Siga-nos no Facebook

sábado, 14 de dezembro de 2019

Benfica 4 x 0 Famalicão - Rescaldo


Mais um jogo mais uma vitória. São 13 vitórias em 14 jogos. Num jogo que poderia ser difícil mas que mostrou uma equipa a carburar a todo o gás contra outra incapaz de a travar. Ouvia nos comentários pós-jogo a pergunta de onde estava este Benfica no inicio do campeonato e não entendo a pergunta. Não marcamos 10 golos nos primeiros dois jogos da época? O Benfica passou uma fase menos boa em termos exibicionais mas isso é perfeitamente natural ao longo duma época, o importante nas equipas grandes é quando encontram esses maus momentos consigam ir ganhando e mantendo os objectivos intactos. Não conseguimos manter-nos na Liga dos Campeões e pusemos em causa a Taça da Liga mas continuamos com um registo verdadeiramente impressionante em Portugal. Nos últimos 3 jogos para o campeonato marcámos 12 golos. O Benfica é neste momento a equipa com mais golos marcados, com menos golos sofridos, com os dois melhores marcadores do campeonato, com o jogador com mais assistência, equipa com mais vitórias, com menos derrotas e com menos empates. É de longe a melhor equipa em Portugal quer ao nível de estatísticas quer ao nível de exibições e jogo jogado. O melhor momento do Benfica (agora) é melhor que qualquer outra equipa e o pior Benfica está longe do pior das outras equipas em Portugal para melhor.

Quanto às exibições, não vou entrar pela teoria do Bruno Lage sobre o relvado, de facto faz muita diferença, mas aquilo que temos assistido é o contrário daquilo que eu defendia. Gabriel e Taarabt. Impressionante a capacidade destes dois jogadores no meio campo. Taarabt neste jogo fez 12 recuperações de bola. Doze. Inacreditável. Gabriel transformou-se por completo e para mim é ele a principal diferença neste onze. Tem conseguido jogar como médio defensivo. Não como Tino ou Samaris ou Fejsa mas um jogador que tem conseguido fazer a posição, algo que eu não acreditava. A verdade é que estes dois em campo transformaram as exibições da equipa e o facto de haver continuidade no onze ajuda muito. Outra coisa que é fundamental nesta dupla é ter o Cervi também em campo. Ajuda muito no meio campo. Não sei se será a mesma coisa quando o Rafa chegar, mas ficarei tremendamente contente se for novamente contrariado e a equipa continue a carburar como está neste momento. A pressão alta feita por toda a equipa é fantástica.

Outra coisa que consigo retirar sobre este inicio de época é que o plantel "grande" tem sido fundamental. A quantidade de lesões que a equipa tem tido só mostra que tudo pode acontecer e que ter 26 ou 27 jogadores de alto nível não é de todo um problema ou pelo menos não deve ser. Espero que em Janeiro o Benfica consiga colocar o Zivkovic nalgum lado e de resto, podem ficar cá todos porque acrescentam.

1ª Parte

Uma excelente primeira parte que mostrou uma equipa a querer resolver rápido. O golo tardou mas a equipa apresenta níveis de confiança altos e não demonstrou grande ansiedade. Pressão alta, ocasiões de golo e capacidade dos jogadores para fechar espaços e não dar grandes hipóteses ao Famalicão. A equipa forasteira teve um remate perigoso antes do Benfica inaugurar o marcador, mas fora isso a parte foi toda do Benfica.
Chegámos ao golo naturalmente e com mérito. Mais um golo do Vinicius, que continua a mostrar ser um matador. 

2ª Parte

Se a primeira tinha mostrado qualidade, a segunda foi apenas um atropelar. O golo chegou cedo por Pizzi e desde aí foi só perceber por quantos íamos vencer e se iríamos sofrer algum golo nalguma desatenção. Pizzi outra vez a mostrar que está cá para lutar pela Bota de Prata. Sinceramente são duas partes sem grande história tal não foi a superioridade demonstrada pelo Benfica que cada vez mais domina e controla os jogos com mais facilidade. Nesta segunda parte, e jogo no geral, gostei de ver a capacidade que a equipa teve de controlar o jogo defensivamente. Não dando muitos espaços entre linhas que era algo que andava a acontecer. Ajuda Gabriel e Taarabt terem mais minutos juntos no meio campo e estabilizarem.

Análise dos Jogadores (Nota 0 - 10) 

Odysseas (6) - Jogo com apenas uma intervenção digna de registo ainda na primeira parte e uma saída algo lenta que quase era expulso. Fora isso, jogo tranquilo e sem grandes problemas.

Tomás Tavares (7) - Jovem jogador que vai ganhando confiança. Fez um jogo tranquilo com um ou outro bom apontamento. Defensivamente perdeu o primeiro lance do jogo para o Fábio Martins e depois disso nunca mais foi ultrapassado pelo mesmo.

Rúben Dias (6) - Seguro, confiante e um líder dentro do relvado. Está feito um senhor jogador e só tem melhorado com a época. Não teve praticamente trabalho esta tarde.

Ferro (6) - Voltou às melhores exibições, com qualidade, segurança e tranquilidade. Como o seu companheiro no eixo da defesa não teve praticamente trabalho neste jogo.

Grimaldo (7) - Muito mais liberdade para subir quando tem Cervi na sua frente. Um sobe e desce constante, grande qualidade na recuperação e na capacidade de fazer a diferença na frente. Excelente partida do nosso lateral.

Gabriel (8) - Não há como negar, cada vez mais vai absorvendo as rotinas de jogar naquela posição. O Benfica não joga com um médio defensivo e um jogador na sua frente, joga com dois lado a lado na recuperação e na construção de jogo. E que muito anda a jogar este meio campo. Muito se deve ao Gabriel. 

Taarabt (9) - Doze. Foram essas as vezes que recuperou a bola. Tanto ele como o Gabriel na pressão alta é inacreditável de se ver. Capacidade física, vontade, garra e qualidade técnica. Não foi de todo este o tipo de jogador que o Benfica contratou há uns anos, mas que bom ver a forma como ele trabalha dentro de campo. A sua história no Benfica dá um filme. Transformação fascinante! Jogão de Taarabt.

Cervi (7) - Dirão muitos que é um extremo que não sabe atacar só sabe defender e que isso não interessa ao Benfica. Sempre fui defensor de Cervi, sempre fui daqueles que disse que dava ao Benfica algo que nenhum outro extremo dava ao plantel e que deveria ficar. Até tinha razão. Dá enorme liberdade ao Grimaldo e acho que ajuda e muito ter um extremo como Cervi quando se tem uma dupla como Gabriel e Taarabt no meio. Excelente jogo. Tem ele marcado aquele golo na primeira parte e receberia um 8.

Pizzi (9) -  Não tivesse o Pizzi em campo e o Taarabt era o melhor jogador para mim neste jogo. Mas quando está Pizzi a coisa complica-se. Está numa forma incrível. Vai com 19 golos marcados nesta época, 18 pelo Benfica. Já é a melhor marca da carreira e ainda só estamos em Dezembro. Para além dos 18 golos tem 9 assistências. Aquele 3º golo é qualquer coisa. A qualidade no primeiro toque neste jogo foi incrível. É o melhor jogador do campeonato, assim como o foi na época passada. É muito bom andarem todos entretidos a tentar vender o Bruno Fernandes por 70M€ que assim ninguém se lembra que a cláusula de rescisão do Luís Fernandes é de 45M€.

Chiquinho (8) - Grande jogo por parte do Chiquinho. Outro que soube aproveitar de forma fantástica a oportunidade de mostrar aquilo que vale. No inicio da época todos o contaram como daqueles para emprestar. Mais uma maroska. Daqueles que nunca vestiria a camisola do Benfica. É trabalhador, tem técnica e cada vez mais conhece as dinâmicas da equipa. Com três assistências talvez merecesse mais na nota, não dei mais porque para mim só uma das assistências vale realmente como assistência.

Vinicius (8) - Hoje menos activo mas mostrou novamente que é matador. Teve 2 ou 3 oportunidades para marcar, marcou um golo. Fosse ele o Bryan Ruiz e não tinha marcado. Mais um bom jogo de mais uma maroska do Benfica. Últimos 4 jogos do campeonato marcou 6 golos.

Seferovic (3) - Entrou, trabalhou o que pôde mas não alterou muito. Teve minutos para poder fazer mais mas de facto não é um grande jogador. 

Jota (2) - Teve poucos minutos para jogar, talvez merecesse mais. Jogo 3-0 aos 63 minutos poderia ter dado para mais minutos. Seja como for, entrou numa altura que já não havia jogo e pouco ou nada pôde mostrar.

Caio Lucas (4) - Entrou, correu, fintou e marcou. O tempo não deu para mais. É o que se exige. Boa entrada.


Apontamentos Finais

O Benfica está bem e recomenda-se. Provavelmente a melhor altura para apanhar o Braga para a Taça. Cada vez mais entrosados, com um relvado a ajudar e com quase nenhuma lesão a apoquentar a equipa mostra saúde e fio de jogo. Não há muito mais a dizer a não ser que foi um excelente jogo por parte do Benfica com Pizzi e Taarabt num patamar superior mas com toda a equipa a exibir-se em bom plano.
Para quem falou no Rui Costa, árbitro da partida, podemos dizer que teve duas ou três decisões de dúvida que não penalizou o Benfica, o que significa que esteve longe daquilo que eram as expectativas. Um bom jogo da equipa de arbitragem, com alguns pequenos erros para cada lado.

Venha o Braga e depois o Setúbal para terminar o ano de 2019. Acredito na passagem à próxima fase da Taça de Portugal se não houver muita invenção. Quanto à Taça da Liga, estamos longe de depender de nós.