Siga-nos no Facebook

domingo, 16 de fevereiro de 2020

Benfica 0 x 1 Braga - Rescaldo


Sendo eu a fazer o rescaldo não contem comigo para crucificar a equipa, jogadores ou técnicos. Ontem tive a oportunidade de ir ao Estádio e com vista privilegiada de camarote, portanto fiquei em incumbido do rescaldo.

Gostei do jogo, enquanto houve. Provavelmente o resultado mais justo seria o empate e se houvesse algum vencedor seria o Benfica, por ter sido a única equipa que procurou vencer os jogo durante os 90 minutos. Seja como for, contam é as bolas lá dentro e o Braga teve a eficácia enquanto o Benfica foi perdulário.

1ª Parte

Excelente primeira parte das duas equipas. Pressão alta, oportunidades de parte a parte, embora o Braga tenha tido menos que o Benfica, assim de cor só me lembro de uma grande oportunidade para o Braga que o Odysseas defendeu brilhantemente enquanto o Benfica teve pelo menos duas, Rafa a falhar isolado e depois o Vinicius falha de forma quase inacreditável uma jogada perfeita do Benfica. No geral o Benfica teve muitas vezes oportunidade para chegar à finalização com sucesso mas foram 4 ou 5 as vezes que foram apanhados em fora de jogo. Aquele golo no final da primeira parte caído dum campo não pode acontecer. A inércia do Ferro custou caro ao jogo. Dava ideia que parecia já ter ido para intervalo. 

2ª Parte

Não houve jogo durante grande parte do tempo. Tirando os primeiros 10 minutos que o Benfica encostou o Braga e que podia ter marcado em pelo menos duas situações de golo, uma delas a embater no poste, o jogo não teve qualquer ritmo devido às constantes paragens do Braga. Na verdade não houve anti-jogo no conceito literal, aquela ideia de jogador lesionado a fingir ou do guarda-redes. Mas o jogo perdeu todo o ritmo com o Braga em cada lançamento, em cada livre, em cada pontapé de baliza e cada vez que a bola calhava no seu guarda-redes eram pelo menos uns 20-30 segundos que se perdia. Foi uma segunda parte miserável de futebol com oportunidades a espaços e com rasgos individuais do Benfica, como o lance do Pizzi para grande defesa do guarda-redes do Braga ou então um ou outro contra ataque do Braga quando o Benfica já arriscava muito. ~

Análise aos jogadores (0 - 10)

Odysseas (8) - Excelente jogo do nosso guarda-redes. Quando foi chamado correspondeu de forma eficaz. Nada podia fazer num cabeceamento dentro da pequena área.

Grimaldo (5) - Viu-se a espaços alguns momentos de tensão, sempre que a bola vai para o lado esquerdo parece que o Estádio pára de respirar. Seja como for, desta vez não houve muitos erros a assinalar e cumpriu no global. Em baixo de forma e com o Estádio todo de olho tem de ter personalidade para tentar subir.

Rúben Dias (8) - Um esteio dentro de campo. Está feito um senhor jogador e provavelmente o jogador mais influente do Benfica no comando das tropas. Ontem fez tudo o que era possível, até de extremo quando o Tomás e o Pizzi morreu.

Ferro (4) - Continua em baixo de forma mas ontem pareceu-me melhor na ajuda ao lado esquerdo. Braga também não atacou assim tanto. Seja como for, o erro do golo não pode deixar de ter influência na nota. Mau demais a falta de ataque à bola num canto.

Tomás Tavares (5) - Não me convenceu. Foi competente a defender mas não fez um bom jogo ofensivo. Não me fez esquecer o André Almeida neste jogo.

Weigl (6) - Cumpriu quando esteve em campo. Classe com bola e bom posicionamento em campo. Na segunda parte pareceu-me que passou mais vezes no lado esquerdo do meio campo e isso ajudou na defesa. 

Taarabt (7) - O motor deste meio campo, o único que consegue a espaços subir e desequilibrar. Neste momento é fundamental no meio campo do clube. 

Pizzi (5) - Precisa de descanso. É daqueles que não consigo criticar porque vê-se perfeitamente em campo que tenta, e corre e esforça-se, mas vê-se também claramente que está completamente estoirado. Na segunda parte mal podia com as pernas quanto mais com a bola. E mesmo assim quase ia marcando. É um grande Capitão que precisa de descanso. Ontem no jogo, nada lhe saiu bem. Nada mesmo. 

Cervi (6) - Enquanto esteve em campo foi provavelmente o melhor dos três meio campo ofensivo. E foi o que saiu. Raça, agressividade, capacidade física e de superação.

Rafa (5) - Como o Pizzi nota-se uma quebra física grande. Na segunda parte arrastou-se. Tem qualidade mas sem conseguir correr não fica fácil. Nada lhe saiu bem.

Vinicius (5) - Que mau jogo de Vinicius. Nada condizente com ele a quantidade de oportunidades que perdeu, não de golo mas de possível finalização. Nota-se muito também o esforço físico que tem de fazer e o facto de não ter descanso. Preciso de uns dias no banco ou bancada, senão vai rebentar. Falhou as duas maiores oportunidades de golo e isso ontem fez a diferença. Vinicius costuma fazer a diferença ao contrário.

Seferovic (3) - Entrou, correu, mas nada fez de melhor do que um Cervi cansado.

Chiquinho (3) - Tentou e correu mas não trouxe nada de novo ao jogo, ainda por cima quando a equipa tacticamente já não existia.

Dyego Sousa (1) - Não sei se chegou a tocar na bola. A equipa não sabe jogar com 3 jogadores na frente. Foram raras as vezes que tentou chuveirinho. Nesta altura já o Pizzi e Rafa tinha morrido e não eram capazes de levar bola.

Notas Finais

Um mau resultado que deixa o Benfica à mercê do Porto. Disse há umas semanas que estes dois jogos eram decisivos e que podiam acabar com o campeonato. Fizeram o oposto. Relançaram o campeonato e só um Benfica muito competente, ao nível da época passada, pode celebrar no Marquês. Está na hora do Lage mostrar que todos contam e dar descanso a alguns jogadores. Coloque o Tino ou o Samaris em campo e baixe o Weigl a central. Coloque Jota e Cervi nas alas. Pizzi precisa de descanso. Coloque o Dyego de inicio, Vinicius precisa de descanso.

Já agora, árbitro não teve influência directa no jogo mas viu-se claramente que deixou e abusou de permitir que os jogadores do Braga perdessem tempo e irritassem os jogadores do Benfica. Aquela entrada sobre o Rafa tem de dar vermelho directo, mas vermelhos em prol do Benfica não são fáceis de dar. De resto, não gosto de um árbitro que marca tanta falta e que permite este tipo de anti-jogo. O Raúl devia ter sido expulso ao intervalo. E o Matheus não levar amarelo é caricato.

No final viu-se os nojentos que alguns jogadores do Braga são, como Raúl ou Palhinha. Aquilo que fizeram para os adeptos do Benfica foi miserável. A forma como 3 ou 4 jogadores do Braga foram festejar depois como se de um campeonato se tratasse até caiu mau junto dos seus, sem perceberem bem o porquê daquilo tudo. Veremos quantos jogos leva o Raúl pelo insulto aos adeptos do Benfica.

No Facebook em https://www.facebook.com/universobenfiquista