, sobretudo, para que os atletas demonstrem quem tem qualidade e vontade de representar o nosso clube.

Notícias recentes apontam o espanhol Chema Rodriguez como novo timoneiro a partir da próxima época. Será o reconhecer de que o projecto trazido por Carlos Resende falhou a toda a linha e que é necessário trazer outro tipo de conhecimento e ambição para o clube, que terá de se reflectir na composição da restante equipa técnica e, acima de tudo, do plantel. O combate será feito contra dois adversários top 10-20 europeu e será duríssimo.

É, também, quanto a mim, o timing desejável para se fazer a remodelação de que a secção necessita há já algum tempo. Em 11 anos de derrotas, trocaram-se treinadores, jogadores, elementos da secção, mas não se tocou em quem lidera a modalidade no clube e que é, para o bem e para o mal, o rosto do continuado insucesso. Tempo para o professor Carlos Cruz e Filipe Gomes entregarem as pastas e deixarem entrar sangue novo, pujança, ambição, modernidade e conhecimento da modalidade, sem prejuízo da gratidão e reconhecimento pelos serviços prestados ao clube.

No feminino, depois de um arranque auspicioso, a equipa passou por uma fase complicada, com três derrotas consecutivas. As lesões de Joana Resende e Débora Moreno não têm ajudado um plantel que tem qualidade mas que, aqui e ali, tem soçobrado. Ainda assim, em ano de estreia, o segundo lugar (em caso de vitória no jogo em atraso) e ambições intactas na luta pelo título. Em breve, jogos decisivos, em casa, frente ao Madeira SAD e ao Colégio de Gaia poderão determinar se o Benfica estará, ou não, na disputa do título nacional até ao fim.

BASQUETEBOL

Após uma temporada de escolhas infelizes no que diz respeito aos jogadores estrangeiros que reforçaram a equipa, e de uma mudança de treinador já na fase final da temporada, eis que Carlos Lisboa regressa para tentar recuperar o título que foge há dois anos para a U.D.Oliveirense. O plantel manteve a base nacional – tendo saído, apenas, o base Miguel Cardoso – e fez regressar João “Betinho” Gomes, querendo isto dizer que é no Benfica que joga a maioria dos melhores jogadores portugueses. A juntar-se-lhes, e pese embora tenha existido alguma turbulência na composição do lote de estrangeiros para esta época, estão Anthony Ireland, Toure’ Murry, Anthony Hilliard, Micah Downs, Damian Hollis, Eric Coleman e Gary McGhee. Tendo em conta que, nas competições nacionais, apenas podem constar cinco estrangeiros na ficha de jogo, é expectável que, a breve prazo, um dos atletas referidos – com toda a probabilidade, Toure’ Murry – abandone o clube.

O Benfica lidera a tabela classificativa a par do Sporting, ambos com 16V e 1D. Está, do mesmo modo, a fazer uma campanha de qualidade na competição europeia na qual está inserido, a FIBA Europe Cup, mantendo intactas as aspirações de se qualificar na segunda fase de grupos – já ultrapassou a primeira. No entanto, no passado fim de semana de 18 e 19 de Janeiro, perdeu o primeiro troféu oficial da época, a Taça Hugo dos Santos, tendo sido batido na final pela U.D.Oliveirense, uma competição que revelou a existência de 4 claros candidatos ao título e grande equilíbrio entre todos.

É certo que as lesões de Tomás Barroso e Micah Downs, que não devem voltar a jogar esta época, servem de atenuante ao resultado alcançado na referida competição, mas ainda assim o plantel tem qualidade mais do que suficiente para vencer todas as competições internas. Que a derrota no troféu menor (se os há), sirva de aviso para o que resta da temporada. A nota de equilíbrio na Taça Hugo dos Santos faz relevar a importância que terá o factor casa nos playoff, pelo que é desejável que o Benfica termine a fase de regular do campeonato na liderança para poder beneficiar dessa vantagem – que poderá ser decisiva – frente a todos os adversários.

No feminino, o caso mais misterioso das modalidades de pavilhão do Benfica. O Benfica não compete na liga feminina para ganhar. A equipa venceu, surpreendentemente, a Taça Vítor Hugo, mas ocupa a 5ª posição da tabela e não se espera que consiga fazer melhor do que as meias-finais (eventualmente, em dia bom, a final) do playoff. O Benfica não tem as melhores portuguesas e, investindo em atletas estrangeiras, não preenche todas as vagas disponíveis. Dá mesmo a sensação de ausência de rumo, já que esta é uma situação que se arrasta há algumas épocas. Nota também para o facto de esta ter sido a única equipa feminina que não teve reforços em janeiro. É uma secção cuja existência tem de ser repensada, pelo menos nos moldes actuais.

Amanhã: Futsal, Hóquei em Patins, Voleibol

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Rescaldo - Paços de Ferreira 0 x 2 Benfica


Entramos em campo com aquela vontade à campeão de arrumar o jogo cedo. Tivemos várias oportunidades, mas não conseguimos concretizar até ficarmos cedo, descansados no jogo. No entanto no espaço temporal de 8 minutos marcamos dois golos e arrumamos a questão.

11 inicial de Bruno Lage a surpreender ao colocar Rafa no lugar de Chiquinho, que não sendo a minha opção, na prática a aposta resultou em cheio. Enquanto pode, Rafa foi o principal agitador do jogo, embora fisicamente se notasse que não estaria no seu melhor momento de forma.

Quem sofreu com a falta de fulgor físico de Rafa foi Vinicius, que esteve sempre demasiado desapoiado no jogo.

Weigl meu deus, enche o olho a qualquer analista. Que jogador e que classe carrega naquela camisola. Contratação tremenda!

Vlachodimos 7, André Almeida 6, Rubén Dias 7, Ferro 6, Grimaldo 7, Weigl 8, Gabriel 7, Pizzi 7, Cervi 7, Rafa 8, Taarabt 5, Seferovic 3, Jota -.

Melhor em campo: Vinicius 8.
Mais uma chapada enviada... outras virão.
17M€ é uma pechincha para um jogador tão multifacetado como ele. Joga de costas como poucos, nunca se esconde do jogo, procura constante da profundidade e explora a linha do fora de jogo com inteligência. Assiste, arrasta, marca e ainda sorri em campo. Top!


PS: Existe muita gente que por 4cms destruiu ou construiu casamentos, mas porra, o fora de jogo ao Vinicius roça o ridículo.




domingo, 26 de janeiro de 2020

Antevisão - Paços de Ferreira x Benfica


Depois da vitória sobre o Sporting, ontem tivemos mais uma prova da vassalagem do Braga de Rubén Amorim ao Benfica... Portugal é vermelho e branco e o resto é paisagem!

Certo é que a norte o dragão de ouro Salvador, à semelhança do gestor de contas da Isabelinha, está a colocar-se a jeito de aparecer suicidado... mas isto sou eu a dizer com o meu mau feitio.

Adiante e indo ao que realmente importa, hoje joga o maior!

Jogo importante como todos os que vamos apanhar nesta segunda volta... primeiro porque somos o alvo numero a abater neste futebolzinho que é o nosso, depois porque estamos fortes e cada vez mais difíceis de bater e por ultimo, porque será crucial alargar vantagem para um Porto em crise, e não dar-lhe moral, para que a ultrapassem a crise à nossa pala.


Lista de convocados

Guarda-redes: Ivan Zlobin e Odysseas;
Defesas: Tomás Tavares, André Almeida, Ferro, Rúben Dias, Jardel e Grimaldo;
Médios: Chiquinho, Pizzi, Cervi, Julian Weigl, Taarabt, Gabriel e Samaris;
Avançados: Vinícius, Seferovic, Jota e Rafa.
A minha equipa seria:
Odysseas, André Almeida, Rúben Dias, Ferro, Grimaldo, Weigl, Gabriel, Pizzi, Cervi, Chiquinho e Vinicius.


sábado, 25 de janeiro de 2020

Weigl vs Gabriel vs Taarabt - Estatísticas

Como aqui sabem... eu sou "fã" de FL e escrevi diversas vezes que era (antes da chegada de Weigl) o melhor médio em termos absolutos do Benfica, no entanto fui dos primeiros a "sugerir" a compatibilização de Gabriel e Taarabt! Também não é segredo que não sou tão "fã" de Gabriel como a maioria dos benfiquistas... 

Neste momento surge a questão de que dupla deverá ser utilizada... W+G, W+T, G+T?

Tive conhecimento ontem de uma estatística comparativa da participação no jogo do Benfica entre os 3 médios que serão mais vezes titulares na 2ª fase da época.

Através destes números nota-se que Gabriel é o médio em maior destaque nos números absolutos.

Acontece que os números absolutos muitas vezes não têm muito significado... Tal como o arriscar per si não tem muito significado (todos nós já fomos jogar á bola com os amigos e temos aquele amigo que "arrisca" e perde muito mais vezes a bola do que deveria tendo os colegas que correr para recuperar a bola mas que se justifica dizendo que arrisca)... Então convém comparar o que é comparável e (palavrão) "normalizar" os números de cada jogador a 100 passes ou a ter como base de comparação o numero de passes de Gabriel.


Verifica-se assim que: 1) a cada 100 passes Weigl é o jogador com mais passes com êxito e com mais passes para o meio campo adversário seguido de Taarabt em ambos os critérios, Gabriel falha cerca de 10 passes a mais comparativamente a estes e coloca menos 6 passes no meio campo adversário que Weigl e sensivelmente os mesmos que Taarabt; 2) Gabriel é o que faz mais passes para o ultimo terço (mais 1 passe a cada 100) no entanto é o que tem menos acerto (falha mais 25 passes para o ultimo terço que Weigl e mais 15 que Taarabt); 3) Se Weigl ou Taarabt tivessem tantas posses de bola como Gabriel o Benfica perderia menos 5 bolas por jogo (passes com êxito)... Weigl colocaria mais 3 passes no meio campo adversário e 5 com sucesso no ultimo terço... Taarabt colocaria aproximadamente o mesmo numero de passes no meio campo adversário e mas 3 com sucesso no ultimo terço.

Claro que todas as estatísticas colocadas esquecem muito do que é feito pelos jogadores sem bola e nem todos os passes, intercepções etc são iguais... mas valem o que valem.

Vocês quem colocariam a jogar? Gabriel arrisca ou perde bolas? As recuperações e intercepções que realiza compensam o numero de bolas que perde? Weigl é seguro ou arrisca? E Taarabt que fica a meio?

No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista
No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Rui Pinto - A vitória antes do derbi

A 6ª passada foi, como se costuma dizer, "limpar o rabo a  meninos"... Mais uma vitória sobre um rival (?)… tão limpa que nem a CS nem os dragartos conseguiram esconder e já só debatem a superioridade do Benfica! Imagine-se que até o fato de treino do presidente do Benfica.
 
Antes de tudo isso… ocorreu mais uma vitória na justiça! Por interposta pessoa… mas uma vitória.
 

A juíza do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu que Rui Pinto vai ser julgado por 90 crimes e não 147 como estava acusado e o pateta Aníbal Pinto vai a julgamento nos exatos termos da acusação.
"eh pá, mas se ele não vai ser julgado pelos crimes todos é uma vitória para ele!"
Não!
A decisão de deixar cair a acusação relativa a 54 crimes é motivada por entender que Rui Pinto não

deve ser julgado pela violação de correspondência de quem não apresentou queixa. “A matéria relativa à ausência de queixa é passível de nulidade”, disse a juíza.


Recorde-se que a tentativa de defesa de RP e dos seus apaniguados dragartos e Ana Gomes era a teoria fantabulástica que RP era um "soprador de apitos".
 
Nós, não somos minimamente formados em direito, mas ao contrário do que muitas vezes é dito… a lei é clara! Basta saber ler! Sempre defendemos que RP NUNCA poderia ser considerado whitleblower… Assim não ficamos nada surpreendidos com a decisão da juíza de instrução.
 

Segundo a Juíza: "o arguido nunca poderia ser integrado na categoria de whistleblower, a qual envolve apenas, de acordo com a doutrina que dissertou sobre o tema e instrumentos internacionais até à data aprovados, ilícitos conhecidos no âmbito de uma relação laboral, comercial ou similar, fundamentando-se a divulgação dos factos ilícitos no interesse público e não em razões pessoais da pessoa que realiza a divulgação".
 
É só ir pesquisar nas tags sobre este tema e verificar que esta é EXATAMENTE a posição que defendemos!

Continua a juíza: "um whistleblower é um denunciante de boa fé, que teve conhecimento dos factos que denuncia licitamente, no âmbito de uma relação como as acima assinaladas, entendendo que o interesse público na denúncia da corrupção está acima dos seus deveres de lealdade ou obrigações de sigilo a que esteja vinculado. Será o colaborador juridicamente desinteressado, que nada tem a ganhar mas que poderá ter muito a perder, uma vez que faz parte de uma estrutura institucional, no âmbito da qual poderá sofrer represálias, caso denuncie infrações penais de colegas, colaboradores ou superiores hierárquicos" (…) "resulta manifesto que a atuação do arguido Rui Pinto é muito diversa daquela que possibilitaria a sua qualificação como denunciante de boa fé".

