Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

terça-feira, 30 de abril de 2013

Cheira a titulo!!

Este jogo era, a par do Sporting, aquele onde o Porto tinha a esperança de que o Benfica perdesse pontos. O Marítimo é uma boa equipa, a jogar em casa é sempre uma equipa complicada, luta pela Europa e com a vitória do Sporting o Marítimo tinha de vencer o jogo.

O Benfica entrou bem no jogo e marcou cedo numa grande penalidade indiscutível sobre Lima. A partir daí o Benfica baixou as suas linhas e dJJ no banco não percebeu, ou não sentiu, que o Marítimo a qualquer momento marcaria, o que acabou por acontecer. O Benfica na primeira parte teve 41% de posse de bola e deve ter feito 1 ou dois remates à baliza, a contar com o penalti. Não me lembro de o Benfica fazer uma transição ofensiva com cabeça, tronco e membros, pelo que o empate ao intervalo era justo.
eu iniciativa de jogo ao adversário, exageradamente. Não compreendo e não aceito este recuo da equipa perante um resultado de um a zero. Aceito que o Benfica jogue com as suas linhas recuadas na Europa com determinados adversários, não aceito que o façam no campeonato Português, ainda para mais com um resultado perigoso como é o um a zero. Além do mais, uma coisa é dar iniciativa ao adversário e deixá-lo trocar a bola entre os centrais e pressionar quando entram no nosso meio campo, outra bem diferente é deixar uma equipa jogar tranquilamente no nosso meio campo. Parece que só

A segunda parte foi completamente diferente. Apesar de o Marítimo ter entrado bem, facilmente se percebeu que o Benfica aumentou a intensidade, velocidade e agressividade de jogo e a partir daí só deu Benfica. O Marítimo tentava subir mas não conseguia e quando o Benfica faz o segundo golo já o Marítimo tinha visto a bola bater por duas vezes nos postes. Apesar de algum recuo do Benfica, o Marítimo não mais conseguiu incomodar a defesa do Benfica. Pela segunda parte, o Benfica foi um justo vencedor.

Estamos mais perto do titulo mas ainda não o ganhamos. Com dois jogos em casa nos últimos três, nem quero pensar noutra coisa que não seja a conquista do titulo. Se vencermos o Estoril, bastará um empate no Dragão para sermos campeões, a não ser que o Nacional faça uma gracinha na Madeira.

Quanto á arbitragem, estava com medo mas foi uma boa arbitragem. Talvez o segundo lance sobre Cardozo tenha sido penalti. Quanto ás palavras do treinador do Marítimo, só posso concluir que estaria a falar da arbitragem do jogo do Sporting, onde o seu directo adversário venceu com um golo em fora-de-jogo.


Sem comentários:

Enviar um comentário

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado