Siga-nos no Facebook

domingo, 8 de setembro de 2019

Selecção do Ronaldo vs Selecção do Bernardo



Ponto prévio: sou fã da selecção. Sou fã do meu país. Gosto muito de ver jogos da selecção e não tenho o repúdio que muitos benfiquistas têm para com a selecção, muito por causa da forma como a Federação Portuguesa de Futebol trata o nosso clube. Passa-me completamente ao lado esse tipo de brigas quando oiço A Portuguesa a entoar antes do jogo ou quando celebro um golo da equipa das nossas quinas. Esqueçam. É o nosso país. São os nossos que ali estão a jogar e a dar o litro.

Quem já leu comentários meus sobre a selecção ou sobre Ronaldo sabe que sou crítico do mesmo. É um tremendo jogador, provavelmente o melhor finalizador/matador da história do futebol Mundial. No entanto, irrita-me profundamente que seja dono da selecção. De há uns tempos para cá a selecção são os amigos do Ronaldo. Só assim se explica as contínuas chamadas à selecção do Nani, Quarema, Moutinho, Adrien, Cedric, Fonte, etc. Fomos Campeões da Europa com os amigos do Ronaldo, sei bem disso, mas todos sabem também de como esse Europeu foi completamente atípico não só pelo aumento do número de equipas como também pelos próprios resultados em si. O único jogo que fizemos contra algo parecido com uma equipa foi com a França e estou convicto que só vencemos esse jogo porque o Ronaldo saiu lesionado.

De um ponto de vista objectivo, pelo menos para mim, a equipa joga neste momento melhor sem Ronaldo. Basta olhar para os jogos da selecção no apuramento para a Final-4 da Liga das Nações. Uma equipa na sua verdadeira ascensão. Vem a Final-4 e parecemos uns coxos com Ronaldo em campo. E só mesmo o dono da equipa para fugir aos jogos de apuramento e depois aparecer na Final-4 para jogar. Essa atitude vinda de um Capitão para mim deixa muito a desejar. Mas quanto às questões de liderança fica para outro dia.

Aquilo que falta perceber ao Ronaldo e a quem manda na selecção é que o Ronaldo já nem o melhor jogador português é, quanto mais o melhor jogador do Mundo. É inconcebível que o João Félix não seja titular da selecção, e só acontece porque o ego do Ronaldo é grande demais para aceitar ter alguém com o mediatismo que o João tem ganho. Verificou-se o mesmo com o Bale no Real Madrid. Tenho para mim que enquanto o Ronaldo lá andar a coisa para o Félix será complicada. Neste momento tanto o Bernardo como o Félix são mais jogadores que o Ronaldo. São 34 anos. Já não é um menino. Faz parte da vida. Já não marca 40 golos num campeonato. Marca 20. Nos últimos 3 anos foi assim, o pessoal é que andou distraído porque ia sendo levado às costas do Florentino no Liga dos Campeões Real.

O que se verifica na selecção é duma trapalhada tão grande que chegamos ao cumulo de ter o William Carvalho a jogar como segundo médio. Temos a comunicação social a enaltecer a grande capacidade do William Carvalho de fazer passes. Eu volto a dizer, temos a imprensa portuguesa a publicitar a capacidade do William Carvalho de passar a bola. Para quem, para o Danilo? Ou para o José Fonte? Portugal neste momento só vence jogos porque tem jogadores de GRANDE qualidade em quase todas as posições e não será a sabotagem do Ronaldo ou do Santos que consegue esconder esse facto. 

Quem tenha visto este jogo contra a Sérvia ainda está para perceber que sistema táctico aquela equipa joga. Em que posição joga o William Carvalho? E o Bruno Fernandes? E o Gonçalo Guedes? O Bernardo já todos percebemos que tem de ficar encostadinho à linha para não ofuscar muito o Ronaldo. O Bruno coitado andou a maior parte do tempo a fazer sombra ao Bernardo e a tentar fugir do William Carvalho, o Gonçalo nem sabe bem, apenas que deve defender aquilo que o Ronaldo não defende e quando não tiver bola ficar colado ao lateral direito adversário. O Ronaldo? Esse é não passar do meio campo para trás. Com o Bruno Fernandes e Bernardo Silva em campo, com Pizzi no banco, andamos a jogar com o William Carvalho a fazer de segundo médio. Com o Rafa no banco andamos usar o Gonçalo Guedes como.... falso extremo esquerdo? Who knows. É penoso ver tremendos jogadores a jogarem num sistema que eles não têm a mínima noção do que fazer em campo de tão arbitrário que é.

Esta selecção já deveria ser do Bernardo Silva. Provavelmente o melhor jogador português da actualidade. E em breve será do João Félix. Talvez devessem começar a pensar nisso quando fazem o 11 e deixar de lado os amigos do Ronaldo e deixar de lado a ideia absurda de jogar para o Ronaldo. Ver o William com o Danilo em campo e ver que se mete o Moutinho e se tira o Bruno para "assistir" até arrepia de tão contra-futebol isto é. 

Por fim, é com muito orgulho que vejo que em 25 convocados estão 12 que são jogadores do Benfica ou que passaram pela formação do clube. Há uns anos riram-se ou fizeram pouco de quando LFV disse que queria o Benfica como a espinha dorsal da selecção nacional. Ao contrário de muitos eu nunca achei que isso fosse para acontecer num curto prazo. Eu nunca vi isso um objectivo a curto prazo, mas sim a longo prazo, principalmente com o investimento feito no Seixal que estava a ser feito. São muitos anos desde a última vez que o Benfica tinha tantos jogadores seus na selecção. Se calhar se o William ou o Fonte não tivessem lugares cativos, fossem mais os jogadores na equipa titular do Benfica. E isto porque o Moutinho ainda não percebeu que já está reformado ou porque todos estão a assobiar para o lado sem querer admitir que o Florentino é já melhor que o Danilo e o William juntos.

Já agora, alguém reparou no facto do João Félix ser suplente do Gonçalo Guedes? Ahahah Deduzo que fosse para ter piada.