Sobre as "provas" obtidas por RP: "sempre se dirá que a soma de dois males nunca pode produzir um bem – a prova obtida quanto a estes eventuais ilícitos seria sempre nula, porque obtida mediante a violação dos direitos fundamentais à privacidade, intimidade da vida privada e inviolabilidade da correspondência, mediante a prática de crimes informáticos e em caso algum poderia ser utilizada contra os seus autores, no âmbito de um processo penal legítimo e equitativo, em qualquer jurisdição".
 
A cada decisão dos tribunais que se vai conhecendo, e vão-se sucedendo umas atrás das outras, fica reforçada a convicção de que o Benfica sofreu um ataque vil e criminoso que visou destruir o clube! Felizmente… o que se provou é que o Benfica atual é à prova de crime e LIMPO!
 
Por muito que custe, a alguns benfiquistas com esquemas disto e daquilo tanto como aos dragartos, o Benfica foi investigado legal e ilegalmente de cima a baixo… Crimes? As bolachas da Magda!
 
No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista
No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Ainda o dérbi: Lixívia lava mais branco


Eu sei que parece um pouco tardio este texto mas fi-lo com intenção de forma a verificar o que iria ser dito pós-dérbi. Aquilo que eu suspeitei aconteceu mesmo, o branqueamento da superioridade total do Benfica e da arbitragem em prejuízo do Benfica.

A ideia que muita gente está a tentar passar é que foi um dérbi equilibrado, que o Sporting esteve num bom nível e que o Benfica nem esteve assim tão forte. Pois eu acho que o Benfica dominou o dérbi por completo e não são  15 minutos de maior posse do Sporting que me fazem mudar de opinião.

No vídeo acima têm o resumos dos lances de algum perigo que terminaram em finalização e se os forem contar poderão verificar que o Benfica tem oito lances de finalização e o Sporting somente quatro. Curioso que nas estatísticas da Sport TV o Benfica e Sporting acabaram empatados em ocasiões de golo, quatro para cada lado. O que gostaria de saber é o critério usado para definir situações de golo... É que o Sporting em termos de situação de golo iminente tem somente duas situações, ambas do miúdo Camacho, uma ao poste e outra o Vlako defende. No Benfica temos os dois golos, uma do Almeida, outra do Cervi logo no inicio do jogo e outra do Pizzi, o que perfaz cinco situações de golo.

Mas se formos a analisar o jogo, o Benfica se consegue acertar nas decisões e último passe, na primeira parte até poderíamos estar a ganhar por uns três ou mais, tantas foram as recuperações de bola que fizemos no meio campo do Sporting quando tentava sair. Um dia de maior inspiração na tomada de decisão e último passe e tínhamos triturado o Sporting.

Quanto ao Sporting.... A sua saída de bola é absolutamente patética e Lage estudou muito bem o Sporting... Sair da forma que o faziam com Llori numa primeira fase e depois a meterem a bola no Doumbia é de alguém que não tem a mínima noção de nada... O Sporting teve posse mas noventa por cento dela foi inconsequente ou deu para fazer uns cruzamentos e que só um encontrou destino... 

Comparar o Benfica com bola com o Sporting sem bola só para aqueles que vivem numa realidade paralela... Mesmo sem bola o Benfica é largamente superior...

Quanto á arbitragem, mais uma vez o Benfica foi altamente prejudicado... Não falo em penaltis mas existiram decisões erradas, tanto do árbitro como do VAR.

Nos dois vídeos que se seguem têm duas entradas para vermelho direto!! Se o árbitro na hora possa ter entendido que não, o VAR tem de intervir!! São dois lances que colocam em causa a integridade física dos atletas e a lei é bem clara em relação a isso... A Sport TV branqueou a do Phellype dizendo que foi de raspão... Não há nada na lei que diga que se for de raspão passa de vermelho para amarelo, até porque de raspão pode também provocar lacerações graves aos atletas... O lance do Ilori nem sequer foi analisado, incrível...





A forma tendenciosa da arbitragem fica demonstrada no lance do próximo video, onde o Gabriel leva um amarelo duvidoso mas mesmo que se aceite, onde ficou o amarelo a B. Fernandes pelo puxão ostensivo a Gabriel, não tendo qualquer intenção de jogar a bola e cortou um lance que daria um contra-ataque?


Neste dérbi ficou bem clara a diferença entre as duas equipas. O fosso é enorme, tanto colectiva, como individualmente. Achar que este Sporting poderia alguma vez chegar ao titulo só mesmo nas cabecinhas daqueles dirigentes e adeptos completamente alienados da realidade... Uma coisa é certa... O Sporting poderia ter uma equipa bem mais competitiva se os seus dirigentes percebessem alguma coisa de futebol e de gestão... Andam jogadores emprestados por todo lado e alguns deles seriam titulares e faziam o Sporting subir de qualidade...




