Siga-nos no Facebook

sábado, 12 de janeiro de 2019

Tem calma Vieira...

Não há a mínima dúvida que com a entrada do Bruno Lage a equipa melhorou!! Acho uma piada a alguns que dizem que não mudou muito. Só alguém que não consegue ver um pouquinho mais do que o comum dos adeptos é que pode ter uma afirmação destas.

Este Benfica de Bruno Lage já não tem nada a ver com o Benfica de RV, isto tudo numa semana de treinos. Parabéns Bruno Lage pela coragem!!!

Passámos de um 433 para um 442, sectores mais juntos, logo mais linhas de passe e mais apoios, seja ofensivos ou defensivos. A pressão ainda é média alta mas acredito que com o tempo poderemos pressionar um pouco mais alto. Muito mais jogo dentro do bloco adversário, algo que não acontecia muito com RV que jogava mais por fora. Os laterais ora estão por dentro ora por fora consoante o posicionamento do extremo que tenta sempre procurar o espaço interior, até Salvio andou bem mais por dentro do que é habitual.

Como é óbvio ainda há muitas falhas nas dinâmicas da equipa e nos posicionamentos o que leva a que por vezes existam espaços onde não deveriam existir mas só o tempo, e o treino, é que irão corrigir estas situações.

O Bruno Lage está-me a surpreender por ir pelo caminho do 442, sempre pensei que manteria o 433 mas com as dinâmicas em tudo idênticas à da equipa B.

Não sei se Bruno Lage já tem "unhas para esta viola" mas estou a gostar muito do que estou a ver. Os próximos dois jogos poderão ser decisivos na continuidade ou não de Bruno age pois são dois jogos de grau de dificuldade elevado.

Penso que Vieira não deveria descartar a hipótese da continuidade de Bruno Lage e, ao contrário do que muitos dizem, não há pressas porque acho que a equipa tem quantidade e qualidade suficiente para disputar o campeonato até ao fim!!!

Tem lá calma Vieira e aguenta a coisa mais uma semana...


17 comentários:

  1. Toda a razão neste post Caro Pedro Simões!
    Falta ainda acrescentar, o lamentavelmente baixo índice físico em que o anterior (des)treinador deixou a Equipa.
    Tem muito trabalho a fazer este excelente Treinador Bruno Lage, a despeito do muito que fez em tão pouco tempo.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  2. Para mim está decidido que devia permanecer como treinador principal.

    Como já repeti muitas vezes não vejo grandes vantagens nas mudanças a meio... Muito menos vejo em mudanças sucessivas. Conforme até àqueles que achavam que em novembro/dezembro/janeiro iam existir um monte de treinadores de top desesperados por vir para Portugal agora deve ser óbvio... Nesta altura não abundam treinadores de top livres (e esta época até há 1 ao contrário do habitual) e muito menos disponíveis para ir treinar uma equipa cuja época não está a correr bem... Ficando com culpas que não são suas e começar a época seguinte com pressão desnecessária.

    Além desses motivos relacionados com a questão de princípio... Bruno lage parece me que corrigiu alguns dos problemas que a equipa tinha. E estará melhor preparado um treinador da formação do Benfica para implementar um modelo de jogo ofensivo que nos faça recuperar os pontos que precisamos do que um bom treinador de equipas de meio de tabela... na formação do Benfica encontra todos os jogos os mesmos problemas que encontrará na equipa A... Equipas fechadas em que não sofrer é bom... Pelo que está mais do que preparado para treinar os momentos em que o Benfica passa 75% do tempo.

    E na minha opinião... Tal como já era na época passada... Temos o melhor plantel! Este ano não tão superior como no ano passado... Mas superior ao do Porto.

    Espero que seja desta que lfv toma a decisão popularista, procura salvar a pele e faz as vontades aos adeptos.

    ResponderEliminar
  3. Não concordo com quase nada.

    O Benfica de facto joga num sistema diferente. Mas se este tipo de jogo fosse c RV no banco as criticas seriam as mesmas de sempre.

    No primeiro jogo seriam: volta a jogar c os RedPass Relvado do Pizzi ou do Salvio. E novamente a jogar sem o Zivkovic ou a ignorar os reforços como Gabriel, Ferreyra ou Castillo.

    Segundo jogo: volta a apostar no Pizzi em campo. E a grande maioria do jogo do Benfica é bola alta para a frente. Que só conseguiu pressionar alto a jogar com mais um, num jogo que rematou 2 vezes na primeira parte e só marcou à conta duma fifia de dois ex-jogadores do Benfica.

    Isto seria a análise da maioria caso fosse Rui Vitória no banco. O que seria de RV se só tivesse feito uma alteração aos 80 minutos?

    Há uma grande diferença de Lage para RV para além do 4-4-2. João Félix. Apostou nele onde jogava nos juniores. Vamos ver quando Jonas estiver disponível se será assim mesmo.

    Eu continuo sem gostar das exibições. E mais, não entendo a ideia de Pizzi à direita quando Salvio é o melhor extremo do Benfica. Não percebo a pouca utilização do melhor médio do Benfica, Gedson. Não entendo o desaparecer do Alfa Semedo do banco sequer. Alfa para mim podia lutar com Fejsa pela titularidade em alguns jogos. Principalmente jogos de menor dimensão em casa.

    Sinceramente gostava de ver análises objectivas e não enviesadas dependendo do treinador. Ainda agora vi uns borrões nuns gráficos a explicar como Fejsa é mau para o Benfica. Pior, alguém afirmar que estatística prova algo. Fejsa foi dez vezes campeão seguidos. Sendo quase sempre fundamentam nesses 10 titulos. Deve ser péssimo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui para quem só sabe criticar já sabemos que mesmo que rv ganhasse 20 jogos seguidos por 5 iriam existir sempre as mesmas críticas... Têm os seus ódios de estimação e vêem o jogo em função deles.

      Mas aqui não é o caso. Até tu referes as grandes alterações... Mudar o sistema e colocar Félix no meio... Sao 2 virtudes inegáveis. Verifica-se ainda que neste jogo não houve tanta exposição a contra ataque adversário... E houve muitas entradas em zona de finalização pelo corredor central.

      Quanto ao Gedson, Alfa etc.. não podem jogar todos... Se jogasse o Gedson falava se que o Gabriel era flop e o Pizzi estava acabado...

      Eliminar
    2. Eu não disse que não haveria diferenças. Digo é que não são assim tão grandes em termos de qualidade de jogo. Existe é boa imprensa e má imprensa. A mudança de táctica embora eu perceba e aplauda não é o mais importante. Hoje em dia os sistemas são dinâmicos. As equipas defendem nu sistema, atacam noutro... Isto não é futebol dos anos 60 ou 70. Eu gosto muito mais de um sistema de 4-3-3. Com 2 extremos bem na frente. Mas sei bem que com o Jonas essa sistema é uma má opção. E com Krovinovic um 4-4-2 tb não é o indicado. Ainda estou para ver quando a equipa jogará com os 11 que considero melhor. Mas não apenas um jogo na Taça da Liga, mas sim ganhando rotinas.

      Odisseyas
      André, Ruben, Jardel (Lema para mim merecia, dp do jogo c o Porto e acho que melhor complementa o Ruben) e Grimaldo
      Fejsa (Alfa para mim precisa de jogos, poderia e devia estar sempre nos convocados)
      Gedson (interior esquerdo)
      Salvio (interior direito)
      Pizzi ou Krovinovic (numero 10 do losango)
      João e Jonas

      Para mim deviam experimentar o 4-4-2 losango. Com Alfa, Cervi, Castillo, Zivkovic e ou Krovi ou Pizzi no banco. Jogar num 4-4-2 clássico não ajuda uma dupla de Félix e Jonas. Acho que Pizzi faria bem o ponto mais atacante do losango, Krovi tn, Ziv tb. Até o Cervi. Qualquer um deles faria bem de interior... rotatividade, mudança de jogadores para dar dinâmicas diferentes.

      Eliminar
    3. Por mim Bruno Lage também fica até final da época e também acho que será esta a decisão do Benfica.

      Concordo com o Rui quando fala da imprensa e do desgaste que provoca a uns em detrimento de abrilhantar outros.

      Quando a imprensa não é contestada por uma comunicação forte do Benfica, o desgaste passa a ser tal, que incute a "todos" a mensagem que se pretende passar. Um exemplo fácil é Jorge Jesus e Rui Vitória na imprensa. Imaginem Rui Vitória a perder tantos campeonatos quantos Jesus perdeu em grandes...

      Eu percebo Pizzi do lado direito, pois com um meio campo a dois com Pizzi um deles, ficamos muito vulneráveis.
      Já com Pizzi na direita, passamos a ter um meio campo mais consistente, pois mesmo na ala, invariavelmente Pizzi flete e foca o seu jogo como interior. Só tem um problema, é que jogámos com um André Almeida que não faz bem o corredor a atacar... consegue mesmo, fazer 5 jogos seguidos, sem tirar um cruzamento digno desse nome alguns deles sem oposição.
      Isto num clube como o Benfica, lamento pelo André, mas não pode acontecer. URGE um lateral direito de qualidade.

      Quando Jonas estiver bem, é Jonas e Félix não tenho grandes dúvidas.

      Seferovic é outro que tem sido útil mas não tem qualidade para titular de um Benfica. Muito esforçado, focado, profissional mas na posição onde joga não pode falhar tanto.
      Neste último jogo, falhou 4 oportunidades clarissímas de golo, além do que marca. Um jogador de qualidade, tinha feito no minímo Hattrick.

      Noto algumas diferenças além do sistema e do local onde colocou a jogar Felix. Temos muito mais jogo interior que nos torna mais imprevisíveis. E a uma adaptação séria e notória com jogadores e movimentos conforme o adversário. Gosto disso.
      Quer dizer que irá haver mais rotatividade e oportunidade para muitos jogadores jogarem.

      O 442 complica um pouco a vida ao Jedson, obriga-o a focar-se na posição 8 e ele tem características no seu jogo um pouco diferentes, mas que com trabalho acho que o pode fazer.

      Fejsa é um jogador top. Tem um grande problema e não é a jogar, é quando está lesionado.
      Só ainda permanece por Portugal, porque é disposto a muitas lesões.

      Eliminar
    4. Se a ideia de Pizzi jogar à direita é dar estabilidade ao meio campo então isso é jogar na prática em 4-3-3.

      Eu não gosto de ver o Pizzi encostado a uma ala. É fraco no drible. É fraco no cruzamento. E se é para jogar em 4-4-2 clássico então o Pizzi não deve ser um dos alas. Para mim o Pizzi é muito forte nas mudanças de flanco, nos passes longos ou curtos a rasgar e também na leitura de espaços na frente a aparecer na área. Mas para isso é preciso jogar mais adiantado.

      O 4-4-2 só complica a vida ao Gedson porque não há coragem de tirar o Pizzi ou o Gabriel. Se é para jogar em 4-4-2 Gedson deve ser o médio ao lado do Fejsa. E deve haver capacidade dos alas, Cervi e Salvio de ajudar sempre que Gedson se aventura e arrisca na frente. Gosto muito do Pizzi. De longe dos melhores nos ultimos anos largos, mas também podemos e devemos dar minutos e jogo a Gedson sozinho no meio campo com Fejsa.

      Eliminar
  4. Para mim (não tenho por hábito falar mal dos jogadores do Glorioso) é notório que o anterior (des)treinador nem sequer deveria ter entrado no Benfica!
    Ganhou 2 campeonatos sem saber ler nem escrever (os jogadores ainda estavam com rotinas do Jesus no 1º título e no 2º título os corruptos de Contumil perderam em casa várias oportunidades de ganharem o campeonato).
    Deixou a Equipa numa lástima física e mentalmente!
    Nem quero ouvir falar mais nele!

    PS: Parece que o tipo do "chouriço" anda agora a descarregar fel contra o Benfica lá pelas Arábias. Ainda se dizia que o Jesus é que era um gajo isto e aquilo...afinal este último além de não perceber patavina de futebol também já anda despeitado (claro que os nossos inimigos agradecem nas TV's).

    Vamos em frente caro Bruno Lage!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  5. Não acho que o plantel seja assim tão superior, sobretudo na defesa. É comparar com a defesa do FCP.
    O Vieira deve falar com o Lage e dar-lhe o wue ele entender.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo... Na defesa é inferior... Mas do meio para a frente só queria o Brahimi para o plantel! E o campeonato português resolve-se a ganhar aos pequenos!

      Tal como para treinadores... Nesta altura jogadores livres de qualidade não abundam.

      Eliminar
    2. Considera pelo menos o Herrera...

      Eliminar
    3. Herrera? Gedson, Pizzi, Krovinovic.... todos melhores...

      Eliminar
  6. mas de todas as mudanças que o lage tem introduzido aquela que até terá menor importância é a mudança táctica.

    eu acho que existe pressas até porque é necessário definir empréstimos, temos um plantel demasiado extenso, e neste caso a táctica a utilizar ai sim é fundamental para essa definição.
    e para fazer uma ou outra contratação em posições claramente debilitadas.

    ResponderEliminar
  7. Um clássico jogado ontem pelas verdadeiras equipas Top de Portugal e nas tv's e últimas notícias de jornais online só dá Benfica??? Alguém me sabe explicar o motivo?
    Nem quero agora imaginar um campeonato sem nós...passavam a preencher páginas com receitas de culinária!

    F. Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O clássico foi tão mau, que se percebe que não se fale do jogo. Daqueles amigáveis sem história.

      Eliminar
  8. Fernando Santos13/01/19, 15:50

    Rever jogos na Turquia, Choupana, Bessa, em casa com PAOK, VSC, clube das putas. Não tem que agradecer o avivar da memória.

    ResponderEliminar
  9. "Tem lá calma Vieira e aguenta a coisa mais uma semana..."
    Por mim devia assumir já que Lage é superior aos outros treinadores e que não tem duvidas que vamos ganhar muito com ele.

    Vejo que estamos a trabalhar bem nas renovações, depois de Camara, hoje foi Dantas a renovar.

    A equipa B, agora com Nélson Veríssimo, está numa fase muito negativa, em 3 jogos, duas derrotas e um empate.
    Precisamos de contratar um treinador competente à imagem do Bruno Lage e Renato Paiva, que consiga evoluir os jogadores que estão na porta de entrada da equipa principal. Precisam de estar preparados para subir a qualquer momento.

    ResponderEliminar

AMIGO/A VISITANTE

Não comente como ANÓNIMO porque pode haver quem deseje responder-lhe e assim continuar o diálogo.

Clique em NOME/URL e escreva o seu, ou um nome, ou um nik, não necessitando de escrever nada no 2.º rectângulo, deixando-o em branco.
A seguir clique em ... continuar e... comente.

Volte sempre. Obrigado