Siga-nos no Facebook

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Unpopular opinion: Viva as linhas do VAR

Estão a ver estas linhas que deram confusão na anulação do golo de Seferovic? Sou 100% a favor! 
O meu pressuposto é simples... ter o mínimo de decisões a ser tomadas pelo critério dos Verissimos e Xistras. Se os considero mal intencionados e incompetentes (a ordem é relevante)... quanto menos estiver no "poder" deles... Melhor!

Os árbitros portugueses sempre tiveram uma desculpa "Não conseguimos ver o mesmo que 15 câmaras"... Com a introdução do VAR... acabou-se a desculpa e manteve-se a incompetência, embora, reconheça-se, em níveis inferiores. Mas os fdj continuavam a ser o calcanhar de Aquiles!


Existem dois tipo de erro que podem ocorrer: é não assinalar quando está fdj e assinalar quando não está.  Com as linhas fica muito mais difícil acontecer qualquer tipo de erro, especialmente o tipo 1...


Claro que seleccionando um frame errado pode acontecer aceitar que está fora de jogo e num frame mais correto não estar, mas se estamos a falar de frames vai existir sempre discussão... e se a discussão ficar resumida aos fdj de frame e não de 50cm já é uma evolução.
Eu prefiro que seja anulado o golo de Seferovic (que está adiantado, independentemente das considerações posteriores) do que que seja anulado o golo de Rafa (que está em jogo).


Em minha opinião, apenas se coloca a uma questão: a fiabilidade.. e pesquisei bastante mas não consegui encontrar o nome da empresa que validou a tecnologia de modo a verificar os procedimentos, se alguém souber deixe a informação nos comentários. Sendo fiável, a discussão acaba antes do sporting deixar de lutar pelo titulo e todos sabemos quão rápido isso é... alguém questiona a tecnologia da linha de golo?


Na maioria das opiniões colocam-se duas questões: o espírito da lei e os fdj com margem de erro.
Começando pelo espírito da lei... e entrando de seguida na margem de erro ou do árbitro.
Basicamente: Um jogador encontra-se em posição de fora-de-jogo se estiver mais perto da linha de baliza adversária do que a bola e o penúltimo adversário, sendo que em caso de dúvida dá-se o beneficio à equipa que ataca.
O beneficio da dúvida deve ser dado em campo... mas posteriormente, chegando a tecnologia... a dúvida acaba. Todos concordaremos que a bola do exemplo acima não ultrapassou completamente a linha? Ninguém discute "ah e tal mas foi por pouco e devia ter sido validado"? Então porque discutir cm no fdj? 
Não existe mais fdj ou menos fdj... ou está ou não, conforme o exemplo da bola que não entrou na baliza do City! Se é possível determinar ao cm se o atacante está adiantado não faz sentido utilizar uma margem de erro ou uma margem para a decisão de campo para os casos mais difíceis... a margem de erro porque apenas levaria a discussão para outro limite, e em vez de se discutir se estava fdj passaria a discutir-se se estaria na margem de erro... e dar o poder discricionário ao árbitro de decidir o que seria duvidoso (ou no limite, ou outro qualquer termo) pior ainda... nem ponho em causa o critério de diferentes árbitros em diferentes jogos mas do mesmo árbitro ao longo de diferentes jogos e até no mesmo jogo! 

Se já com ferramentas tecnológicas poderemos esperar interpretações duvidosas... todos sabemos o que aturamos com os "critérios do arbitro" ao longo destes anos... Na dúvida opta-se pela opção contra o Benfica! O campeonato do ano passado foi exemplificativo (sem referir sequer os erros escandalosos a favor dos rivais)... enquanto na dúvida era contra o Benfica tudo correu bem... quando a dúvida (nem foram erros) deu para o lado do Benfica caiu o carmo e a trindade. 
Fico satisfeito se servir no mínimo para acabar com isto:


Eeheeh... batam á vontade!