No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista
No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista

domingo, 19 de janeiro de 2020

Rescaldo - Sporting 0 x Benfica 2

 
Sexta foi dia...

de dérbi; ✔️

de pequenez dragarta; ✔️

do sapato de vela sentir que está no corpo errado; ✔️

da nossa vitória habitual e na casa da nossa p*ta; ✔️

do Bruno Fernandes se despedir com uma derrota; ✔️

da Juve Leo pensar mais em contabilidade do que em apoiar a sua equipa; ✔️

do Varandas ficar com a cara de parvo habitual na tribuna; ✔️

do Varandas ser insultado pelos próprios adeptos; ✔️

do Silas não dar indicações nem fazer a flash interview; ✔️

de vitória do Braga; ✔️

do Francisco vir falar da arbitragem do derbi, não só porque perdeu, mas porque o maior ganhou; 😕

da arbitragem ser um nojo similar à da jornada anterior; ✔️

dos dragartos dizerem que já não ligam muito ao futebol; ✔️

do Pinto da Costa não falar; ✔️

de Rui Gomes da Silva ponderar não escrever nada na segunda; ✔️

de sair uma entrevista do Rui Pinto; 😕

da Ana Gomes twittar de seguida; ✔️

dos painéis de TV virem falar da falta de competitividade do futebol nacional; ✔️

do Pedro Proença pensar na centralização dos direitos de TV (como se isso fosse mau para nós); ?

das TV´s consultarem especialistas de leitura labial, porque o nosso treinador não colocou a mão na boca 10 segundos; ?
Aposto num 0-3 ❌ para nós e um 1-2 ✔️ no Dragãue.

---------------------------------------------------

Admito que falhei, mas ainda assim sinto que tenho moral para que a partir de agora me tratem NhaGGa.

Fantástico resultado para um jogo onde o menos importante era a qualidade exibicional.
Benfica melhor na primeira parte e demasiado expectante e pouco agressivo na segunda com os Sporting a estar por cima.

Vlachodimos 8, André Almeida 6, Rúben Dias 7, Ferro 6, Grimaldo 7, Veigl 6, Gabriel 7, Pizzi 7, Cervi 7, Vinicius 7, Chiquinho 5, Rafa 9, Seferovic 5, Taarabt 5.

Rafa foi o jogador que decidiu.
Incrivelmente eficaz face ao habitual, com a classe extra do plantel do Benfica a fazer a diferença. São jogos como estes que fazem de uma equipa campeã.
Nota para o Gigante Bruno Lage com mais um recorde e mais uma lição de que para se ser bom, não é necessário transparecer arrogância.

Estamos actualmente com 7 pontos de vantagem e embora nada esteja decidido, estamos muito melhor do que na jornada anterior... Foco e sentido de responsabilidade é obrigatório daqui para a frente, para que no fim estejamos novamente todos a festejar no Marquês.

Para cima deles!

#carregaBenfica

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Sporting 0 x 2 Benfica - Rescaldo (pré)

Mais uma vitória. Rafa x2! 
Sporting a ser o circo normal... Fecha a barraca ó Varandas!
Liderança isolada! 
+7.
O G acertou em tudo e amanhã estará aí para fazer o rescaldo (com notas e tudo)...
Hoje... Opiniões?

Sporting x Benfica - Antevisão


Hoje é dia...

de dérbi;

de pequenez dragarta;

do sapato de vela sentir que está no corpo errado;

da nossa vitória habitual e na casa da nossa p*ta;

do Bruno Fernandes se despedir com uma derrota;

da Juve Leo pensar mais em contabilidade do que em apoiar a sua equipa;

do Varandas ficar com a cara de parvo habitual na tribuna;

do Varandas ser insultado pelos próprios adeptos;

do Silas não dar indicações nem fazer a flash interview;

de vitória do Braga;

do Francisco vir falar da arbitragem do derbi, não só porque perdeu, mas porque o maior ganhou;

da arbitragem ser um nojo similar à da jornada anterior;

dos dragartos dizerem que já não ligam muito ao futebol;

do Pinto da Costa não falar;

de Rui Gomes da Silva ponderar não escrever nada na segunda;

de sair uma entrevista do Rui Pinto;

da Ana Gomes twittar de seguida;

dos painéis de TV virem falar da falta de competitividade do futebol nacional;

do Pedro Proença pensar na centralização dos direitos de TV (como se isso fosse mau para nós);

das TV´s consultarem especialistas de leitura labial, porque o nosso treinador não colocou a mão na boca 10 segundos;
--------------------------------------------------

Se nada disto acontecer, penduro o teclado por mais uns tempos... 
Aposto num 0-3 para nós e um 1-2 no Dragãue.

Abraço a todos...

#carregaBenfica

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Benfica 3 x 2 Rio Ave - Rescaldo


Mais um jogo mais uma vitória. Começa a ser natural esta frase a começar os rescaldos do Benfica e é um sinal importante dos tempos e da qualidade da nossa equipa. Este rescaldo não era para ser feito por mim mas acabei por arranjar um tempo para o escrever. O debate com os meus colegas de blogue nos bastidores foi aceso não só sobre o jogo mas principalmente sobre as escolhas do nosso treinador. A minha opinião é clara, Bruno Lage fez muito bem em não poupar a melhor equipa neste jogo. O Nuno acha que é um tremendo erro dar 90 minutos a Pizzi e a Chiquinho depois do jogo do Aves e tendo um jogo com o Sporting em Alvalade a menos de 72 horas de distância. Eu não concordo. Porquê? Por vários motivos, mas em concreto porque: esta eliminatória era a última a uma mão antes da Final do Jamor e o Benfica tem tido prestações menos positivas na Taça de Portugal e isso tem de ser corrigido; mesmo que alguns jogadores possam estar em défice físico no jogo com o Sporting, prefiro perder em Alvalade e continuar em primeiro com mais 17 jogos para vencer o campeonato do que ser eliminado da Taça neste momento; acredito que o jogo com o Rio Ave é mais complicado do que com o Sporting; os jogadores têm de ter a capacidade de no meio da época jogar de 3 em 3 dias.

Posto isto, o Bruno Lage tinha razão. Um jogo tremendamente difícil que só com os melhores poderíamos vencer. Infelizmente o Lage tem a opção de dar os jogos da Taça ao Zlobin e ontem mais uma vez isso mostrou-se um desastre, seja como for, tirando isso apostou as fichas todas e no meu entender é assim que deve fazer. Nas meias finais pode escolher um dos jogos para poupar, aqui? Era ganhar ou ganhar. 

Eu se calhar vou ser muito parcial nisto, como aliás sempre, mas....que jogão o Benfica fez ontem. Começamos a perder com um lance a fazer lembrar muitas criticas ao Odysseas sobre controlo da profundidade, obriga Rúben a fazer falta, posiciona-se mal no livre e acabamos a perder 1-0 com menos de 5 minutos de jogo. Depois de empatar o jogo, veio o Soares Dias ajudar e depois de um penalti claro sobre o Chiquinho, não só não marca penalti como sofremos na jogada em questão o 2-1. Com mais um erro caricato do Zlobin que demora uma eternidade a sair e depois aborda mal o lance. Mas mesmo com tudo isso, com uma primeira parte jogada no limite e com um árbitro que até gozou com os benfiquistas ao assinalar penalti num lance que todos percebíamos que não tinha sido nada.... só para perder mais tempo no VAR e anular de seguida, o Benfica jogava bem e merecia estar a vencer o jogo nessa altura. É caricato como num lance sem dúvida nenhuma ele vai ao ecrã ver se há falta mas no lance do Chiquinho limita-se a ouvir o Tiago Martins e a aceitar a decisão do VAR.

Só mesmo um Benfica verdadeiramente avassalador consegue lutar contra este sistema montado. Confesso que sempre que vejo este Benfica jogar tenho ideia que mais cedo ou mais tarde o golo vai surgir. Este jogo foi exemplo disso, por mais que a ansiedade comece a apertar com o passar dos minutos dá sempre a ideia que a equipa não vai desistir até marcar e que vai acontecer. Quando não é o Pizzi é o Vinicius, quando não é o Vinicius é o Cervi, quando não é o Cervi é o Seferovic. E isto tudo sem o Rafa. Ontem a pressão do Benfica na segunda parte foi absolutamente fantástica. Contra uma excelente equipa! Não estávamos a jogar contra um Aves, era o Rio Ave, e é uma equipa muito bem orientada e que joga bem à bola. 

Não sendo rescaldo de campeonato não há direito a notas mas daria destaque a diversos jogadores com notas altas. 

Rúben foi um patrão mais uma vez. Ferro está a demonstrar várias limitações e o Rúben é pronto socorro. Que grande central temos. Que grande Capitão. E espero mesmo que fique por cá como o Luisão ficou.

Weigl que jogão fez. Segundo jogo na equipa, entra para uma posição fulcral no onze como são as posições do meio campo do Benfica e parece que joga com a equipa há anos. Não faz mais que dois toques seguidos com a bola, sempre a jogar rápido e fácil. Ontem passa para central com uma naturalidade tremenda, nunca se posicionou mal ao lado do Rúben na linha do fora de jogo, sempre no sitio certo. Que tremendo jogador.

Tomás Tavares, outro jogão! Está feito um menino jogador! E tem o quê? 19 anos? Mal posso esperar até ter 23 e a jogar no nosso clube. Tem tudo para ser um lateral de topo. Correu, pressionou, correu mais um bocadinho... incrível.

Vinicius, os comentadores da RTP só diziam que estava a fazer um jogo mais escondido, com menos fulgor, que nos últimos tempos tinha deixado de marcar. Mas 2 das assistências são dele. É um jogador que tem tudo para ser um grande jogador. Vai marcar naturalmente e mesmo quando não marca dá a marcar!

E deixo o melhor para o fim.... Cervi. Os comentadores da RTP falaram em bom jogo do argentino. No primeiro jogo que Rafa aparece nos convocados ele diz PRESENTE! Foi um monstro dentro de campo. Andou por todo o lado! Literalmente! Começou na esquerda, trocou com Pizzi e foi para a direita, trocou com Chiquinho e andou a fazer de segundo avançado, foi muitas vezes encostar-se a Weigl e Taarabt para apanhar jogo e levar a bola, foi inacreditável aquilo que correu e fez jogar. Sempre com uma intensidade de jogo gritante. Os adeptos do Benfica viram o mesmo que eu e deram-lhe uma ovação como há muito não me lembro de ver no Estádio da Luz. Acho que a ultima vez que vi o Estádio de pé gritar por o nome de um jogador assim foi com Jonas... antes talvez Gaitan. Cervi agradeceu, meio tímido. Dever cumprido. Exemplo daquilo que queremos no Benfica. Humildade para nunca forçar a saída quando vai para a bancada ou banco. Humildade para trabalhar e esperar pela sua vez de mostrar que pode ajudar a equipa. Humildade para perceber que mesmo no banco ou na bancada pode ajudar a equipa doutras formas. Tremendo jogo. A melhor exibição individual que vi esta época no Benfica e uma das melhores que vi nos últimos anos.  Houve uma altura na segunda parte que o jogo deixou de passar tanto pelo lado dele e parecia estar desgastado, e de repente ele começa a aparecer no meio campo a pegar na bola e tentar fazer parte do jogo. Fantástico.

Sofremos para vencer. Mas dá gosto ver esta equipa jogar à bola. Posso estar a exagerar mas é isso que sinto ao ver este tipo de jogo. Pressão pressão pressão. Oportunidades atrás de oportunidades. Jogadores a correr sem mostrar cansaço. Querer. Não desistir. Contra tudo e contra todos. Mesmo contra estes Soares Dias da vida. Orgulho tremendo do trabalho destes jogadores e desta equipa técnica!

Agora vem o Sporting. Tudo fizeram para prejudicar o Benfica. Não há outra hipótese. Jornada da Taça às 18h e 21h15, qual é a equipa que tem jogo na sexta? É aquela que joga mais tarde. Faz todo o sentido. Só que não. Qual a equipa que tem mais viagem para fazer das 4? É o Rio Ave, quando é que joga? Às 21h15. Faz todo o sentido. Só que não. Entre Taça da Liga e Taça de Portugal qual é a competição mais importante e com maior tradição e que portanto deve ter uma prioridade no calendário? Taça da Liga claro. Só que não.

O Benfica manda nisto tudo. Só que não.


terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Benfica x Rio Ave - Antevisão


 
Na antevisão do jogo do campeonato escrevi que o jogo era importante devido á perde de pontos do porto e provei isso com "Para quem disser que estou a exagerar e que este jogo não é o mais importante até ao momento: Carlos Xistra!"

Ora este jogo é "o" jogo da taça desta época… o jogo em que ou oferecem a taça ao porto ou tornam muito mais difícil essa vitória. Como comprovo isso? ASD! O árbitro que permitiu o porto vencer em Moreira de Cónegos (Link).



O jogo do campeonato apesar dos esforços do Xistrema ficou resolvido cedo… vamos esperar que este jogo vá pelo mesmo caminho!
 
Conferência de imprensa
 
 
Convocatória
Guarda-redes: Ivan Zlobin, Mile Svilar;
Defesas: Ferro, André Almeida, Rúben Dias, Tomás Tavares, Grimaldo;
Médios: Julian Weigl, Chiquinho, Samaris, Pizzi, Taarabt, Rafa, Cervi, Florentino, David Tavares;
Avançados: Vinícius, Seferovic e Jota.
 
11 Inicial
 
Espero um 11 inicial já a visar o jogo com o Sporting… não pelo adversário mas pela competição… por isso mais difícil de "adivinhar" já que ninguém tem o conhecimento do estado de recuperação dos jogadores.
Como Gr gostaria que jogasse Svillar mas será Zlobin quase de certeza. Na defesa não tenho grandes duvidas…
No meio Weigl irá ser titular e a duvida será entre Samaris e Taarabt, prevendo a dupla Gabriel e Taarabt para 6ª... como Taarabt levou amarelo propositadamente para falhar o jogo com o Aves julgo que será o titular.
Cervi na esquerda e Jota na direita… de modo a poupar Pizzi… mas não me espantaria se Rafa jogasse de inicio na esquerda.
Na frente Vinícius e Seferovic… de modo a poupar Chiquinho.
 
O que perspetivam para este jogo?
 
Ps: Não se esqueçam de dar opinião sobre os flops da década...
 
No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista
No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Estado da Nação Benfiquista de Luís Filipe Vieira


Fica aqui a imagem do dia. Mais um título para o clube que tem como Presidente um senhor que quer destruir o clube e as modalidades.

Taça da Liga de Futsal

Sporting 4 - 5 Benfica

Só para deixar aqui um apanhado:

1º - Futebol Masculino Sénior
1º - Futebol Masculino Revelação (sub-23)
1º - Futebol Masculino Juniores (sub-19)
1º - Futebol Masculino Juvenis (sub-17)
1º - Futebol Feminino

1º - Hóquei em Patins Masculino
1º - Hóquei em Patins Feminino

1º - Futsal Masculino
1º - Futsal Feminino

1º - Basquetebol Masculino

1º - Voleibol Masculino

Assim seguem os diferentes campeonatos nas diferentes modalidades. Não é como começa é como acaba, mas se não é sinal de qualidade, não sei o que será.

Nota: Não se esqueçam de votar nos Flops da Década da publicação anterior.

No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista
No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista

Os Flops da Década



Ficou prometido portanto aqui vai mais uma votação Universo Benfiquista para a década de 2010-2019. Mais uma vez, irei recolher informações sobre os votos aqui colocados e eleger o Onze com Flops da Década do UB.

Aqui, como na outra votação, é muito importante estabelecer critérios. Será que são jogadores que nunca foram bons mas que jogaram muito no clube? Ou jogadores que vinham como craques e nunca se impuseram? Ou craques que jogaram muito mas que no final não deram nada ao clube. Fica inteiramente nas vossas mãos. Aquilo que queremos é quem para vocês foram os piores jogadores a actuar no Benfica na última década.

O meu critério vai ser dentro do possível escolher os piores jogadores que efectivamente jogaram no clube, ou seja, vou tentar não colocar jogadores que nunca jogaram na equipa principal, por exemplo Francisco Vera, só jogou uns quantos jogos pela B. Não o colocarei por aqui. De entre os maus que encontrar tentarei sempre usar o número de jogos como critério.

Guarda- Redes - Roberto

Suplente: Júlio César (o mau)

Defesa Esquerdo - César Peixoto

Suplente: Bruno Cortez

Defesas Centrais - Sidnei e Roderick

Suplentes: Miguel Vítor e Steven Vitoria.

Defesa Direiro - Luís Filipe (o português)

Suplente: Sílvio

Médio Defensivo - Filipe Augusto

Suplente: Airton

Médio Ofensivo - Djuricic

Suplente: Felipe Menezes

Extremo Direito - Ola John

Suplente: Sulejmani

Extremo Esquerdo - Urreta

Suplente: Zivkovic

Avançados - Kardec e Franco Jara

Suplentes: Djaló e Funes Mori.


Muitos que pouco ou nada jogaram no Benfica ficaram de fora porque o meu critério não foi esse. Temos muitos "bons" exemplos de maus jogadores que vestiram ou apenas assinaram pelo Benfica. Seja como for, acho que este onze é um "bom" exemplo disso mesmo. Para efeitos de voto, só conta os jogadores que coloquei no onze.

E o vosso onze de piores que passaram pelo Benfica na última década?