Siga-nos no Facebook

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Entrevista de João Tralhão

Entrevista completa ao jornal "a bola".
Destacamos:

É um projecto de vários anos. O clube vem caminhando com passos seguros.

O presidente teve a visão de tornar a formação uma grande referência a nível nacional e internacional. (...) Tinha um sonho - basta irem aos arquivos - e muitas pessoas o criticavam.

Olhamos para o resultado do fim de semana (...), esta cultura de Benfica, de querer sempre mais, tem de ser vertical a todos os jovens e foi isso que aconteceu.

Lembro-me da frustração que sentimos quando alguns jogadores da formação não se afirmaram na equipa principal. (...) Tínhamos uma expectativa muito grande em relação a alguns jogadores que não se conseguiram afirmar.

No último ano de Jesus e com a passagem para Rui Vitória, nessa transição, ainda com Jesus, começámos a olhar mais para o futebol de formação.

Não nos podemos esquecer do núcleo forte de jogadores experientes (...) Conseguem dar suporte a estes jovens (...) No Benfica não há resistência dos mais experientes aos mais jovens.

Destacamos 2 textos nossos que vão de encontro às ideias gerais desta entrevista:
bruno-lage-ha-7-anos-que-vejo-luz
a-forcada-aposta-na-formacao

No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista
No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista

6 comentários:

  1. Realmente muito texto e pouco sumo.

    Não acompanho os Juniores, apenas a B e mais recentemente os Sub-23, mas o curriculum de João Tralhão tem 7 anos como treinador do Juniores e apenas 2 vezes campeão, o que com tamanha aposta na formação parece-me muito pouco e leva-me à duvida se realmente será bom treinador.

    A juntar a esse ponto houve muita gente a festejar a saida do João, dizendo que só tinha alguns bons resultados por todo o trabalho que vinha dos escaloes a baixo, e inclusive que agora só faltava sair o seu irmão. Claro que nao se pode agradar a todos e ha quem critique sempre tudo.

    Tens alguma opinião acerca deste treinador?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jorge,
      Os que festejam a saída do João, festejaram a saída do Hélder, desejam a saída do irmão do João e são exactamente os mesmos, que criticam o betão, a obsessão pela formação, as parcerias existentes e mais um par de botas...

      É sempre importante ganhar, mas na formação não acho que seja o mais relevante. Tens várias equipas que optam pela dimensão física nos vários escalões de formação, ganham títulos, mas não formam jogadores de elite.

      Basta também, olhar para o próprio João Félix, que nem sempre era titular nos escalões de formação do Benfica, e arriscava dizer que o Porto o "deixa" sair, porque não tinha dimensão física.

      Ps: ultimamente temos ouvido falar pouco sobre betão, porque será?

      Abraço

      Eliminar
    2. O GG disse tudo.
      Estamos todos fartos de saber, porque foi dito milhentas vezes, que a formação não é para ganhar títulos, mas para formar. Para ganhar títulos fazem os lagartos e vejam por onde andam.
      Formar a ganhar, chama-se isso. Ganhar é um subproduto, o resultado lógico, da formação, quando esta é feita de maneira competente.

      Se fosse para ganhar títulos não se colocam 6, 7 e 8 jogadores que deviam estar a jogar em um ou dois escalões mais abaixo. Faz-se isso quando se privilegia a formação. E é isso que o Benfica tem feito. Por isso tem sucesso. Mas só isso não basta.

      Todos os treinadores da formação são criticados com a excepção de 2 ou 3. Muitos dos que criticam fazem-no porque têm amigos ou familiares que queriam estar a treinar no Benfica. Outros fazem-no porque queriam ter um tacho no Benfica.

      Se ouvirem o que dizem os jogadores, todos eles elogiam e agradecem ao Helder e nunca ouvi um jogador criticar o Tralhão. E foi escolhido para ir treinar o Mónaco.
      São os jogadores que podem fazer juízos de valor corretos sobre os treinadores e não adeptos ignorantes, aziados e invejosos.

      O Helder foi escolhido para ir dirigir uma academia no Médio Oriente, onde se aposta seriamente e se gastam milhões na formação. Não terá sido porque é incompetente ou porque não tem nome no "milieu".

      O trabalho executado na formação do Seixal é um trabalho de CONJUNTO, de centenas de pessoas, não é apenas um treinador que faz a diferença.

      Já se deram ao trabalho de verificar quantas pessoas fazem parte da estrutura de apoio, por exemplo, da equipa de juniores? Uma equipa entre muitas.
      São 12 (doze!) as pessoas, entre treinadores, técnicos, dirigentes, etc. E todos eles aproveitam-se do trabalho uns dos outros.

      Eliminar
    3. Jorge se reparar não destaco nada que seja relativo ao treinador que dá a entrevista... Destaco aspectos relativos ao Benfica.
      Ser campeão diz zero. Recordo que a política do Benfica não é ser campeão mas colocar os miúdos em escalões acima... No ano passado alguém decidiu que era importante ser campeão de juniores, baixaram o Félix e rebentaram com o campeonato!
      De qualquer forma... Tendo em conta o sucesso do BL... Acho que temos treinador para muitos anos e sucessor no Renato Paiva!

      G... Exatamente... Se formos pelo ser criticado?! Todos são criticados de modo a tentar atingir o gajo do topo.
      Claro que não tem havido críticas ao betão... Mas estão aí á espreita!

      Eliminar
  2. Olá GG, Anonimo e Nuno, agradeço mesmo a vossa opinião!

    O pouco conhecimento que tenho sobre a formação do SLB vem dos comentadores da BTV nos jogos em casa da equipa B, que nao se cansam de elogiar toda a estrutura e jogadores. Vão ao ponto de contar algumas historias de superação que presenciaram na fase inicial da formação e que nos enchem de orgulho!

    Eu bem sei que a politica de jogar em escalões acima dificulta a tarefa, mas permite um crescimento mais rapido aos miudos e da-lhes outra maturidade.
    O resultado disso mesmo está à vista nas selecções.

    Tento ver o maximo que posso dos jogos da Youth League e por isso tambem gosto bastante do Renato Paiva, que aí sim é muito resultadista, mas na B já disse que o adepto resultadista é possivel que se chateie com ele porque o foco é a formação e preparação para a equipa principal.

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Está no intervalo o jogo dos Juniores, Benfica x Porto, e tal como o Nuno Martins referiu, como para este jogo baixaram bastantes jogadores da B e Sub23 o jogo está ser totalmente dominado pelo Benfica.

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado