Siga-nos no Facebook

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Projecto Modalidades do Benfica

Há já algum tempo que venho a prometer uma publicação sobre as modalidades. Esperava publicar no final deste ano de competição após uma vitória de uma das modalidades, infelizmente não é o caso. Seja como for, está aqui a prometida análise. 

Como muitos de vós, tenho as minhas modalidades favoritas, é raro perder jogos de hóquei em patins ou basquetebol, vejo muito voleibol e futsal, menos andebol mas também costumo acompanhar. Não sou daqueles que só vê modalidades nos resultados e não sou daqueles que só vê as finais das modalidades. Sigo atentamente a maioria das modalidades semanalmente. A minha mulher que o diga.

Nota prévia que quero fazer: no meu entender o Benfica tem de ser um clube ecléctico. Porquê? Pela responsabilidade social que deve ter. O Benfica tem de ser um clube que adopte acções, posturas ou comportamentos que visem o bem-estar dentro e fora do clube. Deve ter preocupação para com a sociedade em que está inserido, principalmente para com os mais jovens. É fundamental que tenha infraestruturas que permitam a prática do desporto entre os jovens, principalmente os mais desfavorecidos. Daí ser completamente a favor da construção do Colégio. Outra preocupação que o Benfica enquanto clube, no meu entender, deve ter é a da igualdade de géneros, não fechar modalidades a jovens meninas que gostem de desporto e que o queiram praticar. Isto não significa que não tenha também como um dos principais objectivos a competitividade e os títulos, desde os mais jovens aos seniores, em qualquer modalidade em que se envolva.

Posto isto, e tendo em conta mais um título a nível nacional em futebol as críticas dos adeptos voltam a recair no “descalabro das modalidades”. A mensagem que muitas vezes se vai passando é a de que as modalidades do Benfica envergonham o clube com as suas prestações. Não ganhar sempre parece que é sinónimo de fracasso, não sou dessa opinião. Contudo, não vou nesta publicação fazer qualquer tipo de consideração sobre as informações que aqui vou colocar, vou deixar isso para quem ler.

O Benfica é o único clube português que se pode honrar de ter plantel sénior nas principais modalidades praticadas em Portugal. São elas futebol, hóquei em patins, basquetebol, andebol, voleibol, futsal e atletismo. Não vou voltar a falar do tempo antes desta direcção, mas a verdade é que o Benfica de há 20 anos atrás não se podia orgulhar de ter todas estas modalidades. Foi de facto uma preocupação enorme das diversas direcções pós-Damásio e Vale e Azevedo fazer retornar as modalidades ao Benfica e a serem competitivas. Mais, o Benfica neste momento pode orgulhar-se de ser o único clube português a ter plantel sénior nessas sete modalidades tanto em masculinos como em femininos! Se o futsal e o hóquei em patins feminino já são uma realidade vencedora e o basquetebol já compete na 1ª divisão (sem grandes resultados), este ano foram criadas as equipas de futebol, andebol e voleibol feminino. Todas elas garantiram este ano a promoção às respectivas divisões acima, no caso do andebol e futebol subiram ao principal escalão, no caso do voleibol subiram à 2ª divisão. De salientar que também o atletismo feminino tem uma expressão nacional ficando apenas abaixo da equipa de atletismo do Sporting nos últimos anos.

Há quem diga para não se apostar em todas as modalidades e se canalizar recursos apenas para um número mais reduzido mas com mais investimento e que possam ter percursos mais vencedores. Não podia estar mais em desacordo. Já o referi antes, para mim o Benfica tem de ter este tipo de ecletismo. Para mim o Benfica tem de ter este tipo de preocupação social. Para mim o Benfica pode e deve apostar nas mais diversas áreas e modalidades, estas são as mais importantes e praticadas modalidades em Portugal, têm de ser apostas do Benfica. E é por isso que sempre serei a favor do investimento em infraestruturas (betão) que permitam desenvolver da melhor forma essas actividades. Por isso sempre referi que o aumento do Seixal será sempre bem-vindo, tendo o Benfica ainda muito pouca capacidade de responder a todas as necessidades que tem, enquanto clube ecléctico que é e que deve continuar a ser.

Irei fazer uma pequena análise superficial dos principais títulos nacionais e internacionais nas principais modalidades em Portugal no sector masculino nos últimos 10 anos. Sendo elas o futebol, futsal, hóquei em patins, basquetebol, andebol e voleibol. São seis modalidades analisadas, deixando de fora da análise o atletismo por ser mais complicado de avaliar, tendo em conta as diferentes vertentes que o mesmo pode ter. Seja como for, deixarei uma palavra sobre o atletismo no final desta publicação, assim como para o sector feminino. Usarei os dados dos últimos 10 anos porque achei serem suficientes para dar a perspectiva mais geral de como estas modalidades se têm comportado. Irei mostrar o panorama nacional a nível de cada título/troféu e de cada modalidade e depois um panorama global.


- Campeonatos



Como podemos verificar o Benfica é o clube com mais títulos em futebol, basquetebol e voleibol. O Porto tem mais títulos em hóquei e andebol. Sporting tem mais títulos em futsal.

- Taças



Existe um maior número de vitórias de outros clubes que não os ditos “três grandes” nesta competição, muito pelo seu carácter distinto de todas as outras.

- Supertaças



Basquetebol, andebol e voleibol existe uma superioridade do Benfica face aos outros clubes, no caso do futebol e hóquei o Porto é claramente superior. No caso do futsal existe uma igualdade entre os dois grandes de Lisboa.

- Taças da Liga



Só existindo esta competição em futebol, basquetebol e futsal o Benfica leva vantagem nas duas primeiras modalidades e em futsal os dois grandes de Lisboas igualam-se.

- Total de Troféus


Somando os quatro troféus mencionados, pode-se verificar que nas ultimas dez temporadas o Benfica venceu mais títulos/troféus em futebol, basquetebol e voleibol, que o Porto venceu mais em hóquei e andebol e que o Sporting venceu mais em futsal.

Não fazendo distinção entre modalidades e somando apenas campeonatos, taças, supertaças e taças da liga, chegamos aos seguintes valores.

- Total de Campeonatos


Objectivamente o Benfica é o clube com mais títulos de campeão nacional quando somadas todas as modalidades em que participa.

- Total de Taças



O Benfica obteve mais Taças do que Porto e Sporting juntos nestes 10 anos.

- Total de Supertaças



Mais uma  vez, o Benfica reune mais supertaças vencidas do que os dois outros “grandes” juntos.

- Total de Taças da Liga



O Benfica tem mais Taças da Liga vencidas do que todos os outros clubes juntos, “grandes” e “não grandes”.

- Total de Títulos/Troféus


Volta-se a verificar que o Benfica no que a títulos/troféus diz respeito ganhou mais do que os seus principais rivais juntos (86 contra 80). Mais do dobro que o Sporting, por exemplo (86 contra 33).


- tulos/Troféus internacionais



Nos últimos 10 anos o Benfica venceu mais títulos/troféus internacionais que Sporting e Porto juntos. E o mesmo se aplica se se estiver a falar em chegar a finais internacionais.




Análise Percentual

Podemos sempre apontar como principal factor de análise o facto de o Benfica ser o único dos três grandes que tem equipa nas 6 modalidades. Obviamente isso é factor relevante, podendo ser contraposto com gráficos de percentagem de títulos consoante o número de competições em que cada clube entra. Vamos então verificar qual a percentagem de títulos nos últimos 10 anos.



O Benfica não só vence mais em termos brutos, como vence também mais em termos percentuais. Nos últimos 10 anos o Benfica venceu aproximadamente 42% das competições em que entrou, enquanto o Porto venceu perto de 34% e o Sporting 25%.

Época 2018-2019

Por fim deixo aqui apenas uma pequena nota sobre a época que acabou. 






Não foi de todo a época mais vencedora do clube. Os factos no entanto dizem que fomos o clube que mais títulos de campeão venceu e mais troféus no conjunto, embora tenha ficado aquém em termos percentuais em relação à média dos últimos 10 anos e atrás do Porto nesse capítulo.



Atletismo e Sector Feminino

Uma pequena palavra apenas para estas duas vertentes. No caso do atletismo nos últimos 10 anos o Benfica venceu 8 vezes o Campeonato Nacional de Pista ao ar Livre de clubes, últimas 8 edições. Assim como venceu 8 vezes o Campeonato Nacional de Pista Coberta de clubes, sendo bicampeão na presente época. Em 20 títulos possíveis, venceu 16.


Quanto ao sector feminino, como já referi, andebol, voleibol e futebol foram este ano inseridos no projecto Benfica, tendo todos eles percursos positivos de ascensão nas mais diversas divisões, com destaque obviamente para a vitória no Jamor das meninas em futebol. Em futsal, o campeonato tem 8 edições e o Benfica venceu 4. Enquanto que Taças de Portugal já se disputaram 6 edições e o Benfica venceu 5, Supertaças houve 5 edições e o Benfica venceu 4. Nos últimos 3 anos de futsal feminino o Benfica venceu 3 Campeonatos, 3 Taças e 3 Supertaças. No hóquei em patins o Benfica vai com 7 títulos consecutivos, 6 Supertaças e 6 Taças de Portugal. Ou seja, o Benfica nestes 7 anos em que participa na 1ª divisão do campeonato de hóquei feminino tem 7 títulos e SEIS TRIPLETES consecutivos. Já agora, com um título de campeão europeu pelo meio.
Para finalizar a equipa de Judo é bicampeã nacional, enquanto que a equipa de Pólo Aquático é bicampeã nacional, conquistando este ano o inédito triplete.


Orgulho-me de ser de um clube com o ecletismo do Benfica. Deixo a vocês o julgamento sobre o Projecto das Modalidades do Benfica nos últimos 10 anos. Quem não está não pode vencer, o Benfica está e vence.

A pergunta que deixo é:

Os números dos últimos 10 anos demonstram  Modalidades fracas ou fortes no Benfica?


No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista

No Twitter em https://twitter.com/UnivBenfiquista