Siga-nos no Facebook

domingo, 2 de junho de 2019

O nojo espalhado em todas as Tv´s e modalidades...


Parabéns ao nosso hóquei pela passagem à final da taça de Portugal que se realiza hoje frente à Oliveirense.

Ontem assisti à transmissão da TVI24 e fiquei estupefacto pela forma como parcialmente se analisa um jogo.
O Benfica a ganhar por 6-3 e quem comentava tentava encontrar desculpas para o facto do Sporting ser eliminado. A mente divagava entre a ausência do Pedro Gil com 40 anos para a falta de explosividade da equipa (lol) e a descompressão da equipa por ter sido campeã europeia. Bravo!

A equipa do Sporting descomprime tanto nas competições nacionais, que perdeu a supertaça, campeonato nacional e taça de Portugal. Fantástico srs jornalistas!

Mas o mais grave não foi escutar jornalistas antis em tv´s portuguesas, a dar tudo na defesa das suas cores.

Grave, grave, foi escutar os lamentos jornalísticos por assobios de adeptos do Benfica a imitar verylights e ouvir "em cada lampião à um cabrã@" a anteceder esses assobios a passar despercebido vezes sem conta.

É gravíssimo e de lamentar, ver profissionais em tv´s públicas a relativizar um acto e enaltecer a gravidade outro mobilizando e moldando opiniões com o seu espírito ditatorial.

Porra, vivemos tempos nos quais "Filhos da put@ SLB" e "em cada lampião à um cabr@o" são cânticos de festejos dos nossos rivais em todos os estádios e pavilhões, incluindo quando não somos intervenientes no jogo... mas grave, grave para esta gente são os assobios dos nossos adeptos! Sério?

Estes cânticos ofensivos, por parte dos nossos rivais e as suas claques legais estão tão banalizados que já não choca ninguém. Será isso? Deixa de ser recriminável?

Será que ninguém consegue recriminar tudo, independentemente das cores e pensar um pouco mais além do facciosismo clubístico?

Tudo isto é tão grave e desonesto, que chega e revoltar!