Campeões Nacionais 2014/2015

Campeões Nacionais 2014/2015

Siga-nos no Facebook

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Enxovalhados...



Portugal 28 de Outubro de 2015

Num dos muitos momentos de agressividade que tem pautado o futebol português da “paz podre” em favor dos superiores interesses económicos de uma série de protagonistas com sejam Joaquim Oliveira, patrocinadores, empresários de jogadores e super agentes, dirigentes desportivos etc., o Benfica foi alvo de um ataque sem precedentes por parte do Presidente do SCP. Um ataque que não há memória nos anos mais recentes.
O ataque, gizado para atingir a preparação e desenvolvimento do derby de dia 25, desenvolveu-se a partir da participação de BdC no, passe a publicidade, programa “Prolongamento da TVI”, continuou depois com várias declarações do mesmo em várias actividades do seu clube, passou por entrevistas em duas televisões, a do próprio clube e a RTP África. Em todas estas participações o objectivo foi um só: atacar a credibilidade do Benfica, atacar figuras emblemáticas Benfica, como Eusébio, atacar a postura que o Benfica mantém na Liga e FPF, em suma ATACAR O BENFICA.
Ele não pretendeu esclarecer nada da situação económico-desportiva do seu clube, não pretendeu dissertar sobre as condições de igualdade de todas as equipas na competição, ele não quis falar do derby, ele apenas quis criar condições objectivas de fragilidade para o lado do Benfica, atacando em vários níveis de argumentação, sempre com a arbitragem no cerne do discurso, terminando com vários e sucessivos apelos à descida de divisão do Benfica.
Já depois da inacreditável entrevista que o ex-árbitro retirado Marco Ferreira deu ao AS, publicação espanhola que seguramente nem sabia quem era Marco Ferreira, veio o SCP através de comunicado emitido na véspera do derby, reforçando o teor dos argumentos do presidente do SCP, e pedindo novamente a descida de divisão do Benfica.
Perante o enxovalho continuado e crescente do Benfica na opinião pública, por acção do presidente do SCP e do própria Direcção do SCP, o que fizeram o presidente do Benfica ou a sua Direcção?
Diria que fizeram o que têm feito na gestão desportiva: a resposta do zigue-zague. Começaram por dizer que o ataque era tão baixo que não merecia resposta, no que foram acolitados pelo séquito habitual de oportunistas (António Figueiredo, Jaime Antunes, painelistas e paineleiros da BTV), a seguir e após uma semana de retórica sportinguista, Vieira, com o seu habitual oportunismo, enviou uma indirecta a Jorge Jesus na sequência da vitória em Madrid, quando da inauguração da Casa do Benfica de Abrantes, aproveitando para sublinhar o mérito de Rui Vitória em apostar em todos os jogadores dos 18 aos 30 anos. Como o BdC não se calava, atacando com mais e mais argumentos, o Benfica respondeu com a já esperada acção judicial contra Jorge Jesus, onde avaliaram o valor dos sócios e adeptos em 1 euro cada, e por último, e quando BdC já pedia a descida de divisão do Benfica lá vieram dizer que iriam interpor uma acção contra o SCP por danos morais provocados ao Benfica.
No final destas quase 3 semanas e perante a inépcia que, de tão habitual se chama incompetência de Vieira e “estrutura”, BdC tinha alcançado os seus objectivos: colocar o Benfica e Vieira (está agarrado ao lugar, disse) em sentido, e condicionar a arbitragem do derby.
A nomeação do suspeito Carlos Xistra foi apenas um pormenor neste longo processo. Tão “pormenor” como a nomeação de Proença na última vez que o SCP fez um “chavascal” idêntico, anunciando ao “mundo” que Proença era sócio do Benfica. Por mera coincidência acabamos por perder 3-1 em nossa casa, com uma série de erros de arbitragem que começou com 1 penalty inexistente que pôs o SCP em vantagem logo aos 8 mn.
Como hoje não pretendo dissecar o derby, coloco outra questão: o enxovalho ao Benfica teve sempre, da parte de Vieira e da Direcção, a mesma atitude passiva e até cristã, de dar a outra face, como agora? Vejam este link:
Este episódio aconteceu em Maio de 2004, o Benfica tinha acabado de ganhar a Taça de Portugal ao FCP (o que causa muita azia a gente dentro e fora do Benfica) e como podem ver Vieira foi até aos estúdios de TV onde os “paineleiros” colocaram a hipótese do Benfica ser sancionado desportivamente por ter inscrito irregularmente os jogadores Tiago e Ricardo Rocha. Entrou em directo no programa, mostrou cópias dos contratos que segundo ele, mostravam a lisura de processos do Benfica e fez uma afirmação, que há distância, não deixa de ser curiosa: comigo o Benfica não voltará a ser enxovalhado.
Como se vê, os tempos mudaram e Vieira também. Agora não se importa com o enxovalho, diário e permanente (ontem Bdc voltou a provocar o Benfica e os seus sócios)! Possivelmente porque sabe que a farsa da sua presidência, do projecto “sabemos para onde vamos”, começa a perder as bases que lhe têm permitido enganar os sócios e adeptos.
Duas notas de rodapé: 1) se repararam bem no vídeo, Vieira disse que estava em sua casa quando decidiu aparecer no programa. Vinha munido de cópias dos contratos da contratação dos dois jogadores. É habitual levarem-se cópias dos contratos para casa? Se sim, aqui está um erro que Vale e Azevedo cometeu e que hoje o senta no Tribunal por causa de “duplicados” diferentes dos “originais”. 2) Gomes da Silva terá criticado o “aburguesamento” da estrutura, excluindo Vieira da sua crítica, pela sua luta no Apito Dourado. Hoje Vieira já se pronunciou. 24 horas depois, a resposta surgiu. Relativamente ao enxovalho de BdC contudo, não há resposta de Vieira, não há defesa do Benfica. Pensem porra, pensem...

2 comentários:

  1. Se boatos lançados por cretinos é enxovalhar o Benfica, então estamos mesmo mal.

    ResponderEliminar
  2. Os boatos nunca têm uma origem identificada.. quando têm, como foi o caso, deixam a categoria de boatos e passam para a categoria de acusação...

    Quem calou estes dias todos consentiu.. são as leis de entendimento do povo que assim o determinam... e mais uma vez o silêncio jogou a favor do adversário do Benfica, SCP neste caso como em outros anos foi o FCP...

    14 anos, 4 campeonatos, 3 deles com o treinador que foi mandado treinar para o Qatar, 280 milhões de divida financeira (exigivel) e um estádio que foi incorporado na SAD quando nas eleições de Vilarinho nunca sairia do Clube.

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado