Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Na órbitra dos milhões.....



Portugal 31 de Dezembro de 2014

A saída de Enzo (anunciada desde o Verão passado) por valor abaixo da cláusula de rescisão, permite-nos brincar um pouco com tantos milhões que entram nas contas do clube/SAD, de acordo com a comunicação social, mas que não vemos a necessária correspondência nos balanços contabilísticos.
Antes de mais, não fui eu que disse na última campanha eleitoral que a partir do próximo mandato “nenhum jogador do Benfica sairá abaixo do valor da cláusula”. Contudo vemos sair todas as épocas, desde aí, jogadores abaixo do valor da cláusula.
Depois há quem, entre os benfiquistas, não perceba porque se rotula o Sr.º Vieira de Sr.º PresiMente...
De facto muito dinheiro tem entrado no Benfica de acordo com a comunicação social. A transferência de Enzo tem contudo um toque de estranheza, pois quando deveria ser o Valência a anunciar que a sua proposta de 25 milhões era irrevogável, foi o Benfica que comunicou à CMVM que aceitava a venda do jogador porque a proposta do Valência era irrevogável. É estranho parece-me... O Benfica poderia eventualmente referir que vendia porque a proposta era “irrecusável”. Agora assumir que vendemos porque o Valência não dá mais, parece-me estranho e até pindérico...
Aliás fala-se sempre nestas alturas, em particular os avençados da comunicação social, que “todos os clubes têm de vender para equilibrar as contas”, mas não creio que a SCP SAD, em falência técnica desde há pelo menos 5 anos, tenha de vender alguém este mês de Janeiro, enfraquecendo ainda mais a sua equipa.
Se recordarmos, em Janeiro do ano passado e após gloriosa vitória sobre o FCP que nos lançou para a conquista do campeonato, o Sr.º PresiMente aceitou vender o Matic também por 25 milhões. Se puxarmos a memória mais atrás constatamos que o Sr.º PresiMente vendeu o David Luiz em Janeiro de 2012 para o Chelsea, abaixo da cláusula de rescisão, David Luiz que na altura era visto como o esteio da defesa do Benfica e alvo de muitas demonstrações de carinho dos adeptos, para que não fosse vendido.
Cá está outra coisa estranha. Aquele que se supõe defender os interesses do clube/SAD, vende todos os jogadores que pode, nas alturas cruciais do campeonato, sempre com o beneplácito dos avençados da comunicação social (“todos os clubes têm de vender para equilibrar as contas”) mesmo que não vejamos FCP e SCP a fazer igual tipo de opção.
Com tanto dinheiro recebido, segundo a comunicação social, como estão as contas do Benfica? Vejamos as últimas que findaram em 30 de Junho de 2014. Retirei do RECORD online: “A SAD "encarnada" informa também que aumentou o passivo em perto de nove milhões de euros, em comparação com junho de 2013, passando de 440,4 para 449 milhões de euros. Em contrapartida, o ativo também cresce, de 416,6 milhões para 440 milhões, o que faz com que o capital próprio seja negativo em apenas 8,4 milhões (há um ano era também negativo, mas de 23,8 milhões).”
Ou seja, num ano em que se bateram recordes de vendas, com Matic, André Gomes e Rodrigo a renderem cerca de 70 milhões de euros, ainda segundo «os avençados da comunicação social, o Benfica da “gestão rigorosa” e do “sabemos para onde vamos” aumentou em cerca de 9 milhões de euros o valor do passivo, o valor das dividas exigíveis e não exigíveis. Também se aumentou o activo em cerca de 25 milhões de euros, mas como não se sabe a que se deveu esse aumento (valorização de passes de jogadores? reavaliação do património imobiliário?) devemos reter isto: as dívidas globais do grupo empresarial Benfica, subiram. Perdemos os melhores jogadores mas as dívidas aumentaram...
Claro que para o ramalhete ficar completo, só faltava virem dizer que estão a pagar uma factura elevada da gestão de Vale e Azevedo”! Estou certo, que haveria muito adepto e sócio que tomaria isso com uma credibilidade bíblica....
Com tanto milhão por aí espalhado, não me surpreende que o Sr.º Vieira tivesse um crédito no BES com um tecto de 600 milhões, ou que seja notícia que uma das empresas do Sr.º Vieira tenha lesado o BPN em cerca de 17 milhões.
É que há milhões e milhões. Os do Benfica são de uma cor. Os do Sr.º Vieira são de outra cor...

2 comentários:

  1. João Oliveira31/12/14, 15:55

    sinónimo de irrevogável: incontestável, necessário, extremamente necessário, indispensável, imutável, irretratável, incontrastável, irrevocável.

    Tu pegas na parte do imutável como podias pegar na parte do necessário ou indispensável. Creio que foi mais pela segunda.

    Quanto aos activos parece-me que o Benfica melhorou a BenficaTV criando um segundo canal e ainda aumentou o centro de estágios. Mesmo o museu cosme damião não sei se não entra nessas contas. Quanto ao passivo obviamente aumentou se passamos a ter o que enunciei antes.

    Em relação às vendas de Matic, André Gomes e Rodrigo o Benfica não recebeu 70 milhões. Recebeu menos de 60. Curiosamente isso foi bastante relembrado pela comunicação social. No entanto o Benfica apresentou lucros no final do ano mesmo após tanto investimento no seixal, na benficatv e no plantel da época passada. Esta época o Benfica já vendeu Oblak e Markovic recebendo perto de 30 milhões pelos 2 investindo na mesma altura o mesmo valor em reforços. Com a venda de Enzo Perez equilibra as contas (até pelo afastamento das competições europeias) e provavelmente garantiu mais um ano de lucros.

    Prefiro que assim seja do que garantir o equilibrio das contas à custa de rasgar contratos com fundos ou de rescindir com certos jogadores ilegalmente.

    E prefiro muito mais do que ter prejuizos de 40 milhões e depois de tanto investimento ter mais de metade da equipa que pertence a fundos ou a outros clubes.

    ResponderEliminar
  2. Valores anunciados e não desmentidos nos comunicados à CMVM: Matic 25 milhões, André Gomes 15 milhões, Rodrigo 30 milhões, Markovic 25 milhões (Benfica tinha 50% dos direitos económicos), Oblak 16 milhões. Contudo e dado estarmos a falar de anos económicos, que terminam a 30 de Junho, creio que Oblak e Markovic foram vendidos depois de 30 de Junho e portanto entram nas contas do presente exercicio económico. Tal como Enzo Péres.

    Eu pego no que são os interesses do Benfica. E quando se vendem activos (jogadores) de valor superior a 80 milhões de euros numa só época e se aumenta o Passivo, algo vai mal na gestão.

    Algo vai mal quando se contratam Djavans para ceder ao Braga, Luis Felipe ao Curitiba, quando se gastam 5 milhões em 3 defesas esquerdos em vez de se exercer o direito pelo Siqueira apesar de custar 7 milhões (mas era um valor seguro, e os 5 milhões da presente época já se viu que não chegam para o nível do Benfica), quando se constróem campos de treino para a Câmara do Seixal, quando se pagam mais de 20 milhões de euros em juros por ano!

    Eu preferia ver um benfiquista à frente dos detsinos do Clube, alguém que gostasse verdadeiramente do CLube, da sua História, dos seus Adeptos. E não um oportunista que está a enriquecer à custa dos otários, porque se calhar o Benfica é mesmo um clube de otários.... E isto parece-me imutável....

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado